Noticias do meio



LANÇA-PERFUME E CARNAVAL: UMA HISTÓRIA CENTENÁRIA NO BRASIL
Lança-perfume e Carnaval: uma história centenária no Brasil

Não é um exagero dizer que a história do uso do lança-perfume se confunde com a do Carnaval no Brasil. Há quase 110 anos, este produto era importado da França e chegava aos foliões no Rio de Janeiro, no Carnaval de 1906. Sua composição de perfume e cloreto de etila o transformou na droga símbolo da folia. A droga também inspirou a letra de algumas músicas, como Lança Perfume, de Rita Lee e Roberto de Carvalho; e Lança, lança, de Jammil.

Até o final dos anos 50, a moda era espirrar um jato gelado nas pernas das moças. O ato de cheirá-lo até agora não se sabe quem inventou, mas o fato é que, em 1961, o presidente Jânio Quadros proibiu o uso desse produto no Brasil.

Apesar de o lança-perfume não conter substâncias proibidas por lei, os foliões tendem a inalá-lo várias vezes, o que pode desencadear complicações como falta de ar, desmaios, alucinações, convulsões, paradas cardíacas e até morte. Além disso, por alterar a consciência do indivíduo, deixa a pessoa mais exposta a acidentes.

Saiba mais sobre o Carnaval em Celebrações, do HISTORY.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org