Noticias do Meio

Por que conhecer João Pessoa?

A cidade de João Pessoa, capital do estado da Paraíba, completa 428 anos no dia 5 de agosto. Conhecida pelas praias e festas regionais, a cidade alia tecnologia e ações pioneiras de mobilidade urbana com arquitetura e pontos turísticos históricos. Descubra por que JP é tão especial e considerada uma das melhores cidades do Nordeste brasileiro para se visitar e viver.
Dados curiosos
Capital das Acácias, Jampa, JP... a cidade de João Pessoa tem vários apelidos. Um dos mais famosos é Porta do Sol. Isso porque, devido a sua localização, é conhecida como "o lugar que o Sol nasce primeiro nas Américas". Fundada em 1585, recebeu o nome de "Nossa Senhora das Neves", outra denominação pela qual é carinhosamente chamada. É a terceira capital de estado mais antiga do Brasil. Foi batizada como João Pessoa em 1930 em homenagem ao político João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, assassinado no mesmo ano, na cidade do Recife.
Em 1992, a cidade foi eleita pela Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento como a segunda capital mais verde do mundo. Esse fato fez com que houvesse uma expansão imobiliária muito grande na cidade que, mais intensamente nos últimos anos, mantém edifícios históricos em paralelo com prédios modernos. A grande procura pela cidade para morar e se aposentar foi destaque na organização International Living que realiza anualmente uma pesquisa e lança um ranking com uma as melhores cidades do mundo para morar. E João Pessoa é uma das únicas capitais brasileiras listadas nessa seleta lista.
João Pessoa é a cidade mais populosa do estado. E a com a maior economia da Paraíba. Tem também o maior parque industrial com diversos segmentos. Entre as indústrias estão Ambev, Coteminas e Coca-Cola.
Tradições
Uma das tradições da cultura de João Pessoa é o artesanato. Um dos melhores lugares para encontrar lembranças e presentes típicos da cidade é o Mercado de Artesanato da Paraíba.
A culinária é bem diversificada. Vai de buchada de caranguejo e de bode, carne-de-sol acompanhada de arroz de leite e macaxeira cozida. Outra iguaria local, além do baião-de-dois, é a galinha à cabidela feita com o sangue do animal com vinagre. Para os menos corajosos, a tapioca é sempre uma boa pedida. São várias barracas espalhadas pela cidade oferecendo os mais diversos tipos de recheio.
As festas também são uma tradição da Paraíba, especialmente da capital. O carnaval de rua, formado por uma programação intensa de blocos independentes, é uma delas. Por lá, o pré-carnaval é animado pela Folia de Rua e Muriçocas do Miramar que tocam frevo e maracatu. Durante o São João, outro período de muita comemoração no estado, o forró é que predomina e reúne tanto festas gigantescas com outras mais populares. Outra festa religiosa em destaque é a encenação da Paixão de Cristo e festividades da Semana Santa.
Uma das datas mais importantes é o dia 5 de agosto. Comemora-se o aniversário de João Pessoa e o dia de Nossa Senhora das Neves, padroeira da cidade. A festa dura uma semana com missas, procissões, eventos religiosos e shows de bandas locais e grandes artistas.
O que você não pode deixar de conhecer
João Pessoa tem muitos pontos turísticos. As praias de Tambaú, do Jacaré, Cabo Branco, Manaíra, Bessa, Seixas, Picãozinho e Areia Vermelha são algumas mais frequentadas. Embora a da Tambaba, Coqueirinho, Tabatinga sejam consideradas as mais bonitas.
Um dos cartões postais da cidade é o Farol do Cabo Branco. Ele sinaliza que João Pessoa está no ponto oriental extremo das Américas. Por isso que se diz que o Sol nasce primeiro por lá. Outro local para admirar o sol é a vista do tradicional Hotel Globo.
A arquitetura barroca pode ser admirada no Conjunto São Francisco, um complexo arquitetônico composto pelo Convento de Santo Antônio e pela Igreja de São Francisco.

Conjunto São Francisco - João Pessoa. (Foto: Flickr / Alexandre Marino)

Por que João Pessoa é tão especial?

Além da qualidade de vida, João Pessoa é especial pela diversidade. Convive com a arquitetura tradicional e prédios ultra modernos, promovendo a verticalização da cidade. Mantém viva a cultura tradicional, mas não fica parada no tempo. Em 2008 a população ganhou a Estação Ciência com a missão de levar cultura, arte, ciência e tecnologia à população de forma gratuita. Com o nome de Estação Cabo Branco, o prédio foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O complexo possui mais de 8.500m² de área construída no bairro do Altiplano Cabo Branco. Foi uma das primeiras capitais do Brasil é a ter projeto de wifi gratuito e recebeu em agosto de 2012 a VI edição da Olimpíada Brasileira de Robótica e deve sediar a RoboCup em 2014. Enquanto outras cidades brasileiras queimam os neurônios para resolver problemas de mobilidade urbana, JP já tem, desde 2010, oProjeto Pedala João Pessoa com aluguel de bicicletas.
Seja pela modernidade ou pela tradição, João Pessoa é um daqueles lugares que não se pode morrer sem conhecer. O único 'problema' é não querer sair mais de lá.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org