Noticias do Meio


ROBÔS GANHAM PELE ARTIFICIAL QUE POSSIBILITA SENTIDO DO TATO


Um trabalho de colaboração entre cientistas norte-americanos e chineses resultou em um tipo de pele artificial, capaz de transformar movimentos mecânicos em pulsações elétricas, trazendo à robótica a possibilidade de percepção táctil.
O desenvolvimento do projeto faz parte de um amplo programa conhecido como Computação Perceptiva, um estudo dedicado à exploração de alternativas para produzir sentidos humanos em máquinas. Empresas como a IBM e Intel já obtiveram bons resultados. A pele artificial em questão é composta por uma matriz com 8 mil transistores, elaborada com sensores de óxido de zinco nanométricos, capazes de gerar um impulso eletrônico sempre que submetido a tensão mecânica.
O transistor sensível ao tato recebeu o nome de Taxel e tem capacidade táctil comparável à de um dedo humano.  Quando o material piezoeléctrico, neste caso, o óxido de zinco, se move ou é submetido à tensão, sofre mudanças em sua polarização, o que posteriormente permite controlar o fluxo de corrente que circula pelos cabos. A utilização deste tipo de transistor sensível ao movimento e tensão não está limitada ao desenvolvimento de pele artificial, podendo também ser aplicada às plataformas de controle entre computadores e pessoas, assim como em muitas outras áreas
.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org