Tumblr






Programas que Amamos

Noticias do Meio

Resultado de imagem

Renan está acima do Supremo e das leis

Enviado em 9 de dezembro de 2016 | Publicado por Juliana Chagas 

Após descumprir uma liminar da Corte nesta semana, Renan Calheiros diz agora que “Decisão do Supremo é para se cumprir”.
O ministro do Supremo Marco Aurélio Mello havia determinado o afastamento dele do cargo de presidente do Senado com base em entendimento do Supremo de que réus não podem ocupar cargos na linha de sucessão presidencial.
Renan enfrentou o ministro e se recusou a assinar o mandado. Depois por 6 votos a 3. Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) pode permanecer no cargo de presidente do Senado, mas fica impedido de assumir a presidência da República em caso de necessidade.
Há pouca racionalidade jurídica e muitas razões políticas a embasar a decisão dos ministros do Supremo de manter Renan no cargo.
Os fundamentos constitucionais e processuais que sustentaram as posições dos ministros favoráveis a Renan, por óbvio, existem e podem ser perfeitamente defendidos. Mas se percebeu todo sentido político. Buscou-se encerrar o conflito entre os Poderes, pacificar a situação, amainar os ânimos, retomar o diálogo.
Ou seja, arrumou-se uma solução política para pôr fim à crise institucional.
Fonte: Época e Folha de SP
Fonte Imagem: Congresso em Foco

Status

Resultado de imagem para familia

“Os laços de família não são destruídos pela reencarnação, como pensam certas pessoas. Pelo contrário, são fortalecidos e reapertados.” Evangelho Segundo o Espiritismo

Emmanuel

Emmanuel
Adaptarmo-nos às exigências do trabalho a realizar, sem perder altura no ideal superior que abraçamos, é norma de triunfo em nossas obrigações. 

Um pouco de Chico

Um pouco de Chico
O DIA COMEÇA AO AMANHECER 
Estimulando a campanha espírita ­cristã de amparo à criança, transcrevemos aqui a reconfortante mensagem de Meimei, dada por intermédio do Chico, em 10 de agosto de 1952, em Pedro Leopoldo: O DIA COMEÇA AO AMANHECER Compadece ­te da criança que surge ao teu lado. O dia começa ao amanhecer. Pai, mãe, irmão  ou  amigo, ajuda­ a com teu  coração, se pretendes alcançar a Terra melhor. Lembra ­te das vozes amigas que te induziram ao bem, das mãos que te guiaram para o trabalho e para o conhecimento. Por que não  amparar, ainda hoje, aqueles que serão, amanhã, os orientadores do  mundo? Em pleno  santuário  da natureza, quantas árvores generosas são  asfixiadas no  berço? Quanta colheita prematuramente morta pelos vermes da crueldade? A vida é também um campo divino, onde a infância é a germinação da Humanidade. Já meditaste nas esperanças aniquiladas ao alvorecer? Já refletiste nas flores estranguladas pelas pedras do sofrimento, ante o sublime esplendor da aurora? Provavelmente dirás — “como  impedirei o sofrimento  de milhares”? Ninguém te pede, porém, que te convertas num salvador apressado, cheio  de ouro e de poder. Basta que abras o teu  coração, com as chaves da bondade, em favor dos meninos de agora, para que os homens do futuro te bendigam. Quando a escola estiver brilhando em todas as regiões e quando cada lar de uma cidade puder acolher uma criança perdida — ninho  abençoado a descerrar ­se, carinhoso, para a ave estrangeira — teremos realmente alcançado, com Jesus, o trabalho fundamental da construção do Reino de Deus.  Meimei  

Estudos Nosso Lar

Estudos Nosso Lar
IX. A experiência de André Luiz diz bem alto que não basta à criatura apegar-se à existência humana, mas precisa saber aproveitá-la dignamente; que os passos do cristão devem dirigir-se verdadeiramente ao Cristo e que precisamos do Espiritismo e do Espiritualismo, mas, muito mais, de Espiritualidade. (Emmanuel, prefácio, pág. 11.)  

Momento Espirita

Momento Espírita
 Poema para Deus
Um dia, a alma desperta e se encanta com a manhã que se espreguiça no horizonte.
Sente-se como que a pairar acima e além da escala humana.
Então, se recorda ser filha de um Pai amoroso e bom. Recorda de um Criador que a tudo para todos provê.
E plena de gratidão, extravasa em versos sua alma:
Deus, inteligência das inteligências, causa das causas, lei das leis, princípio dos princípios, razão das razões, consciência das consciências.
Bem tinha razão Isaac Newton ao descobrir-se, toda vez que pronunciava Vosso Nome.
Deus, Pai bondoso, eu vos encontro na natureza, Vossa filha e nossa mãe.
Eu vos reconheço, Senhor, na poesia da Criação, no vento que dedilha harmonias na cabeleira das árvores.
Nas cores que se apresentam tão diversificadas em matizes e gradações.
Nas águas que rolam, silentes, em córregos minúsculos, nas cachoeiras que se lançam, ruidosas, de alturas consideráveis, no verdor da grama que atapeta o jardim e as praças.
Reconheço-vos, Pai, na flor dos jardins e pomares, na relva dos vales, no matiz dos campos, na brisa dos prados.
Senhor, eu vos encontro no perfume das campinas, no murmúrio das fontes, no rumorejo das menores ramificações das copas das árvores.
Também vos descubro na música dos bosques, na placidez dos lagos, na altivez dos montes, na amplidão dos oceanos, na majestade do firmamento.
Eu vos vejo, Senhor, na criança que sorri, brinca, pula e distribui alegrias, provocando risos.
Eu vos reconheço, Pai, no ancião que anda lento, que tropeça. Mas, sobretudo, na inteligência que ele revela, resultado de suas experiências bem vividas.
Eu vos descubro no mendigo que implora, na mão que assiste, na mãe que vela, no pai que instrui, no apóstolo que evangeliza.
Deus! Reconheço-vos no amor da esposa, no afeto do filho, na estima da irmã, na misericórdia indulgente.
E vos encontro, Senhor, na fé do que a tem, na esperança dos povos, na caridade dos bons, na inteireza dos íntegros.
Reconheço-vos, Senhor, na inspiração do poeta, na eloquência do orador, na criatividade do artista.
Também vos encontro na sabedoria do filósofo, na intelectualidade do estudioso, nos fogos do gênio!
E estais ainda nas auroras polares, no argênteo da lua, no brilho do sol, na fulgência das estrelas, no fulgor das constelações.
Deus! Reconheço-vos na formação das nebulosas, na origem dos mundos, na gênese dos sóis, no berço das humanidades, na maravilha, no esplendor, no sublime do infinito!
Por fim, entendo, com Jesus, quando ora:
Pai nosso, que estais nos céus...
Ou com os anjos quando cantam: Glória a Deus nas alturas...
Redação do Momento Espírita, com base em 
poema de Eurípedes Barsanulfo, do livro 
O homem e a missão, de Corina Novelino,
 ed. IDE.
Em 9.12.2016.

Aconteceu no Dia

Al Pacino é a estrela no clássico Scarface

09-12-1983
O consagrado ator Al Pacino era uma das estrelas do clássico filme Scarface, que estreava nos cinemas nos Estados Unidos em um dia como este, no ano de 1983. O ator de Nova York interpretava um refugiado cubano que se tornou o chefão do crime em Miami.
 
Em Scarface, Pacino era Tony Montana, que deixou Cuba para tentar a vida 
na Flórida, onde enriqueceu com o negócio da cocaína. As coisas começam a ruir quando Tony se tornou um viciado em drogas e seu mundo é transformado pela violência. Dirigido por Brian De Palma, com roteiro de Oliver Stone, Scarface teve no seu elenco Michelle Pfeiffer, Steven Bauer, Mary Elizabeth Mastrantonio e Robert Loggia.
 
O filme foi levemente baseado em um filme de gangster de 1932 de mesmo nome, dirigido por Howard Hawks e, declaradamente, inspirado, em parte, no mafioso da vida real Al "Scarface" Capone. Scarface dividiu a opiniões e foi criticado por sua violência. Isso, no entanto, não impediu que a obra se tornasse um sucesso de bilheteria e entrasse para a cultura popular.

Musica

Resultado de imagem para musica

Words Get In The Way
I realize you're seeing someone new
I don't believe she knows you like I do
Your temperamental moody side
the one you always try to hide from me

But I know when you have something on your mind
You've been trying to tell me for the longest time
And before you break my heart in two
There's something I've been trying to say to you

(chorus)
But the words get in the way
There's so much I want to say
But it's locked deep inside
And if you look in my eyes
We might fall in love again
I won't even start to cry
And before we say goodbye
I tried to say "I love you"
But the words get in the way

Your heart has always been an open door
But baby I don't even know you anymore
And despite the fact it's hurting me
I know the time has come to set you free

(chorus)

I'm trying to say "I love you"
But the words get in the way
As palavras fogem
Eu percebi que você está saindo com outra
Eu não acredito que ela te conheça tanto quanto eu
Seu lado mal-humorado e temperamental
Que você sempre tentou esconder de mim

Mas eu sei quando tem alguma coisa te atormentando
Você estava tentando me dizer alguma coisa há muito tempo
E antes de partir meu coração em dois
Tem algo que eu tenho tentado te dizer

(refrão)
Mas as palavras fogem
Tem tanta coisa que eu queria te falar
Mas está trancado no fundo do meu peito
E se você olhasse bem nos meus olhos
Nós poderíamos nos apaixonar de novo
Eu nem vou começar a chorar
E antes de dizermos adeus
Eu tentarei dizer que te amo
Mas as palavras fogem

Seu coração sempre foi um livro aberto
Mas baby eu nem te reconheço mais
E embora isso me machuque muito
Eu sei que é a hora de te deixar partir

(Refrão)

Estou tentando te dizer te amo
Mas as palavras fogem

Programas que Amamos

Status

Resultado de imagem para arrependimento

 “O arrependimento pode tocar-lhe o coração, se orardes com fé.” Evangelho Segundo o Espiritismo

Noticias do Meio

Doar Sangue é salvar vidas

Enviado em 8 de dezembro de 2016 | Publicado por Juliana Chagas 

sangueÉ importante conscientizar a população sobre a importância de se doar sangue. Uma simples doação pode ajudar no mínimo quatro pessoas.
Doar sangue é um gesto de solidariedade, e um ato de salvar vidas. É muito importante e gratificante, satisfatório saber que você está podendo ajudar alguém.
Para realizar a doação é preciso estar em boas condições de saúde, alimentado, além de ter entre 16 e 69 anos (para menores, consultar site da Pró-Sangue), pesar mais de 50 kg e levar o documento de identidade original com foto.
Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação.
Estamos chegando ao final de mais um ano, e ser um doador de sangue pode se tornar uma de nossas metas agora ou mesmo para o novo ano.
Lembre-se: o sangue que corre em você já poderia ter corrido em outras veias.
Mais informação ligue no Alô Pró-Sangue 0800 55 0300, no site: www.prosangue.sp.gov.br, no twitter @pro_sangue ou no facebook /prosangue.

Emmanuel

Emmanuel

Os obstáculos e problemas, em maioria, com que somos defrontados na desincumbência de nossos deveres partem de nós e não dos outros

Um pouco de Chico

Um pouco de Chico
CONVERSA OU TRABALHO 
Numa singela sala residencial, em Pedro Leopoldo, a conversação ia animada. Muitos assuntos. Muitas referências. A palestra começara às cinco da tarde e o relógio anunciava onze da noite. Chico ia começar uma variação de tema, quando viu Emmanuel a chamá­lo para o interior doméstico. O médium pediu licença e foi atender. — Você sabe que hoje temos a tarefa do livro em recepção e já estamos atrasados... —  falou o amigo espiritual. — É verdade — concordou o Chico —, entretanto, tenho visitas e estamos conversando. — Sem dúvida — considerou o Guia — compreendemos a oportunidade de uma a duas horas de entendimento fraterno para atender aos irmãos sem objetivo, porque, às vezes, através da banalidade, podemos algo fazer na sementeira de luz... Mas não entendo, seis horas a fio de conversação sem proveito. O médium nada respondeu. Indeciso, deixara correr os minutos, quando Emmanuel lhe disse: — Bem, eu não disponho de mais tempo. Você decide. Converse ou trabalhe. Chico não mais vacilou. Deixou a palestração que prosseguia, cada vez mais acesa na sala e confiou­se à tarefa que o aguardava com a assistência generosa do benfeitor espiritual. 

Estudos Nosso Lar

Estudos Nosso Lar
VIII. A Terra é oficina sagrada, e ninguém a menosprezará, sem conhecer o preço do terrível engano a que submeteu o próprio coração. (Emmanuel, prefácio, pág. 11.) 

Momento Espirita

Momento Espírita
O próximo instante

Se existe algo realmente certo, nesta vida, chama-se morte. Nenhum de nós, por mais rico, bonito, charmoso, bem-sucedido poderá se furtar a ela.
Ela não pede licença e não se importa se estamos programando nossa aposentadoria, a viagem dos sonhos, o casamento, a primeira gravidez, a formatura do filho.
Ela não olha idade, cor, nacionalidade. De forma que nos parece incoerente, muitas vezes, leva o jovem saudável e se esquece do idoso enfermo.
Segundo nosso conceito, arrebanha os bons e esquece os maus. Leva quem está começando a vida e deixa quem já se mostra um tanto cansado dela.
Muito democrática, ela mostra, em síntese, que todos somos iguais e temos um destino comum: a saída desta vida para outra levando nada a não ser nós mesmos.
Todos nossos bens ficarão por aqui, para serem usufruídos por outros, se tivemos a lembrança de os legar, antes de partirmos.
E, por maior seja o nosso status no mundo, ou o patrimônio que tenhamos, nada disso poderá comprar a nossa tentativa de não morrer.
Essa é uma realidade palpável, que se nos apresenta todos os dias, pois todos os dias temos notícias do ator que se foi, do amigo que partiu, do parente que morreu.
E, de uma forma paradoxal, a cada um desses eventos nos mostramos surpresos, como se fosse algo inusitado.
Por isso mesmo seria importante que, vez ou outra, nos detivéssemos a pensar um pouco sobre a nossa morte e a nossa imortalidade.
Pensando na transitoriedade de nossa vida na Terra, muitas das coisas pelas quais brigamos, disputamos, nos desentendemos, deixariam de ter importância.
Afinal de contas, de que nos valeriam mais algumas propriedades, uma conta corrente mais expressiva, alguns títulos cambiais se poderemos, logo mais, tudo deixar por aqui?
Mesmo que pensemos em legado aos nossos filhos, importante ter em conta que, mais do que tudo, devemos lhes oferecer os valores que não morrem, aqueles que o ladrão não rouba, nem a bolsa de valores pode destruir.
Também deixariam de ter valor nossas brigas infantis por tudo e quase nada; nossos comentários maldosos sobre essa ou aquela pessoa; nossas defesas por esse ou aquele ponto de vista.
Por esse motivo é que Jesus discorre na parábola sobre o homem rico que, tendo muitos frutos para colher, planejou derrubar os seus celeiros, construir outros maiores e ali recolher todos os seus bens.
E, feliz, diria para si mesmo: Tenho muitos bens para muitos anos. Então, descansarei, comerei, beberei e terei prazeres.
Mas, conclui o sábio Mestre, Deus lhe disse: Louco! Esta noite mesmo te pedirão a alma. E tudo o que tens, para quem irá?
Por tudo isso, exercitemos a humildade porque, afinal, não sabemos se o próximo instante será o do mergulho para o outro lado.
Nenhum de nós sabe se adormecerá hoje e não tornará a abrir os olhos, sobre esta Terra.
Como bem afirmou Jesus: A hora somente Deus o sabe.
Pensemos nisso e vivamos como quem tem plena consciência da sua passagem rápida sobre este bendito planeta.
Redação do Momento Espírita, com base
 no capítulo 12, do Evangelho de Lucas.
Em 8.12.2016.

Aconteceu no Dia

EUA declara guerra ao Império do Japão

08-12-1941
Em um dia como este, no ano de 1941, enquanto a base de Pearl Habor estava em ruínas, chegava ao presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, uma declaração de guerra contra o Japão. Em seu discurso, ele disse: "ontem, 7 de dezembro de 1941, uma data que viverá na infâmia, os Estados Unidos da América foram deliberadamente atacados pelas forças navais e aéreas do Império do Japão. Não importa quanto tempo demore para superar essa invasão premeditada, o povo americano em seu justo poder vencerá até a vitória absoluta."
Depois de um discurso de 10 minutos, Roosevelt foi aplaudido e, na tarde daquele dia, a declaração de guerra estava assinada. O presidente dos EUA usava uma faixa preta em seu braço para simbolizar o luto pelas vidas perdidas em Pearl Harbor. Depois disso, grupos de defesa norte-americanos foram mobilizados nas duas costas do país. Em Nova York, cidadãos japoneses foram transportados para Ilha Ellis e mantidos em custódia por tempo indeterminado. Relatórios sobre a suposta atividade de espionagem por parte dos japoneses-americanos começaram a chegar a Washington, assim como nipo-americanos pagaram por espaços nos jornais para declarar lealdade aos EUA. Era o começo de um contra-ataque que causaria terríveis consequências ao Japão.

Momento Espirita

Momento Espírita
Algo por eles, neste Natal

Natal é tempo de pensar nos outros.
Vemos o quanto é bom compartilhar, dividir e trocar o eu pelo nós.
Natal é tempo de lavar a psicofera do mundo.
Parece que ao longo dos meses do ano respiramos um ar pesado, difícil. Os pensamentos quase sempre estão em complicações, indignações, revoltas e tristezas várias.
O mundo anda tenso, inseguro, pessimista.
O Natal é a chance de quebrarmos isso, trazendo a figura de Jesus de volta para nossos corações.
Recordar aquele nascimento tão cheio de esperança, de docilidade e delicadeza que tantas vezes representamos nos palcos da Terra.
Parece que Ele nasce todos os anos... E isso nos acalma...
Enxerguemos cada Natal como esta chance de recomeçar, de renascer do Espírito, sem medo, sem traumas, com energias e vontade renovadas.
Nada de reclamações, nada de pessimismo, nada de palavras que mais nos afundam do que nos salvam.
Seriedade, sim. Compromisso com o bem, sempre. Porém, não deixemos que esses ares tão cheios de alegria se percam ao longo dos próximos meses.
Não esqueçamos de manter esse laço sempre apertado, o laço entre nós e o Criador, através da prece.
Conversemos sobre nós, façamos nosso balanço, agradeçamos, reflitamos. Peçamos algo, se achar que devemos, mas peçamos com sabedoria.
Não deixemos de orar pelo mundo e por aqueles que sofrem, pelos menos esclarecidos, pelos que caem, pelos que ainda não despertaram.
Jesus estará renascendo para eles também.
*   *   *
Compadeçamo-nos de todos aqueles que não podem ou não sabem esperar. Eles estão em toda parte...
Quase sempre são vítimas da inquietação e do medo.
São casais que não se toleram nas primeiras rusgas do matrimônio e desfazem a união em que se compromissaram, abraçando riscos pelos quais, em muitas circunstâncias, cedo se encaminham para sofrimento maior.
São mães que rejeitam os filhos que carregam no seio, entregando-se à prática do aborto, recusando a presença de criaturas que se lhes fariam instrumentos de redenção e reconforto no futuro, caindo, às vezes, em largas faixas de doença ou desequilíbrio.
São amigos doentes ou desesperados que se rebelam contra os supostos desgostos da vida e se inclinam para o suicídio, destruindo os recursos e oportunidades que transportariam para a conquista da vitória e da paz em si mesmos.
São jovens, famintos de liberdade e prazer que, impedidos naturalmente do acesso a satisfações imediatas, se entregam ao abuso dos alucinógenos, estragando as faculdades com que o tempo os auxiliaria na construção da felicidade futura.
Neste Natal, façamos algo por eles, os nossos irmãos que ignoram ou que não querem aceitar os benefícios da serenidade e da esperança.
Pronunciemos algumas frases de otimismo e encorajamento.
Escrevamos algum bilhete que os reanime para a bênção de viver e servir.
Estendamos simpatia em algum gesto espontâneo de gentileza.
Não nos declaremos sem possibilidade de contribuir, nem digamos que temos todas as horas tomadas por encargos e serviços dos quais não nos podemos distanciar.
Façamos algo, no soerguimento do bem.
Nas realizações da fraternidade, quem ama faz o tempo.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Algo por eles, do livro Deus aguarda, pelo Espírito
 Meimei, psicografia de Francisco Cândido Xavier,
 ed. GEEM.
Em 6.12.2016.

Aconteceu no dia

Descobertas as ruínas de Micenas


06-12-1870
Um arqueólogo alemão aficionado, Heinrich Schliemann, foi responsável por alguns dos descobrimentos mais famosos do século XIX. Em 1870, começou a escavar o pequeno monte chamado Hissarlikm, na Turquia, e descobriu o que se acreditava ser as ruinas de Troia. Na Grécia, encontrou o território de Micenas em 6 de dezembro desse mesmo ano. Descobrimentos de fortificações, cerâmica, ornamentos e túmulos reais, contendo ouro e outros artigos, demonstraram a existência de uma civilização muito desenvolvida que havia florescido de 1.500 a 1.200 a.C. O trabalho de Schliemann foi continuado por numerosos arqueólogos no século XX. No segundo milênio antes de Cristo, Micenas era um dos maiores centros da civilização grega, uma fortaleza militar que dominava grande parte do sul da Grécia. O período da história grega compreendido entre 1.600 e 1.100 a.C.denomina-se micênico, que é um reconhecimento à posição de liderança desse lugar. Vale destacar que os habitantes desse período chamaram a si mesmos de "aqueos" e são os gregos heroicos.

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org