Aurora Musical: La Barca (Férias reapresentação)

Aurora Musical: La Barca: A Barca Dizem que a distância faz esquecido, Porém não acredito em tal razão, Pois eu seguirei só sendo um cativo Desses caprichos...

Campeões de Audiência RADIESTESIA

pendulosino
Aurora Boreal: RADIESTESIA:   RADIESTESIA    António Malão A RADIESTESIA é a ciência que detecta e mede energias sutis através dos instrumentos radiestésicos. Essa ...

Matérias mais lidas (Reapresentação) Estudos


O UMBRAL



Localiza-se em um universo paralelo que ocupa um espaço invisível aos nossos sentidos que vai do solo terrestre até a algumas dezenas de metros de altura na nossa atmosfera.
O tempo, e as condições climáticas do Umbral seguem um ritmo equivalente ao local terrestre onde se encontra. Quando é noite sobre uma cidade, é noite em sua equivalência no Umbral. A névoa densa que cobre toda atmosfera dificulta a penetração da luz solar e da lua. A impressão que se tem é que o dia é formado por um longo e sombrio fim de tarde. A noite não é possível ver as estrelas e a lua aparece com a cor avermelhada entre grossas nuvens. Sua maior concentração populacional está junto as regiões mais populosas do globo. Encontramos cidades de todos os portes, grupos de nômades e espíritos solitários que habitam pântanos, florestas e abismos.
É descrito por quem já esteve lá como sendo um ambiente depressivo, angustiante, de vegetação feia, ambientes sujos, fedorentos, de clima e ar pesado e sufocante. Para alguns espíritos é uma região terrível e horripilante. Para outros é o local onde optaram viver. A vegetação vária de acordo com a região do Umbral. Muitas vezes constituída por pouca variedade de plantas. As árvores são normalmente de baixa estatura, com troncos grossos e retorcidos, de pouca folhagem. Existem também áreas desertas, locais rochosos, e lugares de vegetação rasteira composta de ervas e capim. É possível encontrar alguns tipos de animais e aves desprovidos de beleza. No Umbral se encontram montanhas, vales, rios, grutas, cavernas, penhascos, planícies, regiões de pântano e todas as formas que podem ser encontradas na Terra.
Como os espíritos sempre se agrupam por afinidade (igual a todos nós aqui na Terra), ou seja, se unem de acordo com seu nível vibracional, existem inúmeras cidades habitadas por espíritos semelhantes. Algumas cidades se apresentam mais organizadas e limpas do que outras. Todas possuem espíritos lideres que são chamados de diversos nomes: chefes, governadores, mestres, presidentes, imperadores, reis, etc. São espíritos inteligentes mas que usam sua inteligência para a prática consciente do mal. São estudiosos de magia, conhecem muito bem a natureza e adoram o poder, quase sempre odeiam o bem e os bons que podem por em risco sua posição de liderança.
Há grupos de pessoas nas cidades que trabalham para os chefes. Acreditam ter liberdade e muitas vezes gostam de servirem seu chefe na ansiedade pelo poder e status. Consideram-se livres, mas na verdade não o são, ao menor erro ou na tentativa de fugir são duramente punidos.
Existem os espíritos escravos que vivem nas cidades realizando trabalho e mantendo sua estrutura sem receberem nada em troca além da possibilidade de lá morarem. São duramente castigados quando desobedecem e vivem cercados pelo medo imposto pelo chefe da cidade.
As cidades possuem construções semelhantes as que encontramos nas cidades da Terra. As maiores construções são de propriedade do chefe e de seus protegidos. Sempre existem locais grandiosos para festas, e local para realização de julgamentos dos que lá habitam. Em cada cidade existem leis diferentes especificadas pelos seus lideres. Lá também encontramos bibliotecas recheadas de livros dedicados a tudo que de mal e negativo possa existir. Muitos livros e revistas publicados na Terra são encontrado lá, principalmente os de conteúdo pornográfico.
Pode-se se perguntar. Porque é permitido que existam estes chefes e desta estrutura negativa de tanto sofrimento? Deus nos permite tudo, ele nos deu o livre arbítrio. O homem tem total liberdade para fazer tudo de ruim ou tudo de bom. Quando faz ou constrói algo de ruim acaba se prejudicando com isso e aos poucos, com o passar de anos ou de séculos vai aprendendo que o único caminho para a libertação do sofrimento e da felicidade plena é a prática do bem. A vida na Terra e no Umbral funcionam como grandes escolas onde aprendemos no amor ou na dor.
Ninguém vai para o UMBRAL por castigo. A pessoa vai para o lugar que melhor se adapta a sua vibração espiritual. Quando deseja melhorar existe quem ajude. Quando não deseja melhorar fica no lugar em que escolheu. Todos que sofrem no Umbral um dia são resgatados por espíritos do bem e levados para tratamento para que melhorem e possam viver em planos de vibrações superiores. Existem muitos que ficam no Umbral por livre e espontânea vontade se aproveitando do poder e dos benefícios que acreditam ter em seus mundos.
Além das cidades encontramos o que é chamado de Núcleos. Não constitui uma cidade organizada como conhecemos, mas se trata de um agrupamento de espíritos semelhantes. Os grupamentos maiores e mais conhecidos são os dos suicidas. Estes núcleos são encontrados nas regiões montanhosas, nos abismos e vales. Por serem espíritos perturbados são considerados inúteis pelos habitantes do Umbral e por isto não são aceitos e nem levados para as cidades em volta. Os vales dos suicidas são muito visitados por espíritos bons e ruins. Os bons tentam resgatar aqueles que desejam sair dali por terem se arrependido com sinceridade do que fizeram. Os espíritos ruins fazem suas visitas para se divertirem, para zombarem ou para maltratarem inimigos que lá se encontram em desespero. Não é difícil imaginar um local com centenas de milhares de pessoas que cometeram suicídio, todas ali unidas, sem entender o que está acontecendo já que não estão mortas como desejariam estar.
Existem os núcleos de drogados onde também existem pequenas cidades. Existem algumas poucas cidades de drogados de porte grande no Umbral. Realizam-se grandes festas e são cidades movimentadas. Existem relatos psicografados sobre uma região de drogados chamada de Vale das Bonecas e cidades como a de Tongo que é liderada por um Rei. Para todo tipo de vício da carne existem cidades e núcleos de viciados. Por exemplo, existem cidades de alcoólatras ou de compulsivos sexuais. Todos os viciados costumam visitar o planeta Terra em bandos para sugarem as energias prazerosas dos vivos que possuem os mesmos vícios.
É comum a existência de núcleos de marginais. Locais onde estão reunidos assaltantes, assassinos, ladrões, traficantes, e outros tipos de criminosos em sintonia mútua.
Nas regiões fora das cidades e longe dos núcleos encontramos andarilhos solitários, espíritos considerados inúteis até pelos povos de cidades e núcleos do Umbral.
Grandes tempestades de chuva e raios ocorrem em todo Umbral. Tem importante função de limpar os excessos de energias negativas acumuladas no solo e no ar, tornando o ambiente menos insuportável aos seus habitantes.
As cidades, tribos e vilarejos do Umbral normalmente possuem chefes ou lideres. São pessoas inteligentes com capacidade de liderança que costumam controlar, dominar e explorar as almas que nestas cidades residem. Como pode ver não é muito diferente da vida aqui na Terra onde temos exploradores e explorados. Exercem seu controle a partir do medo, das mentiras, da escravidão, de regras rígidas e violência. Algumas sabem que estão no Umbral e sabem que trabalham pelo mal das pessoas. Seu reinado não dura muito tempo já que espíritos superiores trabalham para convencer sobre o mal que faz a si mesmo fazendo o mal aos outros. É comum que estes “chefes” desapareçam inesperadamente destas cidades por terem sido resgatados por bons Samaritanos em sua missão. Em pouco tempo uma nova liderança acaba assumindo o posto de chefe nestas cidades.
As regiões umbralinas são as que mais se parecem com a Terra. Os espíritos por estarem ainda muito atrelados a vida material, por lhe faltarem informação e conhecimento acabam vivendo suas vidas como se realmente estivessem vivos. As necessidades básicas do corpo acabam se manifestando nestes espíritos. Sofrem por sentirem dores, sono, fome, sede, desejos diversos.
No Umbral encontramos grupos de pessoas que se consideram justiceiras. Coletam espíritos desorientados em hospitais, cemitérios, e no próprio umbral. Pessoas que fizeram muito mal a outras durante a vida ou em outras vidas, e pessoas que fizeram poucos amigos e por isto não tem quem as possa ajudar. Estes espíritos sedentos de vingança e de justiça feita pelas próprias mãos conseguem aprisionar e escravizar as pessoas que capturam. Acreditam que as pessoas que estão no Umbral só estão lá por merecimento. E isto não deixa de ser verdade. Mas no lugar de ajudar estas pessoas eles a maltratam por vingança e ódio pelo mal que cometeram em quanto estavam vivas.
Somente quando estas pessoas se arrependem dos erros que cometem na Terra e esquecem os sentimentos negativos que ainda nutrem é que os espíritos mais elevados conseguem se aproximar para seu resgate.

Noticias do meio

WhatsApp se torna ferramenta de trabalho
Cada vez mais empresas usam aplicativo de mensagem rápida para conectar funcionários

Nayara Fraga
Apesar de as operadoras de telefonia móvel dizerem que está longe o dia em que os brasileiros aposentarão a tradicional mensagem de texto (ou SMS), os serviços de mensagem instantânea vêm ganhando cada vez mais espaço. Basta olhar de relance os dedos velozes no metrô, nas salas de espera dos consultórios médicos ou até no trabalho. A ideia do bate-papo contínuo - permitido por simples aplicativos em smartphones -, definitivamente, pegou.

E não só entre amigos, ou entre pais e filhos. Além das Famílias Silvas, Soares ou Pereiras, muitos grupos com finalidade corporativa têm surgido no WhatsApp, um dos aplicativos mais populares no mundo e no Brasil. As que têm DNA digital, em particular, são as que tiram proveito do aplicativo.

A brasileira Easy Taxi, dona de um aplicativo que serve para pedir táxi, tem 28 grupos no WhatsApp. Há a turma dos diretores, do marketing, do pessoal de desenvolvimento de projetos... "Ele é indispensável para a gestão das minhas equipes, que estão espalhadas por dez países, em 20 cidades diferentes", diz o presidente da empresa, Tallis Gomes.

O executivo não vê o aplicativo como um substituto do e-mail ou do telefone, mas acredita que não há meio melhor para se comunicar rapidamente no celular. "Eu até vejo quando meu sócio leu ou não a mensagem." (O WhatsApp tem uma função que informa o horário da última visita ao programa. )

É uma questão de praticidade que tem mudado a dinâmica de algumas companhias. Em vez de mandar os 17 números do cartão de crédito para a secretária por e-mail, ou informá-los numa ligação, por exemplo, o CEO da produtora digital Safari, Daniel Santos, manda a foto do cartão de uma vez. Em outra situação, no lugar de esperar chegar à empresa para passar o briefing de determinado cliente à equipe, ele envia a foto do papel. A produtora tem cinco grupos no WhatsApp: diretores, planejamento estratégico, produção, criação e o batizado de "we" (nós, em inglês), onde os funcionários trocam piadas.

Hoje, 12 bilhões de mensagens são trocadas dentro dos grupos criados no WhatsApp, que tem mais de 200 milhões de usuários no mundo. A companhia que criou o aplicativo sabe de usos em grupo que vão desde atletas italianos que marcam o jogo de basquete pelo programa até policiais que investigam crimes. Mas a capacidade de permitir a formação de grupos em aplicações, no entanto, não é novidade. Vários serviços de e-mail, como os do Yahoo e do Google, oferecem essa possibilidade há anos. A diferença é que o WhatsApp e seus similares foram pensados completamente para smartphone. Outros exemplos de aplicativos que permitem a conversa com várias pessoas ao mesmo tempo são KakaoTalk e Kik Messenger.

A característica comum que contribui para o crescimento desses programas é a gratuidade ou o baixo preço. O WhatsApp cobra US$ 0,99 dos usuários de iPhone pelo download do aplicativo e vai começar a exigir o mesmo valor para assinatura anual de usuários de Android.

Esse fácil acesso faz praticamente certa a hipótese de um dono de smartphone ter esse tipo de aplicativo no aparelho. Para as empresas, é uma barreira a menos a vencer - principalmente para as pequenas e médias, que não têm condições de entregar a cada funcionário um smartphone. É também uma alternativa a ferramentas de comunicação em grupo fornecidas por grandes empresas de tecnologias, que exigem um orçamento mais robusto.

Renata Mendes, dona de uma clínica de aparelhos para surdez baseada em Belo Horizonte, optou pelo WhatsApp para conversar com as fonoaudiólogas que saem para trabalho de campo. Alguma dúvida surgida durante a visita a um médico, por exemplo, é esclarecida na mesma hora. Lá, há dois grupos, sendo um deles apenas com as sete mulheres da empresa, onde os assuntos ultrapassam o trabalho. "Agora mesmo estou recebendo várias mensagens", disse a executiva, após o expediente, durante conversa por telefone.

Disponível 24h. Para Carlos D’Andréa, professor do departamento de comunicação da UFMG e pesquisador de redes sociais, o WhatsApp é o "sintoma claro da era da hipersociabilidade". Isso porque ele agrega à função de SMS vários recursos de redes sociais ou de mensageiros antes restritos à desktops (como os emoticons e o aviso de que "a pessoa está digitando" do antigo MSN Messenger).

Um dos lados negativos, na avaliação dele, é a disponibilidade integral da pessoa. "É mais uma camada de demanda que você acrescenta ao simples fato de ter celular e já poder ser encontrado a qualquer momento." Soma-se a isso a necessidade de resposta imediata que esses aplicativos criam. Deixar para responder depois - seja para refletir melhor sobre o que vai digitar ou porque você está ocupado naquele momento - pode passar a impressão de estar ignorando o colega. O horário em que leu a mensagem (recurso também presente no Facebook Messenger) delata.

Aviso


Calma!Calma!!!
Temos recebido muitos emails,reclamando de nossos arquivos de áudio,como Nosso Lar,o Evangelino entre outros,realmente nosso banco de dados de áudio estar com problemas, iremos mudar de plataforma de áudio pra melhorar isso,mas temos que esperar o contrato do vigente terminar que é 15/06/13,para então podemos contratar outra plataforma,até lá CALMA.,que os arquivos de áudios  e estudos não se perderam estão todos aqui na matriz.


Agora Sim!!!

Estamos em ritmo de ferias!!!
Estamos indo em direção a Piúma
Vivendas do Sol nos espera:





Noticias do Meio

Opportunity encontra possíveis sinais de condição de vida em Marte
Rocha marciana analisada por veículo explorador contém amostras de barro formado em água não-ácida, ambiente adequado para que a química da vida tenha se desenvolvido no passado


A imagem fornecida pela NASA neste sábado mostra uma vista panorâmica do Opportunity a partir do “Solander Point”
Foto: AP

 Uma rocha marciana analisada pelo veículo explorador de Marte Opportunity, contém amostras de barro formado em água não-ácida, um ambiente potencialmente adequado para que a química da vida tenha se desenvolvido no passado.
O Opportunity, movido a energia solar, pousou em Marte em janeiro de 2004, para o que se esperava que fosse uma missão de 90 dias, em busca de sinais de que já houve água no planeta. Ele e um segundo veículo de exploração, o Spirit, que sucumbiu ao inóspito ambiente marciano há três anos, tinham encontrado rochas modificadas por água altamente ácida.

RADIESTESIA


 RADIESTESIA  António Malão
A RADIESTESIA é a ciência que detecta e mede energias sutis através dos instrumentos radiestésicos. Essa capacidade radiestésica se consiste em uma faculdade supra sensorial (subconsciente) inerente à todos os seres humanos, que permite a captação de energias sutis através do corpo humano (radius = radiação // aisthesis = sensibilidade).
O corpo humano sabe; sua sabedoria está baseada não só na perfeição da máquina humana, como também na ligação do subconsciente humano com o inconsciente coletivo, também chamado de mente universal, inteligência infinita, etc, que possui todas as respostas, por ser coletivo.
A radiestesia é praticada à milhares de anos, sendo muito conhecida e utilizada pelos Gregos, Romanos, Chineses eEgípcios.
Teve um grande número de adeptos na renascença, mas é a partir de 1798, com o início do uso do pêndulo, que sua prática se generaliza. No Brasil, seu marco inicial é o trabalho do padre Jean Louis Bourdoux na cidade de Poconé (MT) e o livro "Noções práticas de radiestesia para os missionários", escrito pelo padre Alexis Mermet, que foi o criador da radiestesia médica (ele é considerado, até hoje, o "príncipe dos radiestesistas").
O abade Alexis Bouly foi o criador da expressão radiestesia. Antigamente, a radiestesia era conhecida pelo nome deRabdomancia. Esse termo designa o uso de varas em forma de forquilha para a prospecção de mananciais de água subterrânea, veios minerais, etc (rhabdos = vara // mancia = adivinhação).
Instrumentos Radiestésicos - São os instrumentos materiais que fazem a ponte entre o consciente e o inconsciente do operador.
Todos funcionam por convenção mental e todos trabalham por equilíbrio, ou seja, o desequilíbrio é considerado como sim ou não, de acordo com a convenção.
Existem determinados movimentos aceitos universalmente na radiestesia, portanto procure sempre utilizar essesmovimentos, porque assim você estará se beneficiando com a egrégora existente desses movimentos, tornando seus trabalhos mais fáceis (siga pelo "caminho" aberto pelos grandes radiestesistas, e que servem de guia para todos).

 Radiestesia de Ondas de Formas - As ondas de formas são as emissões devidas às formas, pois todas as formas emitem energia. Essa ciência está relacionada com todas as práticas envolvendo gráficos e formas.
 Ao se analisar uma forma geométrica como, por ex, a pirâmide, pode-se verificar que ela emite determinadas energias de acordo com suas medidas (na proporção: raio=1 // base = 2 / altura do lado = fi [0,1618033 / seção áurea ou número dourado]).
Se essas medidas forem alteradas, também será alterada a emissão de energia da pirâmide.
O pêndulo e outros instrumentos radiestésicos detectam essas emissões de energia, fornecendo ao radiestesista as informações necessárias ao seu trabalho através de oscilações e/ou movimentos pré-definidos que utilizam o conceito de inconsciente coletivo, aonde a pergunta feita com o auxílio do pêndulo se traduz em um binômio sim/não.


pendulosino
Hoje em dia, a radiestesia possui 4 ramos, que são os seguintes:


 1) Radiestesia de Ambientes - Trata-se da detecção e anulação de fontes de energia telúrica que estão presentes no subsolo, e que causam distúrbios energéticos no ambiente em que se encontram.
Essas energias de origem geobiológica afetam as pessoas, plantas e animais dentro de uma casa, escritório, etc, e podem causar irritação, insônia, fraqueza e falta de concentração. 
2) Radiestesia Médica - Através dos gráficos radiestésicos, o radiestesista faz uma completa varredura energética na pessoa e em sua aura, restabelecendo o equilíbrio de suas energias físicas, mentais e sutis, curando doenças existentes e prevenindo o aparecimento de futuros distúrbios.


Gráfico para pêndulo SIM e NÃO
3) Radiestesia Hidro Mineral
 - É a antiga rabdomancia, aonde o radiestesista, com o auxílio dos instrumentos radiestésicos, descobre mananciais de água subterrânea, veios minerais, etc.
4) Tele-Radiestesia ou Tele-Psicometria - Com o auxílio de um mapa, um testemunho e os instrumentos radiestésicos, oradiestesista determina o paradeiro de uma pessoa, objeto ou nimal perdido, sem importar a distância aonde se encontrem Esse mapa mostra a incidência de energias geobiológicas dentro de uma casa.

A presença de um desses fatores (correntes de água subterrânea, falhas telúricas, rede geobiológica de Hartmann, entre outros) e/ou seu cruzamento em um mesmo ponto  altamente prejudicial à saúde, pois essas energias interferem na aura dos seres vivos que se encontram dentro do ambiente. Existe algum lugar de sua casa no qual você sente calafrios ou não gosta de entrar? Suas plantas e flores estão morrendo? Seus bichinhos de estimação ou alguém que mora em sua casa tem ficado doentes? Você tem dormido mal ultimamente?
Se a resposta para qualquer uma dessas perguntas for sim, sua casa pode estar com focos de energia negativa.
Uma ciência muito antiga e se constitui na capacidade que lgumas pessoas possuem de perceber e sentir, de detectar e ualificar com instrumentos, ou sem eles, as energias geradas e irradiadas pelos seres, pelas coisas e pela Terra.
RADIESTESISTAS           

Um radiestesista atua com sua sensibilidade para captar informações das energias da Terra e saber se estas são as
maiores responsáveis pelas doenças, limitações e desarmonias.
Todas as pessoas tem sensibilidade às irradiações das energias, podemos assim classificá-las: Algumas raras pessoas possuem um alto grau de sensibilidade para captar informações corretas das irradiações de energia, com ajuda ou não, de instrumentos: são os Radiestesistas natos.
Algumas pessoas com uma maior sensibilidade podem desenvolver a capacidade de perceber e captar as irradiações e as suas influências.
As outras pessoas mesmo sentindo bem estar ou mal estar provenientes das irradiações, não conseguem desenvolver a sensibilidade da percepção para formular diagnósticos destas energias.
Existem vários instrumentos que são sensíveis às radiações, muitos deles milenares:os pêndulos, as varetas e as forquilhas.                          
                                      
                                              
E as versões atuais dos anteriores:
o dual road e o aura meter. 
dualrood
                                          





         
Hoje em dia dispomos de avançados e precisos instrumentos de medição que detectam e quantificam estas irradiações, como contadores Geiger ou Kombi-test. Outros tão complexos, somente são acessíveis aos centros de pesquisa subvencionados por fundos internacionais.
Geobiologia é a ciência que estuda as energias da terra e as suas relações com os seres vivos. Muitas enfermidades e transtornos sofridos pelas pessoas pareciam associados às radiações procedentes do subsolo. Durante anos foram realizadas pesquisas por médicos, biólogos, geólogos, arquitetos e outros investigadores que foram configurando a ciência que hoje conhecemos como Geobiologia. Hoje ela é reconhecida como ciência e é matéria de estudos em algumas universidades.

A Rede de Linhas Hartmann e as Energias TelúricasAtravés da Geobiologia fazemos a compeensão dos assuntos: Linhas Hartmannpertubações do solo e ondas Nocivas "ON".

O dr. Hartmann, médico alemão e um dos pioneiros pesquisadores da Geobiologia, foi o descobridor das linhas que cobrem todo o planeta Terra em toda a sua extensão denominando-as Rede de Linhas Hartmann. Essas linhas formam um quadriculado de paredes invisíveis de energia, que se elevam verticalmente a grandes alturas e atravessam todos os obstáculos físicos: terra, concreto, tijolos, pedras, etc.

Existem pesquisas sobre energias telúricas no mundo inteiro, como as que foram feitas na União Soviética e outros países. Na França por exemplo, temos as chamadas zonas de câncer, onde as prefeituras procuram evitar qualquer construção.
Através da análise realizada por uma pessoa especializada, são descobertos fatores físicos, energéticos e psíquicos passíveis de causarem perturbações em seus moradores ou funcionários.

Nesta analise é descoberto se dentro da construção existe de Energia Telúrica que é um causador de perturbações e é originada devido à existência de lençóis freáticos, matéria orgânica em decomposição, ocos ou vazios do subsolo, veios de água ou cruzamentos de veios d’água, em locais onde seres vivos permanecem por mais de 2 horas.

Estes acidentes provocam o surgimento de uma energia altamente danosa ao ser humano, principalmente à noite, quando não temos energia solar que contrabalanceia e diminui os efeitos dessa nocividade.

Outros fatores que causam efeitos extremamente nocivos à saúde física, mental e emocional das pessoas é a contaminação elétrica,eletrônica e eletromagnética que ocorrem por exemplo através da existência de poluição causadas por antenas de alta tensão e antenas de celulares.

O Envenenamento da Alma

Pesquisas efetuadas com ratos em laboratório comprovam que quando suas gaiolas são colocadas parte sobre uma zona agredida e desequilibrada por energias telúricas e a outra parte por uma área de boa qualidade, eles tendem a procurar a zona boa, quando a gaiola era colocada inteiramente sobre zonas afetadas o comportamento dos animais tornava-se mais agressivo e a reprodução mais acelerada.

Constataram ainda que doenças como o câncer, muitas vezes está associada a correntes de energia telúrica que incidem sobre o dormitório do doente.

Quando se habita em uma zona perturbada por essas energias, sofre-se suas influencias, sendo uns com menos e outras com menos impacto, já que as pessoas possuem diferentes níveis de resistência a qualquer agente agressor. No entanto, quando tratamos de zonas muito perturbadas, podemos dizer que é uma questão de tempo até que a pessoa manifeste alguns sinais de debilidade.

Estes fatores, cuja nocividade é variável, podem acarretar ou intensificar problemas degenerativos como o câncer, desordens nervosas, fadiga excessiva, problemas cardíacos e circulatórios, doença cuja causa é desconhecida e que não responde a nenhum tratamento, reumatismos e artrites, a lista é muito grande para colocar tudo.

Sintomas que não estão ligados diretamente a doenças físicas, podem também ser indicativos de incidência telúrica, tais como falta concentração, baixo rendimento escolar e depressões.

O Método utilizado para a prevenção e tratamento desses problemas é feito através da utilização da Radiestesia e Radiônica. http://luciana-vieira.blogspot.com/2009_03_01_archive.html

INSTRUMENTOS RADIESTÉSICOS
  RADIESTESIA2



Além do pêndulo o radiestesista pode necessitar de inúmeros outros instrumentos. A escolha do instrumento dependerá do tipo de trabalho radiestésico a ser feito, das condições ambientais e da própria habilidade e sensibilidade do operador. O radiestesista experiente sempre saberá escolher o(s) instrumentos mais adequados ao trabalho que pretende desenvolver, levando em consideração todos os fatores que possam influir no processo.
Os principais instrumentos radiestésicos são o pêndulo e a vareta.

dowsing                                     radiestesia 

MENSAGEM DO GUIA RADIESTÉSICO


“COMO, ONDE, SOBRE O QUÊ E EM QUE MODO QUER QUE SE MANIFESTE O TEU BEM-ESTAR ? PROPONHA-ME AS TUAS ESCOLHAS E POSSIBILIDADES, QUE JUNTOS ENCONTRAREMOS A FORMA JUSTA E A SOLUÇÃO PARA TE FAZER ALCANÇAR OS TEUS MAIS ALTOS PROPÓSITOS”.
 

A física define pêndulo como sendo “uma massa suspensa por um fio flexível”. Por esta definição pode-se deduzir que a falta de um pêndulo usado em radiestesia, o operador pode usar qualquer objeto preso a qualquer fio flexível.
Radiestesistas sensíveis são capazes de obter bons resultados com pêndulos feitos com alianças, pedras, pedaços de metal, tocos de velas, etc. A cor, forma, peso, tamanho e material do pêndulo variam muito e, por isso, enfocaremos apenas o essencial sobre estes aspectos.
A forma simétrica é ideal, pois permite que o pêndulo fique bem centrado. Para trabalhos sobre gráficos, plantas ou mapas recomenda-se um pêndulo pontiagudo para que se veja melhor o que está sendo indicado. Para trabalhos de campo deve-se usar pêndulos mais pesados para que o vento não prejudique o movimento pendular.
Normalmente os radiestesistas muito sensíveis preferem pêndulos mais pesados. O pêndulo pode ser feito de qualquer material, dando-se preferência aos materiais naturais e não magnéticos.
O fio de suspensão pode ser metálico (tipo corrente) ou de qualquer outra natureza. Os fios de algodão e linho são preferíveis e não devem ser torcidos para não provocarem rotação do pêndulo em torno do seu eixo.
O fio pode ser de qualquer cor, mas o de cor preta é preferível, pois as cores interferem na pesquisa radiestésica. A cor do pêndulo deve ser a do próprio material de que é feito. Para principiantes recomenda-se o pêndulo esférico de madeira (D = 3 cm) com um fio de 20 a 30 cm.
Vejamos alguns pêndulos especiais:

                   

a) Pêndulo Universal de Chaumery-Bélizal: detecta as ondas de forma do espectro diferenciado e é emissor de Verde Negativo.
b) Pêndulo de cone virtual (Chaumery-Bélizal): possui três regulagens e serve para detectar ondas vitais (biometria), ondas de forma e as ondas de cores.
c) Pêndulo Equatorial Unidade: (de Jean de La Foye): baseado no Pêndulo Universal é, entretanto, mais preciso que este. Não é emissor.
d) Detector IV-UV (de Chaumery-Bélizal): este pêndulo detecta o setor radioativo do espectro. Do infravermelho ao ultravioleta (passando pelo branco, verde negativo e preto) ele detecta um total de 240 pontos vibratórios.
e) Pêndulo Cilíndrico: detecta a onda de forma de um desenho, símbolo ou palavra qualquer. Para isso prende-se com um elástico um pedaço de papel branco com o desenho (ou outro elemento) a testar em volta do pêndulo, colocando-o na saída de um emissor de ondas de forma. Usa-se um emissor com o espectro diferenciado, girando-se levemente a sua agulha até que o pêndulo gire. É muito usado em radiestesia Cabalística e na detecção das chamadas emissões dinâmicas e das ondas do Campo Vital.
f) Pêndulo Egípcio: cópia de um pêndulo encontrado em um sarcófago do Vale dos Reis. É extremamente sensível e, por isso, muito útil em biometria e radiestesia mental. É neutro, pois nenhuma emissão pode impregná-lo. Quando girado, vigorosa e intencionalmente, no sentido horário ele emite Verde Negativo.
g) Pêndulos de polaridade (de Jean de La Foye): com ranhuras ou linhas pintadas em espiral helicoidal permitem determinar a polaridade das emissões.
h) Pêndulo Porta-testemunho (tipo Mermet): possui uma cavidade interior (fechada com tampa rosqueada) onde se pode colocar um testemunho, facilitando a pesquisa.
i) Escriptopêndulo (de Jean Auscher): é um pêndulo munido de uma ponta de grafite ou de um fino pincel que se embebe em tinta nanquim. Permite registrar sobre um papel os movimentos. Com o seu uso pode-se obter desenhos teleinfluentes e a representação gráfica de sons, cores, conceitos, etc.
O pêndulo deve ser seguro com o polegar e o indicador, sem apertar o fio, com a palma da mão para baixo e o braço bem relaxado na horizontal. O fio deve ser regulado antes de qualquer operação.
Quando se opera com testemunho a regulagem deve ser feita sobre este para captar seu raio vertical. Para isso segura-se o fio próximo do pêndulo e se deixa escorregá-lo bem lentamente entre os dedos até que o giro seja forte e regular. Quando se trabalha sem testemunho a regulagem deve ser feita sobre a palma da mão do operador. A localização do operador, em relação à do objeto da pesquisa, é um assunto ainda sujeito a controvérsias. Muitos radiestesistas recomendam o posicionamento no eixo Norte-Sul, com o testemunho ao Norte e o operador ao Sul. Jean de La Foye recomendava se operar com o testemunho dentro de um círculo de cobre com diâmetro de 50 cm e provido de um pecíolo. A este círculo protetor La Foye denominou forma Tétart devido a sua forma lembrar um girino.
O pecíolo deve ficar no eixo N-S, onde também se coloca o testemunho, e o operador se posiciona ao Leste. Pelo poder das pontas, e auxiliado pelas ondas portadoras N-S, o pecíolo esvazia a superfície do círculo de qualquer emissão estranha.
Basicamente, existem três tipos de movimento do pêndulo: rotação no sentido horário (reação positiva), rotação no sentido antihorário (reação negativa) e oscilação (reação neutra). Por convenção diz-se que o primeiro movimento (giro horário) denota uma resposta afirmativa ou algo favorável, salutar ou positivo. O segundo giro (giro anti-horário) denota o inverso do primeiro e o último (oscilação) denota ausência de resposta ou algo indiferente ou neutro. Da oscilação ou rotação (ou giro) o pêndulo descreve movimentos de transição em forma de elipse ou de “8”. Estes movimentos não têm significado próprio, devendo-se aguardar que o pêndulo entre em rotação franca ou volte a oscilar.
As varetas radiestésicas são a evolução da forquilha de madeira usada pelos antigos rabdomantes. Modernamente estas varetas são feitas de fibra de vidro, plástico ou metal. No passado usava-se, além de forquilhas de diversas árvores, varetas de barbas de baleia. Como as varetas modernas são também bastante sensíveis, poucos radiestesistas usam forquilhas atualmente. Entretanto ainda se usa madeira trabalhada e bem flexível para a fabricação de algumas varetas radiestésicas.
A vareta é mais instável que o pêndulo porque este parte de um estado de repouso enquanto aquela parte de um estado de tensão. A vareta é mais utilizada na prospecção hidromineral e na detecção das redes geomagnéticas (rede de Hartmann e rede de Curry)
A vareta possui dois movimentos: para cima (positivo, concordante) e para baixo (negativo, discordante). A imobilidade denota neutralidade ou ausência de resposta.
Segura-se a vareta com as palmas das mãos para cima e mantendo suas hastes tensionadas. Algumas varetas (como a de Hartmann, a Romani e a U. S. D.) são seguradas com as mãos uma sobre a outra na vertical. Vejamos as varetas mais conhecidas e que são também chamadas de antenas:

univers                          
a) Lobo antena Hartmann: foi inventada pelo Dr. Ernest Hartmann e serve exclusivamente para detectar a rede geomagnética por ele descoberta e que leva seu nome. Seu desenho está baseado em um harmônico desta rede.
b) Antena Romani: foi criada pelo físico Lucien Romani e serve para a detecção da rede magnética por ele descoberta.
c) U.S.D. (Ultra Sensitive Detector): detecta as redes de Hartmann e de Curry, ondas nocivas, taxas de vitalidade e ondas de forma.


Além das varetas que formam uma peça única temos ainda as varetas paralelas, sendo a mais conhecida o Dual Rod (vara dupla). A vareta denominada Rademaster é maior que o Dual Rod e é empregada em prospecção hidromineral e detecção de fontes de ondas nocivas. As varetas deste tipo são seguradas de modo que fiquem paralelas e na horizontal.
Na presença de água as hastes se cruzam e na presença de cavidades ou de fissuras elas se afastam. Em alguns operadores o movimento das hastes é o inverso do citado.
Um instrumento radiestésico bem conhecido é o Aurameter que foi inventado por Verne Cameron, radiestesista de Elsinore, Califórnia, e cujo nome foi sugerido pelo pesquisador e escritor Max Freedom Long porque o considerava capaz de medir a aura. O Aurameter de Cameron reúne as qualidades dos três instrumentos mais usados em radiestesia: como a forquilha, pode inclinar-se para cima e para baixo; como a vareta em forma de “L”, pode mover-se para os lados e como o pêndulo pode oscilar. Seus usos são múltiplos, porém é mais usado na detecção de distúrbios energéticos na aura física.
Nas pesquisas radiestésicas sobre aerofotos, mapas, plantas, fotos e pranchas anatômicas costuma-se usar bastonetes à guisa de antenas. O apontador dá maior precisão e pode ser feito de madeira, marfim, cobre, plástico e outros materiais. São recomendados como bons apontadores os de ferrite. Eles devem ser pontiagudos como um lápis e com a ponta arredondada para não estragar a superfície que irão tocar. Jean-Gaston Bardet recomenda, quando se opera sobre foto, usar a ponta do apontador na região temporal esquerda, pois daí emana uma onda do Campo Vital. Esta onda Jean de La Foye denominou Nó de Vida.
Para medir os comprimentos de onda de diversos corpos ou para fazer análises diversas, existem réguas, discos, gráficos e aparelhos especiais desenvolvidos por vários radiestesistas. Por não constituírem assuntos de um curso básico, as citações a seguir não serão acompanhadas de explicações.
a) Ondômetro de Turenne
b) Metro de onda de Turenne
c) Disco de Turenne
d) Régua de análise de Jean de La Foye
e) Espiral Unidade de Jean de La Foye
f) Gráfico Psicométrico de Jean de La Foye
g) Escargot-seletor de André de Bélizal
h) Régua biométrica de André de Bélizal
i) Micrômetro de André de Bélizal
j) Biômetro de Bovis (também chamado de Vitalímetro de Simoneton)
l) Geodinanômetro de Gilbert Altenbach
Para medidas de “ondas” usa-se também uma régua centimétrica ou fita métrica, sobre a qual pode-se medir a onda de testemunhos, corpos diversos, cores, remédios, etc. Para a medida de ângulos usa se um transferidor comum. Todo radiestesista deve possuir uma bússola, pois ela é imprescindível em muitos trabalhos.
O texto acima é parte integrante do livro RADIESTESIA HOJE, de autoria de Neuci Gonçalvez. Contatos com o autor podem ser feitos por e-mail: neucigoncalvez@oi.com.br
http://zhenjiu.com.br/instrumentos-radiestesicos/



Captação e Realinhamento Energético / Radiestesia

Bruxaria
             
.Apoiado na mais antiga escola de tradição de magia, a captação e e realinhamento energético nada mais é do que o estudo dos sete corpos ou principais vórtices de energia do corpo humano, os chakras.
A captação energética é feita através de um pendulo e gráficos radiestésicos ligados a uma escola do plano astral em tradição e magia chamada OXY.
Neste processo é possível detectarmos algumas energias que impedem o processo de aprendizado e evolução:
Influência negativa de seres fora do físico: sofre influ~encias de entidades fora do plano físico (sem luz) devido á sintonia mental.
Influência negativa de outras vidas : Atitudes, pensamentos negativos ou medos profundos de outras vidas que influenciam negativamente e inconsciente a vida cotidiana atual.
Energia negativa da natureza : Envolve perda de vitalidade (física e emocional) devido ao enfraquecimento do campo sutil.
Energia negativa própria : ligadas a pensamentos que são ¢®°coisas¢®± e quando se tem pensamentos em desacordos, indelicados , estes continuam a existir em regiões etéreas e permanecem ligados a pessoa quem os criou.
Energia negativa provocada : Quando a pessoa recebe uma grande quantidade de energia negativa consciente e propositadamente dirigida através de um elo ou ponte mental de uma determinada pessoa em comunhão com outras, criando uma corrente psíquica altamente prejudicial.
Energia negativa de pessoas: Desiquilíbrio que se recebe em em menor proporção de pessoas que as emitem, consciente ou inconscientemente, popularmente conhecidos como ¢®°inveja, olho gordo, mau olhado etc...¢®±
Energia negativa de ambiente :Normalmente pessoa sensível e receptiva, está a mercê das vibrações circundantes, sua membrana astral muito porosa, deixa que energias ambientais penetrem no interior, mais do que o necessário. Sente normalmente no corpo ¢®°pesado¢®± devido ambientes nefastos ou lugares com grande concentração de pessoas.
Energia negativa de formas : gerada por objetos ou formas geométricas que emanam energia nociva a célula viva. Mais comumente encontradas em objetos ou quadros mobílias antigas ou presentes de pessoas com sentimentos negativos.
Miasma: É uma depressão ou mácula no campo de energia do material de construção do corpo. É centrada na comida, no solo, podendo ou não se manifestar durante uma vida. Os principais são : câncer, tuberculose, sífilis e psoríase. Manifestadas quando as leis naturais são transgredidas na vida da pessoa.
Toxinas : Agente tóxico que atua no corpo etéreo represando energias, causando bloqueios e desiquilíbrio orgânicos.
Eletricidade: Sensível a interferência que aparelhos elétricos (rádio-relógios, tvs, geladeiras, etc ) causam à célula viva e campo áurico.
Através de Gráficos radiestesicos próprios para cada situação, é possível devolver a energia perdida a pessoa, bem como bloquear a interferência energética maléfica.


http://www.espaconash.com/index.php?option=com_content&view=article&id=21&Itemid=23

http://harmonizacaoambiental.blogspot.com/2010/01/sobre-radiestesia.html

A Radiestesia Em Terapia Holística radiesteuniverso
 Arte Digital: Henrique Vieira Filho
A palavra Radiestesia é a união de dois termos, Radius, que vem do latim e significa radiação e aisthesis, de origem grega e que significa sensibilidade, indicando assim a sensibilidade às radiações.
Utilizando instrumentos específicos, como o pêndulo, a Radiestesia capta as vibrações do nosso campo bioenergético que trabalha com as dimensões vibratórias mais profundas do corpo humano e de tudo o que o cerca, visando encontrar possibilidades para corrigir possíveis alterações, a fim de promover o equilíbrio e bem estar da pessoa.
Tudo no universo é uma fonte de energia que ressoa em certa freqüência ou, uma combinação de freqüências com outros elementos. Nosso corpo é feito de um número incontável de átomos e moléculas representando vários elementos.
Cada molécula elementar ou átomo ressoa em harmonia com outra, quando estamos em perfeito equilíbrio. Acontece que em todo o momento estamos expostos a energias nocivas, como: ondas de rádios, TV, antenas, energias pessoais, etc... Podendo gerar uma serie de desequilíbrios. Elas passam sobre nossos corpos, da mesma forma que somos afetados pela radiação do sol, da lua, da Terra e como sabemos das outras pessoas, porque mesmo pensamentos criam energias que se irradiam através de nossos corpos.

Freqüentemente durante o dia respondemos fisiologicamente, emocionalmente e intelectualmente de alguma forma às diferentes radiações que nos atingem, vindas de várias fontes.

Radiestesia é uma excelente ferramenta para ampliar nossas reações sutis que experimentamos. Se usada corretamente, a Radiestesia será uma ferramenta benéfica para a identificação e correção da fonte e transmissão das radiações nocivas existentes.

Na realidade, a Radiestesia pode ser dividida em três aspectos:

1- Reação física para freqüências e radiações universais de elementos ou combinações de elementos naturais ou artificiais que existem no nosso ambiente físico.

2-Reação emocional dos pensamentos, condições e atitudes de outros, individualmente ou coletivamente e, de nós próprios.

3- E freqüentemente intuitivamente a eventos que estão fora de nossa percepção linear do tempo, consciência física ou realidade.

Com a nossa atitude e conhecimento do assunto que nos dirá definitivamente se seremos bem sucedidos no trabalho de Radiestesia ou não, e o quanto poderemos desenvolver este precioso presente. Devemos tornar-nos humildes e ter força de submetermos nossas percepções e atitudes para mudar, questionar mesmo nossas mais fortes crenças sobre um assunto específico e também ter vontade de corrigir nossas realidades.

Para alguns isto será somente um meio de trabalhar com reações ou manifestações físicas, tais como procurar água, minerais e outros assuntos relativos às substâncias do universo. Outras pessoas, como eu, entretanto, podem se sentir confortável em trabalhar em áreas relativas à saúde, emoção e espiritualidade, ou seja, equilíbrio do Ser.

O que você pode fazer com a Radiestesia.
A Radiestesia pode ser usada em diversos domínios como, por exemplo: agricultura (qualidade das sementes, qualidade dos terrenos), arqueologia, geologia, investigação policial (achar pessoas desaparecidas), equilíbrio das casas, acharem água, no nosso caso: pesquisa de florais, fitoterápicos, equilíbrio dos chakras, etc. As possibilidades são quase infinitas, use a sua intuição e muita pesquisa.

Pesquisa de chakras: Para a realização de um trabalho bem abrangente e com resultados positivos, pesquiso a existência de desequilíbrio nos 49 chakras do corpo humano (de entrada e saída).

Cinco Movimentos: Após detectar e confirmar o movimento dominante individual do cliente (Terra, Água, Madeira, Metal, Fogo), começo o trabalho para a regularização de cada movimento desequilibrado.

Meridianos: Os 12 meridianos (Pulmão, Fígado, Rins, intestino Delgado, V. Biliar, Estômago, Intestino Grosso, Bexiga, Coração, Baço-Pâncreas, Triplo Aquecedor, Circulação e Sexo) são testados e regularizados, caso haja algum em desarmonia.

Moxabustão: É utilizada no corpo em meridianos que em caso de desequilíbrio de Yin Yang são detectados conforme a informação no gráfico dos meridianos.

Parasita da energia vital: Pesquiso a possibilidade de encontrar parasita da energia vital que esteja impossibilitando o equilíbrio físico e energético do cliente.

Fitoterapia: Utilizo Fitoterápicos diversos, conforme indicação encontrada através da Radiestesia e outras técnicas.

Florais: Também são recomendados conforme as necessidades do cliente.

Cromoterapia: Utilizando também técnica de pesquisa e tratamento que disponibilizaram melhor resposta ao desequilíbrio e problemas sentidos pelo meu cliente.

Psicoterapia: É utilizado no decorrer de todo o processo de tratamento do meu cliente para a harmonização e equilíbrio em busca do autoconhecimento.

Radiônica: Utilizo em casos especiais que impossibilitam a presença do cliente no decorrer do tratamento.

Criando assim uma equação de serviços elaborados, para se chegar ao melhor condicionamento físico, mental e psicológico, com a compreensão de vida em que se resolva o problema existente, como um todo sem transferência de culpa ou novas somatizações físicas. Visando sempre que o mais importante é justamente que o terapeuta holístico seja um catalisador para a busca do conhecimento e crescimento individual de cada cliente e não um apaziguador de um problema direcionado, principalmente porque quando um cliente nos procura ele não quer ser curado de doenças, para isto ele procuraria um médico e não um terapeuta holístico, ele está atrás é sim de uma qualidade de vida dele e dos que os cercam e um equilíbrio onde possa se sentir bem com ele mesmo e com o ambiente onde vive. Sentindo- se assim feliz e produtivo sempre!

Técnicas para o uso do gráfico geral:
Para se trabalhar com a Radiestesia em conjunto as terapias diversas, o terapeuta precisa escolher a melhor maneira de montar a sua pasta de pesquisas e análises para que de forma objetiva consiga chegar aos verdadeiros resultados encontrados e solucionados pelas técnicas utilizadas durante o processo de avaliação e restauração do equilíbrio do cliente.

A minha sugestão é que em uma pasta catálogo, coloque todos os quadros ou gráficos pesquisados por você e utilize também em formato de meio círculo com subdivisões para as anotações dos temas estudados e utilizados em terapia holística, lembrando sempre que deve começar com o gráfico de orientação geral, pois o mesmo abrirá caminhos para uma investigação sólida e segura conforme proponho abaixo:

GRÁFICO DE ORIENTAÇÂO GERAL: engloba todas as técnicas desenvolvidas pelo terapeuta, é o ponto de partida para as outras análises.

De todas as maneiras e possibilidades de pesquisas e questionamentos para encontrar desequilíbrios e causas dos problemas de meus clientes, a Radiestesia sem dúvida nenhuma é a melhor e mais rápida forma de chegar às respostas com objetividade e satisfação do terapeuta e cliente.

A primeira coisa a se fazer é acomodar-se em uma cadeira bem confortável, em frente a uma mesa vazia para não sofrer nenhuma interferência. Em seguida, procede-se a um relaxamento inicial com a respiração profunda e tranqüilizadora. Enquanto respira, comece a mentalizar o que segue: a partir deste momento, o pêndulo irá mediar à comunicação com a minha mente superior.

Após estas condições e preparações, seguimos em diante com as rotinas a seguir:
· Com o pêndulo na mão, deixando uma distância de, aproximadamente, 10 a 20 cm entre os dedos e a ponta do pêndulo e o levamos ao centro inferior do gráfico de orientações geral.
· Com o pêndulo na posição pedimos para girar no sentido horário (positivo) e no sentido anti-horário (negativo), logo após, ordenamos para o pêndulo parar no ponto zero e seguimos.
· Fazemos então as perguntas desejadas e observamos a posição que o pêndulo vai apontar indicando as respostas, também podemos apontar com o dedo indicador da mão esquerda para as subdivisões indicadas no gráfico perguntando se o cliente que estará a sua frente necessita da técnica ou tratamento que estará indicado em cada subdivisão. A resposta será obtida, quando o Pêndulo parar de girar e balançar apenas na direção da subdivisão do gráfico ou então girar positivamente ou negativamente, no caso do uso do dedo indicador da mão esquerda.
· Anotar as informações e prosseguir fazendo novas perguntas até esgotar totalmente as informações do gráfico geral.
· Depois de completada todas as informações, partir para os gráficos seguintes utilizando o mesmo método para as futuras informações.
Trechos selecionados da Palestra: A Radiestesia Em Terapia Holística a ser apresentada no evento Holística 2009.
Maurício Marcial de Araújo - CRT 43301 - Terapeuta Holístico, trabalha com Radiestesia, Radiônica e é palestrante destacado do congresso Holística.
mauriciomarcial@radiestesia.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
http://www.radionica.com.br/component/content/article/29-terapia-holistica/69-radiestesia-terapia-holistica

Pêndulos

radiestesiainstrumentos2Radiestesia - Arte Digital: Henrique Vieira Filho






Pêndulos, um simples fio e um contrapeso, poderosos receptores e irradiadores de energia sutil, que conectam o radiestesista com todas as coisas em todas as dimensões sem as barreiras do espaço e do tempo.

A prática radiestésica me levou a pesquisar e encontrar que historicamente 4.000ªC. os sacerdotes egípcios e caldeus, já praticavam a sensibilidade radiestésica através de varinhas para descobrir, águas, minérios e respostas oraculares.


Na China 2000ªC. o imperador Yu trabahava com uma varinha na pesquisa para encontrar fontes de águas subterrâneas. Paracelso alquimista e médico suíço utilizou-se da radiestesia em seus trabalhos. No século XVII a condessa Martine de Berthereu aponta com extraordinária exatidão as fontes de Chateau-Thieny e posteriormente as minas de Pontgibard.


Já nessa época o abade Vallemont publica suas pesquisas, nos séculos XVIII e XIX dentre os muitos radiestesistas, destaca-se, Mermet desenvolvendo a teoria das séries numéricas atribuídas aos órgãos humanos, hoje nas minhas pesquisas percebo que ele conseguiu identificar os pontos do Do In e da Acupuntura através da radiestesia.
Luis Zuniga, da apoio radiestêsico in loco e nas plantas geodésicas, a uma equipe de engenheiros na prospecção de petróleo, na cidade de Punta Arenas, extremo sul do Chile.
No século XX mas exatamente em 1932 se realiza o primeiro congresso de radiestesistas em Liege, com resultados importantíssimos para as diferentes áreas do conhecimento.

No Brasil, em meados do ano de 1941 o radiestesista Virgílio Goulart publica a radiestesia em seis lições, à partir desta data,a lista é extensa dos inúmeros profissionais que tem contribuído para esta ciência.
À medida que foram passando os anos, desenvolvi a minha própria técnica, utilizando a radiestesia como base para ver, as disfunções da aura e conseqüentemente a sua harmonização.

Foram estes os impulsores, que deram o alicerce para a terapia holística que desenvolvo, procurando a causa da disfunção no corpo mais distante e deixando a harmonização do efeito como conseqüência.
Esta ciência tem esta virtude, ver, a unidade e o todo ao mesmo tempo, trabalhando num único universo, como se fosse um belo mosaico.

Se a Radiestesia nos permite fazer uma medição exata das energias que afetam pessoas, animais, plantas, objetos e ambientes, tem que existir alguma técnica que faça correções nesses desequilíbrios, é essa técnica se chama Radiônica.

A Radiônica permite trazer de volta o equilíbrio ou ainda melhora-lo através da junção Radiestesia - Radiônica, cromoterapia, cristais, florais, elementos da natureza, com a utilização da energia do pensamento.
Existem algumas correntes de pensamento em radiônica que utilizam a irradiação de ondas eletromagnéticas o hertzianas, com o objetivo de produzir um equilíbrio através de um mecanismo de ressonância de freqüência. Sabe-se que os egípcios colocavam metais sobre o corpo humano com fines terapêuticos.
Talvez esse seja a explicação de que alguns pesquisadores tentem dar um ar hermético a esta técnica sem necessidade. Eu penso que tudo o que a natureza nós ensina, deve ser de conhecimento individual e coletivo, porque na medida que melhoramos o indivíduo, classe e sociedade, melhora a energia vibratória do planeta.

Toda matéria emite radiações, o que significa que cada elemento inerte ou vivo, é único.
As radiações emitidas por um corpo vivo ou objeto, permitem analisar as energias do todo e das partes.

O terapeuta que utiliza estas técnicas, desenvolve dentro de si um ser radiônico, capaz de trazer equilíbrio só com sua presencia.

Esta técnica de pesquisa e alinhamento das perturbações vibracionais utiliza também as energias das formas, inclusive às formas pensamentos. Por isso desenvolve a percepção extra-sensorial.
É a técnica do futuro, hoje vista como ficção.
Exemplo:
A Radiônica utiliza-se também das cores, que tem sua própria vibração:
Vermelho 436,7
  Trilhões de vibrações por segundo.
Laranja 473,6        Trilhões de vibrações por segundo.
Amarelo 510,5       Trilhões de vibrações por segundo.
Verde 584,3          Trilhões de vibrações por segundo.
Azul 658,0            Trilhões de vibrações por segundo.
Índigo 694,9          Trilhões de vibrações por segundo.
Violeta 731,8         Trilhões de vibrações por segundo.
Fonte: Jones , Alex. Seven Mansions of Color, De Vorss, Marina del Rey, 1977.
Côr 

arosa
A Radiônica pode utilizar a cor terapeuticamente dos seguintes modos:
Visualização: a cor necessária é visualizada como se estivesse sendo inalada e banhando cada ponto em desequilíbrio.
Luz solarizada: é a aplicação da cor filtrada da luz do sol através de filtros ou gel coloridos, sobre a área afetada.
Água solarizada: a água pura é exposta ao sol num recipiente apropriado de vidro colorido por meia hora e depois ingerido como fonte de equilíbrio vibratório.
A cor que preciso: Assim como as pedras, filtros, nós somos parte dessa luz e podemos aplica-la. A influência das cores é primordial para o desenvolvimento do Ser Humano e o meio em que vive e trabalha, temos cores fixas e transitórias que atuam diretamente nos centros de energia das pessoas ou objetos. A comida é uma alternativa para absorver cor.

Florais de Bach
A Radiônica pode potencializar ou incorporar os efeitos benéficos dos Florais de Bach que desenvolvem uma profunda harmonia restaurando o equilíbrio dos corpos, associados ao pensamento, alma, identidade ou espiritualidade.

Limpeza áurica
A Radiônica nós permite entre outras coisas fazer a limpeza e restauração áurica sem necessidade alegoricas. Isto em pessoas, animais, plantas, objetos, residências, partindo da base que toda energia física ou espiritual tem uma determinada ação vibracional.

RelacionamentoA Radiônica analisa um relacionamento a partir da harmonia dos centros de energia, restaurando-os se necessário. Essa restauração pode ser nesta vida ou em vidas passadas.

Vida e Trabalho

A Radiônica, atua em todos os segmentos da vida, trazendo paz, paz harmonia, equilíbrio, cabe apenas ao cliente a partir do aconselhamento aceitar umas diretrizes de vida, lembrando que o ser humano está aqui para se tornar sábio, lembrar que a vida se desenvolve em quatro etapas, aprendizado, luta, sabedoria e treinamento das futuras gerações. Para isso precisa de equilíbrio da auto-estima, flexibilidade, de se permitir transmutar, vivenciar todos os símbolos para poder entender a si mesmo e aos outros, etc.
Radiestesia -  Saúde -  Harmonia Física e Psíquica
A-Radiestesia-aplicada-de-outras-maneiras

É importante salientar que tudo que está exposto nessas páginas não visa substituir eventuais tratamentos médicos. Se você está em tratamento continue com ele, pois a ciência médica é uma das maravilhas da sabedoria Terrena. O que eu posso te ajudar através das sementes de Aguaí e da radiestesia é te equilibrar energeticamente. Converse com o seu médico sobre o que leu aqui.
“Toda doença começa por um desequilíbrio energético”
   É no aprimoramento e na busca cada vez mais do conhecimento, que o homem vai se tornando cada vez. Mais humilde.
“Através da radiestesia pude compreender a alma da Terra, foi assim que compreendi a sabedoria que existe em tudo”.
Oriental Luiz Noronha
< “Os milagres não acontecem em contradição com a natureza, mas apenas em contradição com que conhecemos da natureza”.
São Francisco de Assis

“O sentimento mais profundo e mais bonito que podemos experienciar é o sentimento do místico. Este sentimento é a semente de toda a ciência verdadeira! Aquele que não conhece este sentimento, que não mais tem a capacidade de maravilhar e ficar tomado de humildade é como um homem morto”.
Albert Einstein)

A Radiestesia
 radiestesia_para_diagnostico
    A Radiestesia em seu processo de análise não investiga apenas as causas físicas e orgânicas de um dado problema, ela vai, além disso, e busca principalmente as causas energéticas de um dado distúrbio, deixando aos médicos a tarefa de pesquisar o físico.
   Minhas homenagens póstumas ao Dr. Henrique Smith e ao Engenheiro Ciro Pereira, profundos estudiosos e conhecedores da Semente do Aguaí e da radiestesia.
    A Radiestesia é um caminho espiritual, é uma prática que permite o radiestesista buscar dentro de seu sistema neuro motor respostas a sua perguntas. Ela é a nível espiritual.
A mente inferior se torna canal da mente superior.
Ela foi usada à milênios, por sacerdotes e cientistas da Antigüidade é conhecida e praticada no mundo inteiro.
   Todas as pessoas podem praticar a radiestesia, assim como tocar violão, mas ser um Dilermando Reis... O artista nasce assim como o radiestesista. É um dom de Deus.
   A Radiestesia também é uma ciência que detecta todos os tipos de manifestações energéticas, através dela podemos descobrir objetos ocultos, doenças, Fazer limpeza em empresas, alimentos e medicamentos adequados, e desgastes de energia no corpo humano, seja nos setores psíquicos ou físicos.
   A Radiestesia é uma faculdade do homem, de realizar qualquer tipo de investigação, seja qual for sua natureza, é um método simples de codificar as respostas solicitadas ao atemporal, que sob o comando da vontade, manifesta-se através dos movimentos do aurômetro.
    A manifestação é uma porta segura para a quarta dimensão, podemos desta maneira obter informações que emergem do espaço e tempo.

O Radiestesista
 radiestesia9
   O verdadeiro Radiestesista atua com a sua sensibilidade captando informações energéticas.
    (Raras pessoas possuem um alto grau de sensibilidade para captar informações corretas das irradiações de energia com ajuda do aurômetro).
    Ao medir alguma coisa, o Radiestesista decodifica as informações obtidas em forma de padrões energéticos. Sua mente perscruta o campo, colhe nele a informação desejada e inconscientemente a decodifica, permitindo que o cérebro, através de uma ação neuromotora, movimenta o aurômetro desta maneira dando informações ao Radiestesista.
O que pode ser observado pelo Aurômetro (aurômetro ou duas varinhas) do Radiestesista
   O Dual-Rod pode nos mostrar as doenças de nosso "Corpo Etérico", como "Distúrbios Energéticos", essas doenças são a nível energético, portanto: já podem estar presentes no "Corpo Físico", podem ainda "estarem por vir" ou seus sintomas já se manifestaram (a pessoa já "ficou boa") e os vestígios dessa doença ainda estão presentes. Podem nos mostrar principalmente nosso lado "emocional", diagnosticando problemas como "Conflitos Emocionais", "Tendência à Depressão", "Carência Emocional", "Fobia e Medo" e outros aspectos que definem a energia de uma certa pessoa, formando assim o que chamamos de "Personalidade Áurica", o que pode ser constatado quando observamos que o conjunto de medições de uma pessoa são semelhantes entre si e completamente diferentes de um conjunto de medições de outra pessoa.
    Através das medições dos pontos dos dedos, onde estão os extremos dos meridianos ("Linhas de Força" que levam energia KI para nossos órgãos vitais), o radiestesista pode ver como está sua "Saúde Energética", e as medições nesse caso podem ser usadas na prevenção daquilo que conhecemos como as doenças. Este é o grande objetivo da Aurometria.
   Sabemos que tudo que está a nossa volta está vibrando, (em uma determinada freqüência) tanto que, se não fosse assim, não enxergaríamos, uma vez que as cores e seus matizes são formados por freqüências que formam o chamado "espectro visível", ou seja, cada cor tem sua freqüência vibracional particular. Na escuridão total não podemos ver nada, pois não há luz para ser refletida. Mesmo assim (as coisas vivas) continua a emitir luz (energia), só que numa freqüência fora de nosso "espectro visível". Esta luz, que também é uma forma de radiação, é chamada de "caloríficas” ou outros nomes"ela pode ser percebida através de recursos e aparelhos ópticos ou fotográficos apropriados e também percebida pelo aurômetro.
 toquesconsciente


Para conquistar a saúde e manter a harmonia física e psíquica, é fundamental observar dois fatores:Autoconhecimento e Controle da Mente : - Este texto está voltado para o primeiro item.
Autoconhecimento - Se continuarmos a estudar e entender as energias que diretamente influem nas nossas vidas, teremos condições de viver com harmonia e equilíbrio, que são essenciais para alcançarmos a felicidade.
O Ponto de Consciência Situado no centro do Chacra Umbelical, é a sede dos sentimentos e emoções.
Quando desejamos qualquer coisa ou quando pensamos em alguém, nascem desse ponto cordões energéticos semelhantes ao cordão umbelical, que envolvem o objeto de desejo, a ele nos ligando energeticamente. Originalmente verdes, os cordões mudam de coloração conforme o sentimento emanado.
O Plexo Solar Esse importantíssimo centro de força, que também é chamado de Chacra Umbelical, contém o Sistema Simpático, que compreende centros energéticos que se estendem desde o cérebro até a medula espinhal e à uma parte periférica de conjunto de nervos e gânglios reunidos por redes de filamentos nervosos chamados Plexus.
O Grande Simpático
Cadeia dos gânglios do Sistema do Grande Simpático.
Certas virtudes devem ser vivenciadas para o perfeito funcionamento dos gânglios e órgãos a eles ligados:
Pureza: virtude dos quatro pares de gânglios sacros, que estão ligados aos órgãos sexuais. É a base do Sistema.
Justiça: ligada aos quatros pares de gânglios lombares, que por sua vez comandam os rins, o baço e o pâncreas (órgãos energizados pelo Chacro Explênico).
Amor: 12 pares de gânglios dorsais ligados aos pulmões e do Plexo Solar onde está situado o ponto de consciência, sede dos sentimentos. Esses gânglios estão relacionados ao fígado, estômago e intestinos.
Sabedoria: 3 pares de gânglios cervicais ligados ao coração por meio dos nervos cardíacos.
Verdade: 3 pares de gânglios intracranianos localizados no nervo trigêmeo. É o ponto culminante, porque a verdade é a meta a ser atingida.
O Cérebro e o Sistema Simpático estão interligados. O Cérebro não age diretamente sobre os órgãos, mas através de um condutor que é o Grande Simpático, cujo centro é o Plexo Solar.
Existe uma ligação muito grande entre o físico e o psíquico. O nosso emocional provoca bloqueios de energia, ou concentrações que congestionam, provocando males como a enxaqueca.
 Para evitarmos a contração do Plexo Solar, devemos banir os medos, a cólera, o ciúme e as paixões. Essas manifestações desordenadas provocam a desmagnetização total do plexo. Por isso, em tais circunstâncias, nos sentimos trêmulos, com as pernas bambas e a cabeça vazia.
O Sistema Simpático cuja sede é o Plexo Solar é a parte dual feminina do Cérebro.
O Plexo Solar controla a maioria das funções do corpo físico, e é ele que alimenta o cérebro. Com o desenvolvimento do cérebro, o homem adquiriu a consciência de si mesmo, e graças a isso se individualizou.
O Plexo Solar é a sede da consciência e do inconsciente e põe o homem em ligação com a vida universal, com o Cosmos.
O Cérebro é dinâmico mas cansa-se depressa se o Plexo Solar não enviar ajuda. O Plexo Solar sente o que passa no organismo e restabelece o equilíbrio.

O Cérebro pensa - masculino
O Plexo Solar sente - feminino

O equilíbrio se consegue aprendendo a repartir entre esses dois centros (Cérebro e Plexo Solar) as situações da vida.
São os dois pratos da balança, os dois pólos: um emissivo, masculino; outro receptivo, feminino.
Como Energizar seu Plexo Solar
Deitado de costas, colocar as mãos (direita antes) dois centímetros acima do umbigo e imaginar que está captando energia cósmica.
Vendo ou ouvindo correr uma nascente, fonte ou cachoeira. A água corrente tem influência direta com este Chacra porque na natureza, água corresponde à emoção.
Absorver energia das árvores se abraçando à elas. As árvores tem muito prana, principalmente as muito altas e de caule grosso.
Outra forma de se energizar com as árvores é ficando de costas, mão esquerda envolvendo a árvore, mão direita sobre o Plexo Solar formando a corrente. Esta forma é chamada de transfusão.
Lava-pés - A água deve ser quente nos pés, e com uma compressa de água fria na cabeça; isto é um grande magnetizador.
Os 7 Planos e os Correspondentes Corpos do Ser Humano Para entender as dimensões que nos envolvem, precisamos voltar ao começo de tudo: à criação do mundo.
O Ser – “Criador, Deus, não importa o nome que se dê, respeitando-se a religião de cada um” - , de sua prórpia matéria energética formou os Universos. Logo, tudo é fruto da mesma matéria, apenas aglutinada em formas diferentes, sendo a origem, a Primeira Energia, de qualquer coisa em todos os planos.
Ora, o plano mais próximo do Criador, de energia pura, só podia ser habitado por seres da mesma densidade sutil, os Arcanjos, em número de 7, porque 7 são as subdivisões do átomo, e tudo desde então por 7 é subdividido. Foram, portanto criados 7 planos dimensionais, e as criaturas que em cada um habitam, tem que ter a mesma densidade, sempre.
O ser humano precisava de um plano concreto para manifestar sua vontade, adquirida quando se conscientizou da sua individualidade. Por isso, o plano físico que habitamos é o mais denso. Todo ser humano tem 7 corpos que correspondem aos 7 planos dimensionais existentes que podemos alcançar em vida, ou entre vidas (período entre uma encarnação e outra), conforme nossa evolução.
Os 7 Corpos do Ser Humano São:

 dimensoeshumans

Corpo Físico - Nosso corpo, concreto, visível por todos que estão no planeta Terra.
Corpo Astral - Formado pelas nossas emoções. O plano correspondente, o Plano Astral, está em todas as emoções, paixões, vícios e desejos nele contidos. De cores fortes, bem mais intensas do que as que temos no Plano Físico, é o plano que atingimos todas as noites quando dormimos e sonhamos. Serve como uma descarga para a nossa psique, jogando nos sonhos e conseqüentemente no Astral, nossas angústias e emoções.
Com o pensamento, criamos “formas-pensamento”, que nesse plano são reais.
Corpo Mental - Amarelo, é o corpo da nossa inteligência, do intelecto, da criação, da inspiração. Tanto o corpo quanto o Plano Mental se subdividem em dois:
Mental Inferior - Amarelo-ouro, onde ainda há formas, onde estão as energias dos grandes pintores, músicos, artistas. Onde, entre vidas, podemos criar com o pensamento tudo o que quisermos, eliminando as frustrações que na última existência tivemos.
Mental Superior - Amarelo-claro luminoso. Tanto o corpo quanto o plano se interligam com consciências superiores. Abstrato, não mais tendo necessidade de formas para se expressar, ali as consciências se unem com o Todo.
Corpo Espiritual - É onde está a alma imorredoura. Para os que não crêem, é onde fica a memória genética que trazemos vida após vida. Se compõe de 3 corpos e planos correspondentes:
Manas - É o juízo final. Este corpo guarda na memória toda a última vida que tivemos. Ou seja, nós somos o nosso próprio juiz. Ainda conscientes de nossa personalidade, por meio do Manas, tomamos conhecimento de nossas outras vidas, o que fomos, além de programar nossas futuras vidas, quem seremos. Nesse plano, temos a plena consciência das qualidades que faltam para nossa alma evoluir.
Búdico - Intuição profunda. Quando pela sua evolução a alma passa por esse plano, a faz em dormência para se recuperar da difícil jornada que acabou de vivenciar na Terra.
Átmico - Divino. As almas que atingem este plano não tem mais que encarnar na Terra. Se o fizerem será para ajudar a humanidade em puro ato de amor.
Mônada - Matéria essencial do Criador. É a centelha divina que cada humano ganha em sua alma quando da sua individualização.
Onde Está Localizada a Alma Imorredoura no Homem? Cientistas e estudiosos continuam pesquisando a localização da Alma no homem.
Há teorias de que seria no cérebro, no hipocampo. Outros optam pelo coração, o que traria problemas éticos na era dos transplantes. Já se comprovou cientificamente a existência dos corpos energéticos, inclusive por fotografias Kirlian. A terapia de regressões à vidas passadas confirma a existência de uma memória imorredoura que acompanha o ser ao longo de sua caminhada rumo à Eternidade.
Os antigos egípcios consideravam que a medula espinhal seria a sede da Alma, na forma de uma gota vital localizada na base da coluna. Para fins terapêuticos, se usa energizar esse fluido vital antes de começar qualquer tratamento energético.
O importante é acreditarmos que algo em nós não acaba. Que nossas atitudes, aprendizado e bons propósitos terão repercussão futura. Nós fizemos o passado da história da humanidade, estamos fazendo o presente, e participaremos do futuro desse planeta.
Isso muda o conceito de morte e o medo que todos temos dela. O medo da morte é um carma coletivo da humanidade. Muda também o conceito de tempo e espaço, a sua relatividade. Nos mostra a grandiosidade que trazemos dentro de nós. Se deixarmos fluir a centelha do próprio Criador, também nós poderemos ter acesso à coisas antes impensadas.
O estudo sério das energias nos transporta ao mundo mágico de outras dimensões, nos leva a interagir com o Cosmos e a vivenciar um caminho espiritual que seguramente nos levará à evolução da nossa Alma.
Um pensamento para meditar:
Um sonho é uma realidade no plano imaterial do mundo energético onde ele acontece. A realidade também é um sonho, a diferença é que atua no plano material. Logo, o plano material concretiza os sonhos, e o Destino é uma projeção do futuro como um sonho materializado.
Meditação 
A seguir, uma meditação para se revigorar e projetar em outras dimensões os sonhos que deseja realizar: Deite-se de costas ou em posição de Lótus (sentado, coluna ereta, pernas flexionadas, os joelhos encostam no chão). Relaxe e feche os olhos. Inspire profunda e lentamente, imaginando que está absorvendo toda a luz e a energia do Sol, e que essa luz está inundando todo o seu corpo. Imagine que de sua coluna vertebral sai uma luz vermelha e que essa luz penetra nas profundezas da Terra (isso o fixará na Terra, podendo sua mente divagar por outras dimensões com toda a segurança). Repita por três vêzes esta operação.
Deixe a sua mente criar uma torre de cristal, sem cobertura, e se coloque lá dentro, deitado, olhando para o É ter infinito. Quando conseguir criar essa imagem mental, comece a projetar seus desejos e tente visualizar os cordões verdes luminosos que sairão do seu Chacra Umbelical. Direcione para o “Céu” esses sonhos e os transforme em estrelas com a ajuda do seu Chacra Cardíaco, emitindo raios de luz amarelo-ouro. Você está criando um mundo só seu onde os Astros são seus desejos projetados.
Imagine agora cada estrela explodindo em milhões de luzes que cairão sobre você, inundando-o de energia. Sinta toda essa vibração e considere que essa vida é uma ilusão, e que os sonhos nos levam adiante na nossa jornada, e que quando projetados no Astral, serão desejos realizados no Plano Físico.
Aconselho a fazer por 5 (cinco) dias seguidos esta meditação, para fixar bem as imagens do Astral e ter sucesso na realização dos desejos. Os5(cinco) dias são baseados no nosso ritmo biológico que tem um espaço de 5 (cinco) dias entre os biorritmos celular, físico, psíquico e espiritual. Qualquer informação nova levará este tempo para se fixar em nós como uma verdade.
http://www.scribd.com/doc/7164311/Curso-PrAtico-de-Cromoterapia-e-Radiestesia

  Radiestesia no campo médico
pendulo

É de suma importância deixar claro que a Radiestesia é um apoio neste campo, jamais interfere ou fornece um diagnóstico, apesar da precisão deste. Cabe ao médico identificar e medicar. Respeitamos os limites, mas auxiliamos e muito!
A fim de pesquisar possíveis desequilíbrios energéticos que se caracterizam como doença, o radiestesista que se dedica a esta prática deve conhecer muito bem os três aspectos ligados à medicina, que são: fisiologia, anatomia e as patologias.

Os dados fornecidos por um diagnóstico radiestésico fornecem ao médico um apoio no tratamento, verificando os aspecto indicado de imediato, realizando exames de constatação, elaborando assim um diagnóstico mais rápido e, por último, escolhendo a melhor dosagem de remédio de acordo com a sintonia do paciente com o remédio.
Outro fator que desencadeia uma necessidade de atenção é que o diagnóstico radiestésico se preocupará com a causa, ou seja, o que foi de fato que levou àquele desequilíbrio energético e, portanto, curando a causa fazemos com que o efeito que neste momento se traduz como doença, não retorne mais.

O radiestesista que se propõe a um diagnóstico deve proceder com cuidado (por não ser médico, jamais deve proferir um diagnóstico) ou se, encontrando algo mais grave revelar ao paciente, o que é encontrado deve somente ser indicado como um caminho a ser indicado ao médico.
Eu hoje chamaria isso de uma arte, pois, apesar da segurança que os diagnósticos radiestésicos apresentam, temos que respeitar sempre a medicina tradicional. Portanto, é a arte de dizer em palavras sutis o caminho que o doente deve seguir.

O diagnóstico é feito da seguinte forma: existe uma convenção mental que é feita quando iniciamos a utilização de pêndulos, que diz que toda vem que o pêndulo girar no sentido horário, teremos uma resposta afirmativa SIM e quando girar no sentido anti-horário teremos uma resposta negativa NÃO.
Então, com uma planta anatômica iniciaremos o diagnóstico. Em primeiro lugar, verificamos os sete centros básicos de energia que são os nossos chakras, sabemos que cada um destes chakras corresponde a uma glândula e esta glândula aos órgãos.

Em uma visão bem resumida mostramos o seguinte quadro:
CHAKRA CORONÁRIO - situa-se no topo da cabeça e não corresponde a nossa parte física, está relacionado com a parte mental e espiritual. Quando está fechado, provavelmente a entrada da energia está ocorrendo pela nuca ou pela testa e precisa de uma análise mais profunda;
CHAKRA FRONTAL - está localizado entre as sobrancelhas, é responsável pela energia dos olhos, ouvidos e crânio;
CHAKRA LARÍNGEO - está localizado no centro da garganta, sendo responsável pela energia da parte inferior da face até o nariz, aparelho respiratório, tireóide e para-tireóide;
CHAKRA CARDÍACO - localiza-se na altura do coração e relaciona-se com a glândula do timo, coração, corrente sanguínea e é responsável pela vitalidade do corpo;
CHAKRA PLEXO SOLAR - está localizado na altura do estômago e tem ligação direta com cinco órgãos: estômago, fígado, vesícula, baço e pâncreas;
CHAKRA UMBILICAL - está localizado dois dedos abaixo do umbigo, corresponde ao aparelho urinário ( rins, uretra, bexiga e ureter) e aos intestinos;
CHAKRA BÁSICO - está localizado na base da coluna vertebral e ligado diretamente aos órgãos reprodutores, masculinos e femininos.
Além do pêndulo, utilizamos também o aurameter a fim de detectar doenças que estejam no campo energético, mas que ainda não se manifestaram fisicamente. Delineamos a aura da pessoa, verificando pontos com perda de energia; estes pontos irão, então, requerer uma atenção e pesquisa mais centrada.
Após checar cada órgão de cada sistema, obtém-se um quadro que deverá então ser comparado aos sintomas descritos pela pessoa.

A Radiestesia neste ponto irá fornecer as indicações médicas que a pessoa deverá procurar e poderá então atuar como indicação de equilíbrios energéticos e canalizações de energia tornando os órgãos ou órgãos afetados positivos e repletos de energia, poderá ainda propor a utilização de técnicas terapêuticas naturais, mas jamais interferir na utilização de remédios, que é uma prática exclusiva da área médica.
Aqui existe também uma presença forte da Radiestesia, quando o médico fornece um remédio ao paciente; através da Radiestesia podemos verificar se há sintonia energética de tal remédio com a pessoa e também se a dosagem está correta. Isto evita perda de tempo e também muitos efeitos colaterais.

Quando falamos nas técnicas de fitoterapia, florais, acupuntura, magnetismo e psicoterapia, a presença da Radiestesia se torna fundamental, pois ela te leva a escolha exata do remédio ou técnica a ser utilizada e à dosagem e freqüência de tratamento. A escolha de um floral, por exemplo, quando feita pela Radiestesia no leva a encontrar energias sutis presentes, que muitas vezes se fôssemos somente analisar pela aplicação dos florais não os receitaríamos, pois o aspecto apresentado na medição radiestésica, muitas vezes, nem é mencionado pelo paciente, ou até mesmo ele o desconhece.

Eu mesma tenho experiências pessoais de apresentar certos sintomas e depois de uma avaliação radiestésica para escolha de florais encontrar coisas que eram realmente presentes e verdadeiras.
Na homeopatia, a presença da Radiestesia também é fundamental, mesmo porque a escolha de remédios homeopáticos se dá por semelhança, ao contrário dos alopáticos, encontrar então a semelhança que se precisa de imediato, facilita e muito o tratamento além de encurtar o tempo de cura.
Na homeopatia não há receita ou medicamento a ser imposto. A escolha terapêutica é feita caso a caso, chamado de individualização, que significa selecionar um tratamento entre muitos, que corresponda ao conjunto de sintomas apresentamos.
No tratamento homeopático, de início, percebe-se a intensificação ou ressurgência de sintomas. Este agravamento representa uma escolha correta do tratamento e a reação do organismo, porém, o que ocorre na maioria dos caso é uma demora muito grande utilizando-se a tentativa e erro até encontrar o remédio de fundo correto. Tudo poderia ser mais rápido com o auxílio da Radiestesia na escolha do remédio de fundo.

Quando falamos em animais, a homeopatia pelo uso da Radiestesia se torna fundamental, por falta de poder individualizar o caso patológico, pois o animal não descreve suas sensações, prescrevem-se normalmente fórmulas complexas até chegar ao ponto, ao passo que com o auxílio da Radiestesia tudo ficaria mais fácil e rápido.
Por mais que caminhemos e explanemos por diversos pontos o que concluímos sempre é que a grande maioria dos desequilíbrios energéticos apresentados pelos seres humanos e animais têm uma origem do local onde moram.
Por isso, a cada semana afirmo a necessidade de medirmos a energia do local onde moramos e jamais mudarmos para um ambiente novo sem conferir as energias ali presentes!

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org