Estudos





AS ADVERTÊNCIAS DO CRISTO
A sua confraternização com os terrícolas primários, encontrados no
seu caminho, constitui uma divida sagrada da Humanidade para com os
seus labores planetários.
O Senhor da semeadura e da seara não lhes desconhece essa
grande virtude e é por isso que as exortações de toda natureza são por ele
enviadas do Alto, nos tempos que correm, às nações européias, a fim de
que se preservem do extermínio e da destruição terrestre, arrancando-as
do primitivismo para um elevado nível de aperfeiçoamento nos grandes
trabalhos construtivos da evolução global; se erraram muito, foram
igualmente muito sinceras, porque a sua inquietação era por levantar um
novo paraíso para si mesmas e para os homens terrestres, com cujas
famílias fraternizaram-se desde o princípio. Faltaram-lhes os valores
espirituais de uma perfeita base religiosa, situação essa para a qual
concorreram, inegavelmente, na utilização do livre-arbítrio; mas o Cristo,
nas dolorosas transições deste século, há de amparar-lhes as expressões
mais dignas e mais puras, espiritualmente falando, e, no momento
psicológico das grandes transformações, o fruto
de suas atividades fecundas há de ser aproveitado, como a semente nova,
para a civilização do porvir.

O povo de Israel
ISRAEL
Dos Espíritos degredados na Terra, foram os hebreus que
constituíram a raça mais forte e mais homogênea, mantendo inalterados os
seus caracteres através de todas as mutações.
Examinando esse povo notável no seu passado longínquo,
reconhecemos que, se grande era a sua certeza na existência de Deus,
muito grande também era o seu orgulho, dentro de suas concepções da
verdade e da vida.
Consciente da superioridade de seus valores, nunca perdeu
oportunidade de demonstrar a sua vaidosa aristocracia espiritual,
mantendo-se pouco acessível à comunhão perfeita com
as demais raças do orbe. Entretanto, em honra da verdade, somos
obrigados a reconhecer que Israel, num paradoxo flagrante, antecipandose
às conquistas dos outros povos, ensinou de todos os tempos a
fraternidade, a par de uma fé soberana e imorredoura - Sem pátria e sem
lar, esse povo heróico tem sabido viver em todos os climas sociais e
políticos, exemplificando a solidariedade humana nas melhores tradições
de trabalho; sua existência histórica, contudo, é uma lição dolorosa para
todos os povos do mundo, das conseqüências nefastas do orgulho e do
exclusivismo.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org