Super Dicas


arando-mirtilo

Arando

Vaccinium myrtillus
Durante a II Guerra Mundial, os pilotos da RAF notaram que a sua visão nocturna melhorava depois de comerem doce de arando. Este facto levou a estudos científicos sobre o arando, que é hoje utilizado para tratar uma diversidade de problemas visuais e outras afecções.
Utilizações comuns
- Conserva a saúde dos olhos e melhora a visão nocturna e a má adaptação visual à luz intensa.
- Trata numerosos distúrbios dos olhos, incluindo a retinopatia diabética, as cataratas e a degenerescência macular
- Alivia as varizes e as hemorróidas, especialmente nas grávidas
O que é o Arando
O primeiro registo da utilização medicinal do arando data do século xvi. Os preparados com bagas ou folhas secas eram recomendados para diversas doenças, desde o escorbuto (causado por deficiência de vitamina C) às infecções do tracto urinário e cálculos renais.
arando é um arbusto baixo, vivaz, das florestas do Norte da Europa. Encontram-se também moitas destas bagas doces, preto-azuladas, no Oeste Asiático e nas Montanhas Rochosas da América do Norte. Os componentes do fruto maduro úteis à saúde são essencialmente compostos flavonóides designados por antocianósidos, e a forma medicinal moderna do arando é um extracto que contém uma quantidade muito concentrada destes compostos.
Como actua o Arando
Muitas das propriedades medicinais do arando derivam dos antocianósidos, que são potentes antioxidantes. Estes compostos ajudam a contrariar os danos provocados nas células pelas moléculas instáveis de oxigénio, designadas por radicais livres.
BENEFÍCIOS PRINCIPAIS DO ARANDO: O extracto de arando é o principal remédio vegetal para manter uma boa saúde da visão e tratar diversos distúrbios dos olhos. Em particular, o arando auxilia a retina, parte do olho sensível à luz, a adaptar-se correctamente à escuridão e à luz. Tem sido largamente utilizado para tratar a cegueira nocturna, bem como a má visão resultante da claridade excessiva do dia. Com a sua faculdade de fortalecer os vasos capilares — e, em parte, de facilitar o afluxo de sangue rico em oxigénio aos olhos —, o arando pode também desempenhar papel  significativo na prevenção e tratamento das doenças degenerativas da retina (retinopatias). Num estudo com 31 doentes tratados diariamente com extracto de arando durante quatro semanas, o extracto fortaleceu os capilares e reduziu as hemorragias oculares, especialmente nos casos de retinopatia diabética.
arando é utilizado no tratamento de duas das principais causas de perda da visão nos idosos: a degenerescência macular, afecção progressiva que afecta a parte central da retina, e as cataratas, ou perda de transparência do cristalino. Um estudo com 50 doentes de cataratas relacionadas com a idade concluiu que o extracto de arando combinado com suplementos de vitamina E inibiu a formação decataratas em quase todos os doentes. Sabe-se que o arando fortalece o colagénio — a proteína que forma a «espinha dorsal» do tecido conjuntivo saudável —, o que pode torná-lo útil no tratamento do glaucoma, doença causada por excesso de tensão no interior do olho.
OUTROS BENEFÍCIOS DO ARANDO: Como os antocianósidos do arando melhoram o fluxo do sangue nos vasos sanguíneos, este fruto, na sua forma de extracto normalizada, pode ser eficaz nos casos de má circulação nas extremidades. É útil no tratamento das varizes e no alívio das dores e ardor das hemorróidas, particularmente durante a gravidez, em que estas situações podem ser muito incomodativas. As pessoas com tendência para nódoas negras podem também beneficiar dos efeitos do arando sobre os capilares.
Embora sejam precisos mais estudos, há indicações de que a planta pode ter outras utilizações medicinais. Um estudo demonstrou que o uso prolongado do extracto de arando melhora a visão das pessoas míopes — mas ignora-se como se produz este efeito. Resultados preliminares de ensaios mostraram que o arando ajuda a aliviar as dores menstruais porque os antocianósidos relaxam os músculos lisos, incluindo o útero. Estudos em animais sugerem que os antocianósidos do arando podem combater as úlceras gástricas.
Como tomar o arando
DOSAGEM: Às doses normais situam-se entre os 40 e os 160 mg de extracto de arando duas a três vezes por dia. A dose mais baixa é geralmente recomendada para uso prolongado, designadamente para a prevenção da degenerescência macular; doses mais elevadas — até aos 320 mg diários — podem ser necessárias para os diabéticos.
UTILIZAÇÃO: O arando pode tomar-se com ou sem alimentos. Não foram notados efeitos adversos em mulheres grávidas ou que amamentavam. Além disso, não se conhecem interacções adversas com fármacos de receita ou venda livre.
Ao comprar
comprar arando, escolha um extracto normalizado para conter 25% de antocianósidos, os ingredientes activos da planta. (Um tipo de antocianósido, a antocianidina, determina esta dose normalizada.) Tomar extractos normalizados garante que recebemos a mesma quantidade de compostos activos em cada dose.
Os extractos de arando contêm de 100 a 250 vezes a quantidade de antocianósidos contidos no fruto fresco.
arando é habitualmente recomendado como parte da terapia médica convencional, particularmente nos distúrbios da visão. Por vezes, os médicos alemães receitam chá de arando contra a diarreia. Para fazer o chá, deite 1 chávena de água muito quente sobre 1 a 2 colheres de sopa de bagas secas inteiras (ou 2 a 3 colheres de chá de bagas esmagadas); deixe repousar durante 10 minutos e coe. Pode beber até três chávenas de chá de arando por dia. Pode também arrefecer o chá e utilizá-lo como colutorio para tratar inflamações da boca e garganta.

Estudos




MOISÉS
As lendas da Torre de Babel não representam um mito nas páginas
antigas do Velho Testamento, porque o exílio na Terra não pesou tanto às
outras raças degredadas quanto na alma orgulhosa dos judeus,
inadaptados e revoltados num mundo que os não compreendia.
Sem procurarmos os seus antepassados, anteriores a Moisés,
vamos encontrar o grande legislador hebreu saturando-se de todos os
conhecimentos iniciáticos, no Egito antigo, onde o seu espírito recebeu
primorosa educação, à sombra do prestígio de Termútis, cuja caridade
fraterna o recolhera.
Moisés, na sua qualidade de mensageiro do Divino Mestre, procura
então concentrar o seu povo para a grande jornada em busca da Terra da
Promissão. Médium extraordinário, realiza grandes feitos ante os seus
irmãos e companheiros maravilhados. É quando então recebe,
de emissários do Cristo, no Sinai, os dez sagrados mandamentos que, até
hoje, representam a base de toda a justiça do mundo.
Antes de abandonar as lutas da Terra, na extática visão da Terra
Prometida, Moisés lega à posteridade as suas tradições no Pentateuco,
iniciando a construção da mais elevada ciência religiosa de todos os
tempos, para as coletividades porvindouras.


O JUDAÍSMO E O CRISTIANISMO
Estudando-se a trajetória do povo israelita, verifica-se que o Antigo
Testamento é um repositório de conhecimentos secretos, dos iniciados do
povo judeu, e que somente os grandes mestres da raça poderiam
interpretá-lo fielmente, nas épocas mais remotas.
Eminentes espiritualistas franceses, nestes últimos tempos,
procuraram penetrar os seus obscuros segredos e, todavia, aproximandose
da realidade com referência às interpretações, não lhes foi possível
solucionar os vastos problemas que as suas expressões oferecem.
Os livros dos profetas israelitas estão saturados de palavras
enigmáticas e simbólicas, constituindo um monumento parcialmente
decifrado da ciência secreta dos hebreus. Contudo, e não obstante a sua
feição esfingética, é no conjunto um poema de eternas claridades. Seus
cânticos de amor e de esperança atravessam as eras com o mesmo sabor
indestrutível de crença e de beleza. É por isso que, a par do Evangelho,
está o Velho Testamento tocado de clarões imortais, para a visão espiritual
de todos os corações. Uma perfeita conexão reúne as duas Leis, que
representam duas etapas diferentes do progresso humano. Moisés, com a
expressão rude da sua palavra primitiva, recebe do mundo espiritual as
leis básicas do Sinai, construindo desse modo o grande alicerce do
aperfeiçoamento moral do mundo; e Jesus, no Tabor, ensina a
Humanidade a desferir, das sombras da Terra, o seu vôo divino para as
luzes do Céu.

Tumblr




Programas que Amamos


Programa Recuperação
Vai ao AR: 
sábado - 12:00
A equipe liderada por José Carlos trabalha no programa Recuperação para exemplificar maneiras de perseverar no combate aos vícios, utilizando-se de espiritualidade e práticas do dia-a-dia. É a Informação a favor da prevenção!
 O dependente e a família
O programa traz como tema "O dependente e a familia", falando a respeito de como é para a familia ter um dependente e as dificuldades que a familia enfrenta ao lidar com o problema das drogas.

Destaque Sonoro

Noticias do Meio


Terremoto e tsunami de grandes proporções ameaçam os EUA, alertam pesquisadores

TERREMOTO E TSUNAMI DE GRANDES PROPORÇÕES AMEAÇAM OS EUA, ALERTAM PESQUISADORES


O estado do Oregon, na região norte dos Estados Unidos, na costa do Oceano Pacífico, começa a se preparar para enfrentar uma possível catástrofe natural de consequências gravíssimas.

De acordo com o Oregon Seismic Safety Policy Advisory Commission, existe 100% de risco de que um forte abalo sísmico atinja a região, apesar de que não é possível precisar quando isso irá acontecer. A entidade é responsável pela previsão de terremotos e tsunamis no Oregon e também pela orientação à população de como proceder diante de situações de emergência como esta.

De acordo com cálculos de especialistas, o terremoto e o posterior tsunami poderiam causar mais de 10 mil mortes e a inundação completa de cidades, que ficariam sem luz, água, telefone e combustíveis. Os cientistas explicam que o estado do Oregon tem características semelhantes às do Japão.

A questão é que os pesquisadores acreditam que o estado norte-americano está menos preparado para uma catástrofe semelhante em comparação com o Japão, que foi atingido por um  tsunami em 2011. O diretor executivo da Cruz Vermelha acredita que não se trata apenas de uma condição inferior de infraestrutura, mas também ao fato de que a população do Oregon tem um perfil mais individualista e estaria pouco preparada para enfrentar uma catástrofe de grandes proporções.

Artigos relacionados

Departamento de Gerenciamento de Emergências do Oregon

RT

O ser vivo que é

O SER VIVO QUE É "QUASE UM ALIENÍGENA"


Seria este ser vivo um alienígena? Não ainda, apesar de ele reunir características para a sobrevivência fora do nosso planeta. Esta estranha figura é na verdade um Tardigrada, também chamado de urso d'água ou tardígrados. Eles foram descritos pela primeira vez em 1773 e são tão comuns (ou até mais) na Terra do que os seres humanos. Eles são encontrados, geralmente, em ambientes úmidos, mas podem permanecer ativos onde quer que consigam reter alguma umidade. Com sua boca tubular, com dois estiletes, se alimentam de células de plantas, algas ou pequenos invertebrados.

Contudo, o que mais impressiona nestes bichinhos é a sua capacidade de sobreviver a temperaturas que podem variar de algo perto do zero absoluto (-273,15°C) até os 150 °C. Eles também resistem a pressões de 6 mil atmosferas e suportam cerca de 1000 vezes mais radiação do que o ser humano.

Eles podem viver por poucas semanas, mas, no entanto, conseguem entrar em um estado de dormência completa, na qual se encolhem e se desidratam. Todos os seus sistemas e processos biológicos são "desligados" e, desta forma, os tardígrados podem sobreviver por vários anos, permanecendo em um estado chamada criptobiótico. Quando se reidratam, eles "retornam" à vida. Na foto ao lado, este ser vivo, com um milimetro de comprimento, foi fotografado enquanto estava rastejando em um musgo.

Por causa de suas características, os tardígrados foram lançados ao espaço em 2007 e expostos ao vácuo e a altos níveis de radiação. Um terço deles voltou vivo do espaço sem o uso de equipamentos. Desta maneira, o urso d'água já chegou a ser chamado de "quase alienígena" por pesquisadores da Nasa.

Artigos relacionados

Nasa

Noticias do meio


Já imaginou convencer 100 ovelhas a ficarem paradas exatamente em uma determinada posição? Esse era o desafio do fotógrafo Carys Mair Evans. Ele reuniu os animais em formato de coração e conseguiu essa foto impressionante. O objetivo era nobre: Ajudar a arrecadar fundos para a Fundação Britânica do Coração.Mas como ele conseguiu o feito?


Noticias do Meio


Getty Images
Um time de astrônomos da Universidade de Toronto (Canadá) encontrou um sistema parecido com o nosso a mais de 130 mil anos-luz. A diferença é que nesta galáxia, os planetas são gigantes. Saiba mais sobre esta descoberta, que parece coisa de filme de ficção científica!
Os pesquisadores canadenses identificaram quatro planetas muito grandes girando ao redor de uma estrela
O sistema é considerado novo pelos pesquisadores e é uma versão maior do nosso próprio sistema, sugerindo a possível existência de outros planetas com dimensões similares às da Terra
Os "planetões" estão na órbita da estrela HR 8799, que possui 1,5 vezes o tamanho do Sol e erradia mais luz
Os planetas gigantes devem ter aproximadamente 30 milhões de anos e o sistema também possui asteróides, cometas e discos de poeira
Os pesquisadores estão focando suas análises em planetas específicos. O primeiro a ser estudado é o HR 8799c. Ele possui dimensões semelhantes as de Júpiter e sua atmosfera tem água e carbono
Os outros três planetas são ainda maiores. Um deles, o HR 8799d, tem dez vezes a massa de Júpiter!
A existência desse sistema, com corpos tão grandes e distantes de sua estrela coloca em cheque as teorias atuais sobre a formação de planetas. Os cientistas acreditam ser impossível um planeta se formar tão longe da estrela que rege a sua rotação e fornece a luz
O sistema recém descoberto ainda vai passar por mais estudos e análises antes que os cientistas comprovem os resultados de suas pesquisas
Segundo as informações do Space Daily, os pesquisadores vão poder entender como os sistemas solares são formados com base nesta galáxia distante.

Noticias do Meio


Fotógrafo flagra tubarões a 50 km de praia do Rio de Janeiro

Animais estavam em região oceânica próxima à Barra da Tijuca.
Fotógrafo se preparou por três anos para registrar imagens.

Exemplar de tubarão lombo-preto fotografado na costa do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)Exemplar de tubarão lombo-preto fotografado na costa do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)











O fotógrafo Daniel Botelho fez no último fim de semana imagens raras de tubarões que vivem na costa do Rio de Janeiro, animais que povoam grande parte do litoral brasileiro e que só podem ser vistos em áreas de mar aberto, distante da costa.

Botelho, que se tornou um especialista em fotografar tubarões em diversas partes do mundo,  e já encarou outras feras como o crocodilo-do-Nilo, na África, conta que se preparou por três anos para mergulhar com os tubarões na orla carioca.
"Tive que planejar, levantar fundos. O mar do Rio de Janeiro não costuma registrar a presença constante de tubarões. Tanto que se tivéssemos a presença maior desses animais, seria mais uma forma de explorar o turismo na cidade”.
Ele se refere à prática de mergulho com esses animais, que é quando turistas são colocados em uma espécie de gaiola e, em seguida, ficam embaixo d'água, com segurança, para observar e fotografar tubarões, como acontece, por exemplo, na África do Sul.
Para atrair a atenção dos tubarões, o grupo que acompanhava Botelho precisou lançar no mar um composto chamado de engodo, uma mistura de tripa de peixe com óleo de fígado de peixe. O material foi jogado enquanto o barco ficou à deriva.Trilha em alto mar
As imagens do fotógrafo brasileiro foram feitas na região da Barra da Tijuca, a 50 km de distância da praia – para chegar a esta área leva-se cerca de três horas de barco. Deste ponto, já não é possível observar a costa do Rio.
“Foi um processo de muita paciência porque a cada três minutos tínhamos que lançar essa mistura, com o intuito de atrair o olfato dos tubarões”.
Tempos depois, três exemplares jovens de tubarão-lombo-preto (Carcharhinus Salciformis) começaram a rondar o barco. Segundo o fotógrafo, cada exemplar tinha um 1,5 metro de comprimento e comportamento um pouco agressivo. “Eles vêm muito em cima por curiosidade. São animais que, se os alimentarmos, pegam a comida e vão embora”, explica.
De acordo com o biólogo Marcelo Szpilman, diretor do Instituto Aqualung, do Rio de Janeiro, essa espécie de tubarão é considerada oceânica, ou seja, fica em áreas mais afastadas da costa, com água clara. Sua população está espalhada por diversas partes do mundo.
As imagens foram feitas na Barra da Tijuca, mas a 50 km de distância da praia (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)As imagens foram feitas na Barra da Tijuca, mas a 50 km de distância da praia (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)
Essa espécie de tubarão é encontrada em diversas partes do mundo e vive quase sempre em mar aberto (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)Essa espécie de tubarão é encontrada em diversas partes do mundo e vive quase sempre em mar aberto (Foto: Divulgação/Daniel Botelho)

Noticias do meio


Ilha de Alcatraz celebra 50 anos de fechamento de prisão; veja fotos

Chamada de 'A Rocha', penitenciária abrigou bandidos como Al Capone.
Local é uma das atrações turísticas mais visitadas de San Francisco.


Visitante tira foto na prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Visitante tira foto na prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)













A Ilha de Alcatraz, em San Francisco, está com uma programação especial para comemorar um marco: os 50 anos do fechamento da famosa prisão de segurança máxima que funcionou no local de 1934 a 1963.
Na quinta-feira (21), foi aberta uma exposição com fotos que registram a penitenciária federal em 21 de março de 1963, dia em que ela fechou as portas definitivamente. As imagens foram feitas para a revista “Life” pelo fotógrafo Leigh Wiener.
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Vista da ilha do barco que leva até o local
(Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
As fotos não publicadas na época ficaram guardadas durante décadas até que foram descobertas pelo filho do fotógrafo, 45 anos depois.
Ampliações de 27 dessas imagens inéditas estarão expostas até junho deste ano na prisão, que hoje é uma das atrações turísticas mais visitadas de San Francisco.
Ainda para celebrar a data, o Serviço Nacional de Parques dos EUA, que administra Alcatraz, convidou ex-guardas da antiga penitenciária para contarem suas histórias aos turistas que visitaram o lugar na quinta-feira.
A exposição de fotografias segue até junho de 2013. Mais informações podem ser vistas nosite oficial de Alcatraz.
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Turistas passam por corredor da penitenciária de segurança máxima (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
'A Rocha'
Conhecida como “A Rocha”, a prisão de Alcatraz abrigou os bandidos mais perigosos dos Estados Unidos. O mais famoso deles foi o mafioso Al Capone.
O ex-guarda Jim Albright visita a prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)O ex-guarda Jim Albright, ao lado de foto de 50 anos
atrás em que ele aparece
(Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A alcunha de penitenciária modelo, da qual seria impossível sair, não impediu, porém, algumas tentativas de fuga.
A maioria dos detentos que conseguiram sair da edificação foram recapturados, com exceção de cinco deles, que nunca foram encontrados e passaram a ser considerados desaparecidos.
A penitenciária também foi retratada diversas vezes por Hollywwod. Os filmes “Fuga de Alcatraz” (1979), protagonizado por Clint Eastwood, e  “A Rocha” (1996), com Nicholas Cage e Sean Connery, são dois dos mais conhecidos.
Hoje, os turistas que vão à ilha podem fazer tours temáticos guiados, com temas como "Escapadas", "História Militar" e "História Natural". Os visitantes também recebem audioguias, caso prefiram percorrer o local no seu ritmo.
A visita completa à ilha costuma durar de duas a três horas. Veja a seguir algumas fotos do dia da abertura da exposição.
Turistas na prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Turistas ouvem informações sobre a prisão (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
Quarto médico da prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Uma das antigas celas da prisão; todas eram individuais, para evitar contato entre os detentos (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Turista registra uma das fotografias da exposição (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
Enfermaria da prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)A antiga enfermaria da penitenciária (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)A entrada do prédio (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)Turista passa por corredor de celas (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
A prisão de Alcatraz, em San Francisco (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)A  prisão fica em uma ilha (Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP
)

Noticias do meio


Dia 22 de março “Dia Mundial da Água”

Muitos brasileiros cresceram ouvindo que o país tem água em abundância, mas sem o alerta de que esse recurso natural é um bem finito e em muitos lugares até mesmo escasso. As grandes regiões metropolitanas são as que mais sofrem com a baixa disponibilidade hídrica.

No Paraná, por exemplo, na região metropolitana de Curitiba, a disponibilidade é 500 metros cúbicos (m³) por habitante ao ano, enquanto a recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU) é 1.700 m³ anuais por habitante.

Diante desse quadro de escassez, a solução é economizar, reciclar e investir no uso consciente da água. Uma prática que vem se tornado cada vez mais comum no Brasil é o reuso da água. Empresas de saneamento tratam os esgotos e reutilizam esse efluente tratado, a chamada água de reuso.

Água de reuso é um efluente tratado, resultante de todo um processo de purificação e tratamento. Essa água atende aos parâmetros de qualidade exigidos na legislação brasileira e pode ser usada para fins que não sejam o consumo humano, essa água não é própria para o consumo humano, mas tem qualidade suficiente para ser usada na irrigação agrícola e de jardins, na indústria e na lavagem de ruas, praças, calçadas e automóveis, entre outros.

E no caminho para a universalização dos serviços de saneamento básico, o Brasil ainda está longe do ideal, especialmente no tratamento de esgoto, que enfrenta problemas como a rejeição da população e a incapacidade técnica das prefeituras, além do déficit gerado por anos de investimentos tímidos ou inexistentes.

Fonte: Agência Brasil

Achados...


Matérias do Celd


Estudos





AS ADVERTÊNCIAS DO CRISTO
A sua confraternização com os terrícolas primários, encontrados no
seu caminho, constitui uma divida sagrada da Humanidade para com os
seus labores planetários.
O Senhor da semeadura e da seara não lhes desconhece essa
grande virtude e é por isso que as exortações de toda natureza são por ele
enviadas do Alto, nos tempos que correm, às nações européias, a fim de
que se preservem do extermínio e da destruição terrestre, arrancando-as
do primitivismo para um elevado nível de aperfeiçoamento nos grandes
trabalhos construtivos da evolução global; se erraram muito, foram
igualmente muito sinceras, porque a sua inquietação era por levantar um
novo paraíso para si mesmas e para os homens terrestres, com cujas
famílias fraternizaram-se desde o princípio. Faltaram-lhes os valores
espirituais de uma perfeita base religiosa, situação essa para a qual
concorreram, inegavelmente, na utilização do livre-arbítrio; mas o Cristo,
nas dolorosas transições deste século, há de amparar-lhes as expressões
mais dignas e mais puras, espiritualmente falando, e, no momento
psicológico das grandes transformações, o fruto
de suas atividades fecundas há de ser aproveitado, como a semente nova,
para a civilização do porvir.

O povo de Israel
ISRAEL
Dos Espíritos degredados na Terra, foram os hebreus que
constituíram a raça mais forte e mais homogênea, mantendo inalterados os
seus caracteres através de todas as mutações.
Examinando esse povo notável no seu passado longínquo,
reconhecemos que, se grande era a sua certeza na existência de Deus,
muito grande também era o seu orgulho, dentro de suas concepções da
verdade e da vida.
Consciente da superioridade de seus valores, nunca perdeu
oportunidade de demonstrar a sua vaidosa aristocracia espiritual,
mantendo-se pouco acessível à comunhão perfeita com
as demais raças do orbe. Entretanto, em honra da verdade, somos
obrigados a reconhecer que Israel, num paradoxo flagrante, antecipandose
às conquistas dos outros povos, ensinou de todos os tempos a
fraternidade, a par de uma fé soberana e imorredoura - Sem pátria e sem
lar, esse povo heróico tem sabido viver em todos os climas sociais e
políticos, exemplificando a solidariedade humana nas melhores tradições
de trabalho; sua existência histórica, contudo, é uma lição dolorosa para
todos os povos do mundo, das conseqüências nefastas do orgulho e do
exclusivismo.

Programas que Amamos


Programa Como Superar As Aflições
Vai ao AR: 
quarta-feira - 21:00
Izaias Claro oferece auxílio na busca da superação de nossas aflições, sem desistência  ou vitimização.  Escute o programa e perceba que nada é tão difícil quanto parece, afinal tudo depende de nós.
Nossas responsabilidades
A responsabilidade é fator importante para o sucesso de qualquer trabalho e ação em nossas vidas, seja no campo doméstico, da fé e principalmente com nosso aprimoramento evolutivo.

Destaque Sonoro - O Tempo

Noticias do Meio


Obama chega a Israel para sua 1ª visita como presidente

O presidente Barack Obama chegou a Israel nesta quarta-feira (20) e ressaltou os laços entre os EUA e o seu aliado no Oriente Médio. Ele afirmou que escolheu Israel como sua primeira viagem internacional do segundo mandato para reafirmar seu compromisso com a segurança do Estado judeu.
O líder americano foi recebido pelo premiê Benjamin Netanyahu e o presidente Shimon Peres; ele se reunirá com líderes israelenses para discutir temas como o Irã e a guerra na Síria
Obama disse também que Israel é o aliado mais forte e o maior amigo dos EUA. Em uma referência velada às tensões e mudanças de regimes na região, ele acrescentou: Os ventos da mudança trazem promessas e perigos.
Em seu primeiro mandato, Obama e Netanyahu discutiram devido ao processo de paz com a Palestina. Apesar das garantias públicas de que as relações bilaterais, apesar das discordâncias, permaneciam sólidas, o presidente teve que lidar por quatro anos com críticas vindas de defensores de Israel e conservadores, que diziam que Obama não fazia o suficiente para apoiar a única democracia estável do Oriente Médio, cuja existência estava sob ameaça.
A parte principal da primeira parte da viagem será um discurso que Obama fará em uma universidade israelense amanhã, durante o qual é esperado que o presidente renove as garantias de apoio a Israel enquanto busca conter as ameaças do Irã.

O Clarim



O Espiritismo é cristão?
Se somos cristãos, por que não estudamos mais sobre Jesus?

 •  Octávio Caúmo Serrano

Segundo entendemos, sim. O Espiritismo é a volta da doutrina de Jesus Cristo, clara e objetivamente, porque ela foi deturpada ao longo do tempo, e é conhecido entre os seus seguidores como Cristianismo Redivivo.
Se somos cristãos, por que não estudamos mais sobre Jesus? Por que os espíritas não leem a Bíblia, especialmente na parte do Novo Testamento, onde há revelações extraordinárias sobre a passagem deste Mestre pelo planeta?
O Novo Testamento começa com o enunciado dos quatro principais Evangelistas, os escolhidos pela Igreja Romana, que narram fatos da vida de Jesus: Mateus, Marcos, Lucas e João.
Registra também vinte e uma cartas – conhecidas como Epístolas -, destacando-se as catorze de Paulo de Tarso, que não conheceu Jesus, mas que foi o mais importante divulgador do Cristianismo. Além delas há uma de Tiago, duas de Pedro, três de João e uma de Judas Tadeu. Temos o Apocalipse de João – O Evangelista – e o extraordinário Ato dos Apóstolos que começa logo depois do Evangelho de João.
Falam de novas lições de Jesus, depois do episódio da crucificação, já que ainda por quarenta dias falou aos seus seguidores sobre o Reino de Deus. Relata também trabalhos feitos pelos Apóstolos, em nome de Jesus, e dos prodígios não compreendidos pelos chefes religiosos. Menciona casos envolvendo diferentes pessoas, crentes e não crentes. Enfim, são vinte e oito capítulos cheios de revelações e belezas. Falam das andanças e atuação do Velho Saulo de Tarso, agora o Paulo, conhecido como o convertido de Damasco, depois que teve na estrada uma visão de Jesus que lhe perguntou: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” É quando o coerente rabi pergunta a Jesus: “Que queres que eu faça, Senhor?” E Jesus lhe recomenda que siga até Damasco onde teria a resposta para todas as suas indagações. É ali que o velho Ananias impõe-lhe as mãos sobre os olhos e lhe restitui a visão perdida durante a viagem.
Uma leitura que vale a pena porque conheceremos mais de Jesus além das parábolas e dos acontecimentos que o envolveram enquanto esteve conosco na Terra. Muitas revelações do Espírito Jesus Cristo que norteou a vida de seus mais diretos seguidores para que não debandassem, já que Ele mesmo havia predito que “morto o pastor o rebanho se dissiparia”.
Não somos dos que defendem que a Bíblia é um livro infalível e que é a palavra de Deus. Muitas coisas mencionadas na Bíblia afrontam a razão humana. Mas pelo menos devemos ler a Bíblia como um livro que conta a história da humanidade, sem nos perdermos em simbologias que não podemos entender. Ali está escrito o desenvolvimento das raças e das sociedades até os nossos dias. E quanto ao Novo Testamento, nenhum cristão deve deixar de ler.

Noticias do Meio



Inaugurado o Alma, gigantesco telescópio do futuro

INAUGURADO O ALMA, GIGANTESCO TELESCÓPIO DO FUTURO


Um sistema de telescópios gigantes que promete revolucionar a história da observação espacial foi inaugurado no Chile, na última semana. Trata-se do Alma, o Atacama Large Milimiter/submilimiter Array, projeto que teve sua cerimônia oficial de inauguração realizada no deserto do Atacama, na presença de mais de 500 convidados entre pesquisadores e autoridades.

O sistema está localizado no platô de Chajnantor, a cinco mil metros de altitude, na região andina chilena e foi construído com recursos de colaboradores da Europa, América do Norte, Ásia Oriental e Chile - que forneceu o seu território. O Brasil também participa do projeto, mas numa escala pequena e sua condição de membro precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional, já que passará a contribuir financeiramente com o projeto.

O complexo do Alma é formado por 66 antenas capazes de observar faixas de luz imperceptíveis ao olho humano, o que poderá ajudar na identificação de detalhes nunca antes vistos do nascimento de estrelas e jovens galáxias do começo do universo e planetas que estão se formando próximo de estrelas distantes. A expectativa também é de que será possível descobrir e medir a distribuição das moléculas que se formam no espaço existente entre as estrelas.

A grande novidade deste complexo é que as antenas poderão ser transportadas para outros lugares, para alterar sua configuração e sincronizar de forma mais eficiente as informações obtidas. Sua localização também é muito importante: a região onde o Alma se encontra é caracterizada pelo ar rarefeito da grande altitude, o que faz com que a interferência da umidade da atmosfera seja menor.

Por conta de todo esse entusiasmo com os futuros resultados prometidos por esta tecnologia aplicada à observação do Universo, o Alma é considerado um verdadeiro marco na história da astronomia.

Artigo relacionado

ESO

Conheça o mais antigo e profundo lago de água doce do mundo

CONHEÇA O MAIS ANTIGO E PROFUNDO LAGO DE ÁGUA DOCE DO MUNDO


Você tem ideia de onde fica o lago mais profundo e antigo de água doce do mundo? Trata-se do Lago Baikal, que desliza sinuosamente ao longo de aproximadamente 644 quilômetros pela região sudeste da Sibéria, ao norte da fronteira de Mongólia. Esta lago está numa fenda onde a Ásia, em um futuro não muito próximo, poderia ser dividir e dar início a um oceano.

Os geólogos afirmam que o Lago Baikal atualmente é uma imagem de como o litoral da América do Norte, África e Europa deveria ser quando estas regiões começaram a se separar há milhões de anos atrás. Estima-se que o Baikal tenha se formado há 20 ou 25 milhões de anos, durante a era Mesozoica.

Com uma profundidade que chega a até 1.637 metros e também constituído por uma espessa camada mais ao fundo de quase 6,5 quilômetros de sedimentos, este lago gelado e rico em oxigênio abriga formas bizarras de vida. Uma delas é o "prato" favorito das focas, chamado de golomyanka, um peixe rosado e parcialmente transparente, que se decompõe rapidamente sob o sol.

Rodeado por 1,6 quilômetros de montanhas com picos cobertos de neve, o Lago Baikal também está começando a atrair turistas por sua paisagem e beleza intocada. As montanhas seguem como um lugar seguro para animais selvagens e também para as pequenas vilas, um raro refúgio de tranquilidade e também de autopreservação desta região remota da taiga siberiana.

Artigo relacionado

Baikal.org

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org