Noticias do Meio


ENCONTRADOS OS MAIS ANTIGOS EMBRIÕES DE DINOSSAUROS DO MUNDO, COM 190 MILHÕES DE ANOS


Encontrados os mais antigos embriões de dinossauros do mundo, com 190 milhões de anos
Um achado extremamente raro e valioso foi realizado na China por uma equipe internacional de cientistas. Trata-se de um fóssil de embrião de um dinossauro que data de 190 milhões de anos atrás. A equipe de pesquisadores da Alemanha, Austrália, China e Taiwan realizou escavações na província de Yunnan e analisou mais de 200 ossos de exemplares de dinossauros em diferentes períodos embrionários.
O achado pode ajudar a explicar como era a fase inicial do desenvolvimento dos animais, ainda dentro do ovo. Antes desta descoberta, boa parte dos embriões de dinossauros estudados até o momento eram do Cretáceo - entre 145,5 milhões e 65,5 milhões de anos atrás, aproximadamente. 
Os ovos são muito pequenos, mas estão em ótimas condições. São 20 exemplares embrionários da espécie Lufengosaurus (que significa "réptil de Lufeng"), dinossauro muito comum na região durante a primeira etapa do período Jurássico.  Este animal herbívoro e de pescoço comprido tinha como principal característica o tamanho gigantesco – adultos chegavam a medir nove metros de altura. A análise da anatomia e a estrutura interna revelou, entre outras coisas, que os músculos tiveram um papel importante na forma do fêmur e que os dinossauros, assim como as aves modernas, podiam se movimentar dentro do ovo
.

SEGURANÇA DO FUTURO DISPENSA SENHA

A segurança na identificação do usuário para a utilização de qualquer serviço de informática é indispensável e, em função do constante desenvolvimento da tecnologia, a necessidade de senhas e combinações cada vez mais elaboradas aumentou consideravelmente. Atentos a este fenômeno, cientistas da Universidade de Berkeley desenvolveram um dispositivo capaz de detectar os pensamentos de uma pessoa, através da analise de sua onda cerebral, desprendida durante sua atividade mental, dispensando o usuário de memorizar inúmeras combinações de senhas. Quando o sistema estiver em funcionamento, o usuário colocara um dispositivo na cabeça, semelhante a um Bluetooth e, ao invocar um determinado pensamento o sistema será capaz de determinar sua identidade.

O PODER DA "ACUMULAÇÃO" DOS CARROS PELA ARTE


O poder da "acumulação" dos carros pela arte
O que fazer com objetos que não servem mais nos dias de hoje, quando carros, computadores e celulares e tantos outros produtos são trocados e descartados em uma velocidade nunca antes vista? O franco-americano Armand Fernandez (1928-2005), conhecido como Arman, resolveu usar a arte para encontrar uma solução para o problema.
Em uma fase de sua carreira definida como "acumulação", ele reuniu 60 carros e mais 18 toneladas de concreto para fazer o "Long Term Parking" (algo como "Estacionamento de longo prazo"). A escultura de 19,5 metros foi inaugurada em 1982 e está permanentemente exposta próximo de Paris, em Jouy-en-Josas, na França.
Além da "acumulação", Armand também é conhecido pela destruição e recomposição dos objetos.
Artigo relacionado

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org