Estudos




O EXPANSIONISMO DOS ÁRIAS
Muitos séculos antes de qualquer prenúncio de civilização terrestre,
os árias espalharam-se pelas planícies hindus, dominando os autóctones,
descendentes dos "primatas", que possuíam uma pele escura e deles se
distanciavam pelos mais destacados caracteres físicos e psíquicos. Mais
tarde, essa onda expansionista procurou localizar-se ao longo das terras
da futura Europa, estabelecendo os primeiros fundamentos da civilização
ocidental nos bosques da Grécia, nas costas da Itália e da França, bem
como do outro lado do Reno, onde iam ensaiar seus primeiros passos as
forças da sabedoria germânica.
As balizas da sociedade dos gregos, dos latinos, dos celtas e dos
germanos estavam lançadas.
Cada corrente da raça ariana assimilou os elementos encontrados,
edificando-se os primórdios da civilização européia; cada qual se baseou
no princípio da força para o necessário estabelecimento, e, muito cedo,
começaram no Velho Mundo os choques de suas famílias e tribos.

OS MAHATMAS
Da região sagrada do Ganges partiram todos os elementos
irresignados com a situação
humilhante que o degredo da Terra lhes infligia. As arriscadas aventuras
forneceriam uma noção de vida nova e aqueles seres revoltados
supunham encontrar o esquecimento de sua posição nas paisagens
renovadas dos caminhos; lá ficaram, apenas, as almas resignadas e
crentes nos poderes espirituais que as conduziriam de novo às
magnificências dos seus paraísos perdidos e distantes.
Os cânticos dos Vedas são bem uma glorificação da fé e da
esperança, em face da Majestade Suprema do Senhor do Universo. A
faculdade de tolerar, e esperar, aflorou no sentimento coletivo das
multidões, que suportaram heroicamente todas as dores e aguardaram o
momento sublime da redenção. Os "mahatmas" criaram um ambiente de
tamanha grandeza espiritual para o seu povo, que, ainda hoje, nenhum
estrangeiro visita a terra sagrada da Índia sem de lá trazer as mais
profundas impressões acerca de sua atmosfera psíquica. Eles deixaram
também, ao mundo, as suas mensagens de amor, de esperança e de
estoicismo resignado, salientando-se que quase todos os grandes vultos
do passado humano, progenitores do pensamento contemporâneo, deles
aprenderam as lições mais sublimes.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org