Noticias do Meio

Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da humanidade


allan kardecHippolyte Léon Denizard Rivail nasceu em Lion, em 3 de outubro de 1804.
Educado na Escola de Pestalozzi, em Yverdun (Suíça), Rivail tornou-se um dos mais eminentes discípulos desse célebre professor e um propagandista do seu sistema de educação. Dotado de notável inteligência e atraído para o ensino, pelo seu caráter e pelas suas aptidões especiais, já aos catorze anos ensinava o que sabia àqueles dos seus condiscípulos que haviam aprendido menos do que ele.
Foi nessa escola que lhe desabrocharam as ideias que mais tarde o colocariam na classe dos homens progressistas e dos livre-pensadores.
Hippolyte Léon Denizard Rivail, nascido sob a religião católica, mas educado num país protestante, na época, os atos de intolerância que por isso teve de suportar, no tocante a essa circunstância, cedo o levaram a conceber a ideia de uma reforma religiosa, na qual trabalhou em silêncio durante longos anos com o intuito de alcançar a unificação das crenças. Faltava-lhe, porém, o elemento indispensável à solução desse grande problema. O Espiritismo veio, a seu tempo, imprimir-lhe especial direção aos trabalhos.
Antes que o Espiritismo lhe popularizasse o pseudônimo de Allan Kardec, destacava-se por seus trabalhos  de natureza muito diferente, porém tendo todos, como objetivo, esclarecer as massas e prendê-las melhor às respectivas famílias e países.
Entre as suas numerosas obras de educação, destacamos; Plano proposto para melhoramento da Instrução pública (1828); Curso prático e teórico de Aritmética, segundo o método Pestalozzi, para uso dos professores e das mães de família (1824); Catecismo gramatical da língua francesa (1848).
Pelo ano de 1855, em foco a questão das manifestações dos Espíritos, Rivail se entregou a observações perseverantes sobre esse fenômeno, cogitando principalmente de lhe deduzir as consequências filosóficas.
A partir destas observações e já com pseudônimo de Allan Kardec codificou, O Livro dos Espíritos, referente à parte filosófica, e cuja primeira edição apareceu a 18 de abril de 1857; O Livro dos Médiuns, relativo à parte experimental e científica (janeiro de 1861); O Evangelho segundo o Espiritismo, concernente à parte moral (abril de 1864); O Céu e o Inferno, ou A justiça de Deus segundo o Espiritismo (agosto de 1865); A Gênese, os Milagres e as Predições (janeiro de 1868); A Revista Espírita, jornal de estudos psicológicos, periódico mensal começado a 1º de janeiro de 1858.
Kardec fundou em Paris, a 1º de abril de 1858, a primeira Sociedade espírita regularmente constituída, a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, cujo fim exclusivo era o estudo de quanto possa contribuir para o progresso da nova ciência.
Ele foi o primeiro a apresentar a teoria relativa a tais fatos e a formar com eles um corpo de doutrina, metódico e regular. Demonstrando que os fatos erroneamente qualificados de sobrenaturais se acham submetidos a leis, ele os incluiu na ordem dos fenômenos da Natureza, destruindo assim o último refúgio do maravilhoso e um dos elementos da superstição.
Em poucos anos, aquelas ideias conquistaram numerosos simpatizantes em todas as camadas sociais e em todos os países.
Neste 03 de Outubro, celebramos os 209 anos de nascimento de Kardec.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org