Programas que Amamos

Noticias do Meio

Resultado de imagem para mulheres recebem menos que homens
Enviado em 14 de dezembro de 2016 | Publicado por Juliana Chagas

Uma pesquisa publicada pela Revista Galileu mostrou que o número de mulheres que ocupam cargos de gerência ou direção é menor do que o número de homens, é o que apontou a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2016. De acordo com o estudo que foi publicado pelo IBGE, a proporção de trabalhadores com 25 anos ou mais que ocupam cargos do tipo é de 6,2% para os homens e 4,7% para as mulheres. Além do menor número de mulheres ocupando estas posições, o relatório informou ainda que a desigualdade salarial é mais elevada, uma vez que as mulheres nesta posição receberam, em média, 68% do rendimento médio dos homens, em 2015. E ainda a pesquisa falou a respeito da qualidade de vida das mulheres em atividades relacionadas aos afazeres domésticos. Segundo o SIS, o cuidado com atividades domésticas mostra que os padrões de gênero na sociedade brasileira continuaram praticamente os mesmos nos últimos dez anos, já que a jornada masculina neste quesito permaneceu em 10 horas semanais em 2015, mesmo valor encontrado em 2005. Apesar das mulheres continuarem a receber menos, no geral, a desigualdade de rendimentos diminuiu. A questão da educação, também pesou nesta pesquisa, o rendimento-hora das mulheres com até 4 anos de estudo em 2005, era equivalente a 86% do rendimento-hora dos homens com a mesma escolaridade. Já em 2015 essa diferença diminuiu para 90%. E um estudo internacional recém-divulgado, do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID apontou que, apesar do recente crescimento econômico e das políticas destinadas a reduzir as desigualdades, as diferenças salariais relacionadas a gênero e etnia continuam sendo significativas nos países latino-americanos. O estudo faz uma comparação entre os salários de indivíduos com as mesmas características demográficas e de emprego. Ainda de acordo a pesquisa, os homens ganham mais que as mulheres em todas as faixas de idade, níveis de instrução, tipo de emprego ou de empresa. Ampliando a reflexão sobre este tema, a igualdade deve permear o âmbito familiar, onde haja uma divisão de tarefas mais igualitárias. Os pais envolvidos diretamente na criação dos filhos e no cuidado com o lar, o que daria às mulheres a possibilidade de manter suas carreiras.

 Fonte: Revista Galileu

Status

Resultado de imagem para evangelho segundo espiritismo

Quando vos atingir um motivo de dor ou de contrariedade, tratai de elevar-vos acima das circunstâncias.” Evangelho Segundo o Espiritismo

Emmanuel

Emmanuel
Sempre útil não te esqueceres de que te encontras em estágio educativo na Terra

Um pouco de Chico

Um pouco de Chico
UMA VISITA DE CRUZ E SOUZA 

O confrade Izaltino Silveira Filho, digno companheiro nosso em Juiz de Fora, achava ­se em prece com o Chico, em Pedro Leopoldo, na noite de 11 de setembro de 1948, quando ele e o  médium registraram a presença de alguns amigos espirituais. Concentraram­ se e, dentre as Mensagens recebidas, veio o seguinte soneto de Cruz e Souza pelas mãos do médium, dedicado ao irmão acima referido:  Segue Segue gemendo no caminho estreito, De pé sangrando em chagas dolorosas, Sustentando alegrias que não gozas, À renúncia rendendo excelso preito. Na cruz pesada que te oprime o peito, Encontrarás estrelas milagrosas, Sob chuvas de bênçãos e de rosas, Que dimanam do amor santo e perfeito. Se o temporal de lágrimas te encharca, Seja a esperança a luminosa marca Que te assinale as súplicas sinceras!  Somente a dor na terra estranha e escura Apaga na corrente da amargura Os erros que trazemos de outras eras...  Cruz e Souza Assinalamos aqui esse soneto, não só por sua beleza, mas também pela exatidão do estilo  que caracteriza o grande e inesquecível poeta. 

Estudos Nosso Lar

Estudos Nosso Lar
XII. Uma existência é um ato. Um corpo – uma veste. Um século – um dia. Um serviço – uma experiência. Um triunfo – uma aquisição. Uma morte – um sopro renovador. (André Luiz, mensagem inicial, pág. 14.)  

Momento Espirita

Momento Espírita
O Aniversariante

Aquela família se reunia na véspera de Natal, na entrada da noite.
Assim procedia porque, em seguida, os filhos e netos compartilhariam com os outros avós, a ceia natalina.
Nada mais do que um acordo amigável.
A família contava com quatro pequeninos muito espertos, que não deixavam as guloseimas do Natal esperando.
O ponto alto era o bolo, feito pelas mãos da avó, com várias camadas e muito bem decorado.
Ela o trazia para a sala, colocava-o sobre a mesa e falava do significado daquela noite. Uma noite de festa. Uma noite para comemorar um Aniversário muito importante.
O Aniversário de Alguém especial.
Entre a emoção e o entusiasmo, a avó narrava como se dera o nascimento do Aniversariante, alguns detalhes da Sua vida e Seus ensinamentos.
Chegava, enfim, o momento de todos cantarem Parabéns a você.
Era uma alegria imensa para as crianças. Cada qual fazia uma declaração ou uma homenagem, agradecendo a doce presença de Jesus e o que Ele representava em suas vidas.
Os maiores declamavam poesias que falavam do Natal e do amor do Mestre.
Como o Aniversariante era Jesus, para Ele eram direcionadas as homenagens. E o grande presente de amor e gratidão.
Mais tarde, na casa dos outros avós, os pequenos teciam comentários sobre a comemoração.
O assunto tomava corpo, e uma atividade era programada para o dia seguinte: levar os bolos e doces para um lar de crianças do bairro, em nome de Jesus.
Aproveitar para falar sobre o grande amor de Jesus por todos os Seus irmãos.
Entusiasmados, os pequenos acrescentavam algo de realmente seu e selecionavam alguns brinquedos para oferecer àquelas crianças.
Assim agindo, aquela família ensinava, desde cedo, aos pequeninos, o verdadeiro sentido do Natal. E como ofertar ao nobre Aniversariante o melhor presente: o amor espalhado entre todos.
*  *  *
Reconhecer o verdadeiro sentido e valor do Natal é obrigação de todos os que nos afirmamos cristãos.
Natal é uma festa eminentemente cristã, por ser dedicada ao Cristo Jesus.
Muito oportuno seria estimularmos em nosso lar, a autêntica comemoração cristã, que fala de fraternidade, de encontro da família.
Uma noite para estarmos juntos, cearmos, rirmos, trocarmos presentes, se desejarmos, sem esquecer a figura principal, o Aniversariante.
Ideal seria se, a cada ano, nos esmerássemos em criar formas sempre renovadas de prestar homenagem ao Mestre.
Há tanto que pode ser feito: visitar os que se encontram hospitalizados ou um idoso que sabemos vive só.
Podemos levar brinquedos para crianças em carência material e ofertá-los, sejam em pacotes vistosos, com laços de fita chamativos ou não, representando o nosso carinho, que é, sem dúvida, o maior presente.
Um abraço, um aconchego, um afago. Tudo em nome de quem aniversaria nesse dia e que espera que a Sua mensagem de amor e de paz se espalhe por toda a Terra.
Excelente dia para iniciar essa prática. Pensemos nisso.
Redação do Momento Espírita.
Em 15.12.2016.

Aconteceu no dia

Nasce o arquiteto Oscar Niemeyer

15-12-1907
No dia 15 de dezembro de 1907 nascia, no Rio de Janeiro, o arquiteto Oscar Niemeyer Soares. Considerado um dos mais influentes nomes na arquitetura moderna, ele foi o percussor da exploração das possibilidades do uso do concreto armado. Seus trabalhos mais conhecidos são os edifícios públicos desenhados para a cidade de Brasília. Contudo, ele também é autor de inúmeros projetos em São Paulo (como o Parque do Ibirapuera, edifício Copan), no Rio de Janeiro (Sambódromo) e em várias outras cidades do Brasil e do mundo. Ele também foi um dos colaboradores do projeto da sede da ONU, em Nova York. Durante a 
carreira, contou com a importante parceria dos engenheiros Joaquim Cardozo (1897-1978) e José Carlos Sussekind (1947). O primeiro foi responsável pelo cálculo da maioria das obras de Brasília e o segundo pelas obras da década de 70 até os dias de hoje. Niemeyer também sempre participou das lutas políticas. Em 1945, conheceu Luís Carlos Prestes e filiou-se ao Partido Comunista Brasileiro (PCB). Por conta de sua posição política, durante o regime militar no Brasil, ele se exilou na França. Em Paris, montou um escritório e realizou trabalhos para diversos países. O arquiteto retornou ao Brasil após aprovada a anistia, em 1979. Seus projetos de destaque nesta época são os CIEPs e o Sambódromo do Rio de Janeiro. Recentemente, em 2007, Niemeyer presenteou Fidel Castro com uma escultura antiamericana, na qual um figura monstruosa ameaça um homem que se defende com uma bandeira de Cuba. Viúvo desde 2004, ele se casou novamente em 2006, com a secretaria Vera Lúcia Cabreira, de 60 anos. Em 2009 e 2010, o arquiteto passou por alguns problemas de saúde, precisou ser internado, mas se recuperou.

Tumblr




Programas que Amamos

Noticias do meio

Resultado de imagem para boleto logo
Mudanças nos boletos bancários
Enviado em 12 de dezembro de 2016 | Publicado por Juliana Chagas

A partir de janeiro, por determinação do Banco Central, todos os boletos bancários deverão conter CPF ou CNPJ do pagador. A mudança que teve a iniciativa da Febraban – Federação Brasileira de Bancos tem como objetivo padronizar as transações entre a rede bancária, além de garantir maior segurança aos clientes, através da plataforma de cobrança. Na prática, a exigência vai fazer com que todos os boletos sejam identificados em um sistema, a partir do número do documento do pagador, evitando, assim, fraudes em códigos de barra. A medida permitirá a apresentação eletrônica do boleto e a possibilidade de pagamento do documento vencido em qualquer banco. Os boletos precisarão estar previamente registrados na base centralizada para que possam ser pagos. A nova plataforma de cobrança funcionará como um grande banco de dados. Se houver inconsistências, o pagamento não será autorizado. De acordo com a Febrabam não será preciso ir até os bancos emissores para pagar os boletos vencidos, uma vez que a Nova Plataforma vai permitir que qualquer agência bancária seja capaz de receber os pagamentos de boletos identificados. Há também a informação de que “a rede bancária não mais acatará boletos de pagamento sem o CPF/CNPJ do pagador”. Ou seja: isso vai ser obrigatório. O atual sistema para cobranças de boletos já está ultrapassado, foi criado há 23 anos. Assim sendo, a nova Plataforma de Cobrança chegou para atender ao cliente de hoje, que está adaptado as inovações tecnológicas.

 Fonte: TecMundo

Emmanuel

Emmanuel
Quem se consagra a servir, serve para viver, honrando a vida em qualquer posição. 

Um pouco de Chico

Um pouco de Chico
DECÁLOGO PARA ESTUDOS EVANGÉLICOS

 Na noite de 21  de março de 1952, no “Centro Espírita Luiz Gonzaga”, em Pedro  Leopoldo, discutia­se sobre a melhor maneira de orientar a pregação espírita cristã, quando André Luiz externou­se acerca do assunto, com a seguinte página: 
DECÁLOGO PARAESTUDOS EVANGÉLICOS
 1 —Peça a inspiração divina e escolha o tema evangélico destinado aos estudos e comentários da noite. 
2 —Não fuja ao espírito do texto lido. 
3 —Fale com naturalidade.
 4 —Não critique, a fim de que a sua palavra possa construir para o bem. 
5 —Não pronuncie palavras reprováveis ou inoportunas, suscetíveis de criar imagens mentais de tristeza, ironia, revolta ou desconfiança.
 6 —Não faça leitura, em voz alta, além de cinco minutos, para não cansar os ouvintes. 
7 —Converse ajudando aos companheiros, usando caridade e Compreensão.
 8 —Não faça comparações, a fim de que seu verbo não venha ferir alguém.
 9 —Guarde tolerância e ponderação.
 10 —Não tenha indefinidamente a palavra; outros companheiros precisam falar na sementeira do Bem.  André Luiz

Espiritinhas

Estudos Nosso Lar

Estudos Nosso Lar

XI. Permutar a roupagem física não decide o problema fundamental da iluminação. (André Luiz, mensagem inicial, pág. 13.)

Momento Espirita

 Momento Espírita
Dias de oportunidades

Diz-se que a vida é construída nos sonhos e concretizada no amor.
Sabe-se que um pequeno grão de alegria e esperança no coração, tudo pode transformar.
Comenta-se que cada dia que nasce é como uma página em branco, para registrarmos mais um capítulo de nossas vidas.
Tudo na vida muda de aspecto quando encarado com otimismo.
Deus nos permite, enquanto na Terra, dias de sol e outros de chuva.
Dias de alegria e descontração para nos revigorarmos, e dias de dores e lágrimas, para ponderarmos.
Permite-nos acendermos as nossas luzes interiores, mesmo frente às borrascas morais.
Conforta-nos quando estamos tristes iluminando sempre nossos caminhos.
Porém, é nossa escolha pensar positivo, ou mergulhar nas lamúrias. Proferir palavras de ânimo e esperança, ou falar de maneira a abrir feridas na alma de quem nos ouve.
Hoje é oportunidade de melhorarmos nossa maneira de sentir, pensar e falar, buscando felicidade. De deixar a solidão de lado, buscando nos aproximar de quem precisa de atenção especial.
Fazer um agrado, dar um bom dia, sorrir com simpatia.
Hoje é dia de vencermos a nós mesmos, buscando alegria na prática do amor e da caridade.
Começamos fazendo um pouco e logo realizaremos o muito.
*  *  *
Quando a tristeza invadir nosso coração, levantemos os olhos para o infinito e teremos o espetáculo do sol ou da chuva a nos estimular.
Ouçamos o canto da passarada que, desde os primeiros cicios da manhã, desperta, e louva a Deus com seus gorjeios.
Contemplemos o orvalho que beija as flores, segredando-lhes notícias do dia que se espreguiça, tentando despertar.
Mesmo que o nosso coração esteja enlutado pela ausência de um amor, pela partida de um ser querido, pelo ultraje sofrido, a natureza nos diz que é tempo de abandonarmos os crepes.
O sol é mensageiro de vida, com seus raios de luz, dizendo às trevas que é hora de seu recolhimento.
A chuva generosa penetra a terra e podemos ouvi-la ser sorvida, com sofreguidão.
Cada dia é uma mensagem de renascimento. Cada dia se esmera em ser diferente do anterior, porque Deus é, de tal forma, insuperável, que não se repete.
Por isso Ele não reprisa as cores da madrugada, nem envia as mesmas gotas de chuva para abrandar a sede das matas.
Tudo é novo, a cada dia. Absorvamos, pois, essa mensagem de revigoramento e vivamos.
Se a dor nos atingiu, haverá de passar. Ou, ao menos, amenizar, no transcorrer das horas.
Não permitamos que ela nos abrace e não mais nos deixe. É tempo de viver, de conquistar virtudes, de aprender algo mais, de usufruir das amizades que se nos oferecem, generosas.
Se não nos sentirmos bem conosco mesmos, busquemos quem nos possa oferecer o apoio, a palavra, a sugestão para sairmos dessa condição.
Não nos permitamos perder a chance de viver mais um dia de oportunidades, sobre este bendito planeta azul.
Planeta que o amor de Jesus, sob o comando da Divindade, preparou nos mínimos detalhes para todas as Suas ovelhas. Para nós, as ovelhas do Seu rebanho.
Guardemos a certeza de que nem sempre temos o que desejamos, mas com certeza, temos tudo o de que precisamos.
Redação do Momento Espírita.
Em 12.12.2016.

Aconteceu no dia

Usina nuclear de Chernobil é desativada

12-12-2000
No dia 12 de dezembro de 2000 era desativada a Central Nuclear de Chernobil, localizada na cidade de mesmo nome, na Ucrânia. A usina entrou para a história por conta do grave acidente nuclear ocorrido no dia 26 de abril de 1986. Uma explosão e um incêndio lançaram enormes quantidades de partículas radioativas na atmosfera, que se espalharam por boa parte da então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e a Europa ocidental. No acidente, morreram 31 pessoas, mas ainda não foi possível estabelecer o número de vítimas por conta das consequências do acidente, que podem provocar câncer e má formações congênitas devido à radiação. Entre a data do acidente até o dia 5 de maio, em torno de 130 mil pessoas foram evacuadas da região em torno da usina.
A Usina de Chernobil começou a ser construída na década de 70 e seu primeiro reator foi inaugurado em 1977. Outros dois reatores entraram em operação em 1981 e 1983, respectivamente.

Noticias do Meio

Resultado de imagem para mundo
Dia Internacional dos Direitos Humanos
Enviado em 9 de dezembro de 2016 | Publicado por Juliana Chagas

 No dia 10 de dezembro, comemora-se o Dia Internacional dos Direitos Humanos, a escolha desta data foi feita porque, no ano de 1948, a Organização das Nações Unidas – ONU oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos. A data tem como objetivo diminuir as diferenças sociais e dotar povos e nações de adequados instrumentos de promoção e defesa dos chamados direitos fundamentais da pessoa humana. Sob o viés espírita, a materialização de instrumentos legais voltados à promoção/garantia dos direitos fundamentais da pessoa humana atendem ao contido no item 795, de O Livro dos Espíritos: “À proporção que os homens foram compreendendo melhor a justiça, indispensável se tornou a modificação delas. Quanto mais se aproximam da vera justiça, tanto menos instáveis são as leis humanas, isto é, tanto mais estáveis se vão tornando, conforme vão sendo feitas para todos e se identificam com a lei natural”. A Declaração Universal inclui direitos civis e políticos, como o direito à vida, à liberdade, liberdade de expressão e privacidade. Ela também inclui os direitos econômicos, sociais e culturais, como o direito à segurança social, saúde e educação. Fonte – Mundo Educação – UOL

Espiritinhas

Musica

Tumblr









Programas que Amamos

Emmanuel

Emmanuel
Lembremo-nos de que todos aqueles que sabem desculpar as dificuldades e faltas alheias estão criando fatores de base ao próprio êxito.

Um pouco de Chico

Um pouco de Chico
O VALOR DA ORAÇÃO 
A madrinha do Chico, por vezes, passava tempos entregue a obsessão. Assim é que, nessas fases, a exasperação dela era mais forte. Em algumas ocasiões, por isso, condenava o  menino a vários dias de fome. Certa feita, já fazia três dias que a criança permanecia em completo jejum. À tarde, na hora da prece, encontrou a mãezinha desencarnada que lhe perguntou o motivo da tristeza com a qual se apresentava. — Então, a senhora não sabe — explicou o Chico — tenho passado muita fome. — Ora, você está reclamando muito, meu filho! — disse Dona Maria João de Deus — menino guloso tem sempre indigestão. — Mas hoje bem que eu queria comer alguma coisa... A mãezinha abraçou ­o e recomendou: — Continue na oração e espere um pouco. O menino ficou repetindo as palavras do Pai Nosso e daí a instantes um grande cão da rua penetrou o quintal. Aproximou se dele e deixou cair da bocarra um objeto escuro. Era um jatobá saboroso... Chico recolheu, alegre, O pesado fruto, ao mesmo tempo em que reviu a mãezinha ao seu  lado, acrescentando. — Misture o jatobá com água e você terá um bom alimento. E, despedindo se da criança, acentuou: —  Como você observa, meu  filho, quando oramos com fé viva até um cão  pode nos ajudar, em nome de Jesus. 

Estudos Nosso Lar

Estudos Nosso Lar
X. A vida não cessa. A vida é fonte eterna e a morte é o jogo escuro das ilusões. (André Luiz, mensagem inicial, pág. 13.)  

Momento Espirita

Momento Espírita
 Mágoas
A vida nos oferece, com frequência, oportunidades de burilamento das nossas emoções.
Para tanto, coloca em nosso caminho excelentes professores.
Alguns são capazes de oferecer seus valores pelo exemplo. São aqueles mais maduros, que nos ensinam através do seu comportamento.
Esses exemplificam o exercício da paciência, da compreensão, sem necessidade de discursos ou conceitos. Apenas vivenciam, de forma simples e descontraída.
Entretanto, há os que nos ensinam de forma diversa. Como ainda trazem limitações emocionais semelhantes às nossas, o que apresentam são embates, em que se misturam incompreensões mútuas, discussões e intolerância sobre determinados pontos de vista.
Não raro, o resultado nos machuca, fere. Sentimo-nos violentados, enquanto, ao mesmo tempo, também reagimos, ferindo.
Como ainda nos falta a conquista da compreensão e o estofo emocional da tolerância, conflitos surgem, ganhando panoramas de complexa envergadura, donde nascem as mágoas.
Assim é que, muitas vezes, sentimentos positivos, alegres, amorosos, ainda não enraizados em nós, acabam substituídos pelo ressentimento.
Porém, todo conflito oferece oportunidade de autoconhecimento e de aprendizado.
Se nos encontramos na situação do magoado, cabe-nos estender a lição do perdão.
Se o outro nos magoou, é porque ainda tem suas limitações, suas dificuldades internas.
Devemos buscar transformar lentamente a mágoa em compreensão, o que nos permitirá cicatrizar a ferida emocional que carregamos.
Para isso, analisemos com profundidade as verdadeiras causas da nossa mágoa, pois a dificuldade em perdoar reside em nosso próprio íntimo.
Identificada a causa, esforcemo-nos por adquirir tolerância, compreensão e capacidade de perdão.
No entanto, se fomos o causador de tal sentimento em outrem, cabe-nos a busca pelas desculpas, pelo perdão e ressarcimento.
Primeiramente, necessitamos identificar o equívoco em nós, e acionar o autoperdão, pois para conseguirmos perdoar o outro é necessário nos sentirmos em paz, o que o autoperdão nos proporcionará.
Sem acomodação com a situação ou a busca de razões que nos justifiquem, mas compreendendo que somos passíveis de erro.
O passo seguinte é a busca do perdão do outro, reconhecendo nosso equívoco, manifestando sincero arrependimento.
Se ele não nos deseja perdoar, é um direito dele. De nossa parte, deixemos a porta aberta à reconciliação, enquanto seguimos em frente, sem carregar complexos de culpa, nem nos sentindo vítimas.
Nessas horas, o melhor caminho é investir esforços para modificar o próprio comportamento, alterando nossas atitudes.
Isso é aprender com os erros. Reconhecer nossos enganos, nossos próprios limites para, a partir de então, conquistar virtudes e ampliar nossas fronteiras emocionais.
Assim, de uma forma ou de outra, a lição é para a vida, para o crescimento pessoal, para o engrandecimento do Espírito.
Magoando, buscar o perdão. Magoado, oferecer a compreensão, sem albergar na alma qualquer sentimento de ordem inferior.
Pensemos nisso e procuremos agir no sentido de não guardarmos o que nos possa fazer mal ou albergarmos na alma sentimentos menos nobres.
Redação do Momento Espírita.
Em 10.12.2016

Aconteceu no dia

Alemanha nazista declara guerra aos Estados Unidos

11-12-1941
A Alemanha nazista declarava guerra aos Estados Unidos em um dia como este, no ano de 1941. A declaração aconteceu por conta de uma série de eventos na Segunda Guerra Mundial, em especial o bombardeio das forças do Japão a Pearl Habor, que resultado na declaração de guerra norte-americana ao Japão poucos dias antes, em 8 de dezembro. Com esta declaração, todos os países que formavam as forças do Eixo declararam conjuntamente guerra aos Estados Unidos, conforme o que previa o Pacto Tripartite entre os países.
Além do ataque a Pearl Habor, um outro motivo que levou os países a declarar guerra aos EUA foi o fato de que os norte-americanos, apesar de formalmente neutros, estariam violando esta imparcialidade para apoiar os estados que tomassem uma posição contra os países do Eixo. Hitler também alegava que os EUA vinham atacando barcos alemães e que o presidente Franklin Roosevelt fazia repetidos ataques à ideologia nazista. Hitler também acreditava que o Japão era muito mais forte do que realmente era e que poderia vencer os norte-americanos para depois ajudar a Alemanha a derrotar os russos.

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org