Noticias do Meio

Descoberta nova parte do corpo humano

DESCOBERTA NOVA PARTE DO CORPO HUMANO


Um professor da Universidade de Nottingham descobriu, recentemente, mais uma parte da anatomia humana. Trata-se de uma nova camada na parte de trás da córnea humana, batizada de Camada Dua, em homenagem ao seu descobridor, Harminder Dua. A nova camada mede somente 15 mícrons de espessura, mas sua importância é enorme:  fará com que a cirurgia ocular fique mais segura e simples. O trabalho foi publicado na revista “Ophthalmology”.

Anteriormente, a região em que foi descoberta a Camada de Dua tinha cinco camadas conhecidas. A descoberta aconteceu após injeção de bolhas de ar nas córneas doadas para pesquisa. Os cientistas usaram um microscópio eletrônico que examinou cada camada separadamente.

Agora, algumas doenças como hidropsia da cornea poderão ser tratadas de maneira correta com a descoberta da Camada Dua. Os pesquisadores também acreditam que este conhecimento tratá melhores resultados aos transplantes.
A tempestade solar que se aproxima

A TEMPESTADE SOLAR QUE SE APROXIMA


Cientistas do Grupo de Investigação da Atmosfera e do Meio Ambiente, a pedido da empresa de seguros britânica Lloyd´s, fizeram um estudo sobre as consequências no mundo ocidental caso ocorresse uma grande tempestade eletromagnética. A pesquisa demonstra que, quando o Sol chegar ao ápice do seu ciclo, ou o "máximo solar", que poderá ocorrer em 2015, os efeitos da tempestade magnética seriam quase apocalípticos: um imenso apagão mundial provocaria a paralisação dos sistemas de controle de tráfego aéreo de uma hora de a outra, causando vários acidentes, e também traria muitas consequências para pacientes ou doentes que dependam de uma conexão a um equipamento elétrico.

Caso o apagão se estenda por cinco meses, algo que está dentro de um dos cálculos, o custo para a América do Norte e Europa seria, somente no que diz respeito aos seguros, algo em torno dos US$ 2,6 bilhões. De acordo com o estudo, os efeitos das super tormentas solares seriam maiores do que a última, que trouxe efeitos à Terra, em 1859, pois atualmente as pessoas dependem muito mais de sistemas elétricos do que nunca.

Existem maneiras de prever a chegada de uma tormenta solar e tomar medidas que amenizem o estrago, ou até mesmo decisões rápidas: a força de uma tormenta só é possível de ser identificada entre 15 e 30 minutos antes da sua chegada.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org