Papinho


Muitas das vezes analisamos os problemas dos outros com sinopse de regularidade e alcance de se resolver.
Esquecendo-lhes que aquele é o maior desafio para ele, como uma criança que ao iniciar suas refeições com talheres encontra dificuldades ao segurá-los.
Para um adulto saudável é a coisa mais fácil do mundo segurar aquele talher; apenas o observa e aguarda o tempo com sabedoria de que logo aquela criança dominará aquele desafio.
Assim nós, espíritas, temos que agir diante de um irmão com uma problemática de solução relativamente fácil, a nosso ver. Observemos e aguardemos o momento certo de orientá-lo, se for necessário.
Verificar também se você serve de exemplo, antes de abrir os lábios a aconselhar.
Afim de esquecer seus egos, visando somente os desamores e aprendizado de nossos companheiros, lembre sempre que a natureza não dá saltos e que são necessários os espinhos nas rosas.
Isabelle.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org