Noticias do meio


Aborto e Reencarnação: existe alguma relação entre eles?

Todos os dias incontáveis espíritos reencarnam na Terra.
Neste processo que consiste no esquecimento das existências passadas e em uma nova oportunidade de aprendizado, podemos entender que é a melhor ferramenta de evolução da nossa alma.
Alguns espíritos são desafetos de outras vivências e é por isso que muitas mães passam a sentir angústia com o nascimento do ser que geraram e podem ser tentadas a provocar o aborto. Leia mais a respeito:http://www.nossolar.org.br/n_tema14.php
Estas e outras circunstâncias podem levar mulheres a cometer este ato, muitas vezes impensado.
Mas existe relação entre a reencarnação e o aborto?
Vamos entender como acontece o processo de fecundação conforme a Doutrina Espírita nos explica: os pais, durante o sono, são levados em espírito até a colônia de onde partirá o filho.
Normalmente é um encontro alegre e feliz, principalmente quando os espíritos já se conhecem e são amigos. O mesmo não ocorre quando são inimigos. Às vezes os pais querem se recusar a receber o filho, como no caso do personagem Segismundo do livro “Missionários da Luz”, pelo espírito André Luiz, psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier.
Ocorrendo a fecundação o espírito passa a acompanhar a mãe grávida. Aos poucos a ligação que une o espírito ao feto vai se tornando cada vez maior. No momento do nascimento o espírito já está totalmente ligado ao corpo.
Ao provocar o aborto, como não se completa a reencarnação, o espírito pode situar-se transitoriamente como um recém-nascido no mundo espiritual, entregue aos cuidados de familiares desencarnados ou instituições especializadas.
No final do ano passado, o Ministério da Saúde mandou imprimir uma cartilha com o título “Protocolo Misoprostol”, contendo instruções para o uso do medicamento abortivo cuja comercialização é proibida no Brasil.
Segundo o Movimento pela Cidadania (http://www.brasilsemaborto.com.br/), a cartilha pode chamar a atenção de pessoas que já conseguiram ou pretendem conseguir clandestinamente a droga e tem dúvidas sobre como utilizá-la para realizar o aborto.
Quando o assunto veio a público, o Ministério da Saúde apressou-se a desmentir que estivesse trabalhando nessa política de “redução de danos”. Entretanto, a publicação desse folheto aponta novamente na mesma direção.
Muitos casos de obsessão e depressão surgem com esta ação de aborto. O ser que deveria reencarnar se revolta com o fato de ter sido rejeitado e de perder a oportunidade, que algumas vezes são solicitadas com o objetivo de ajudar o próximo e inúmeras metas da reencarnação também não serão cumpridas. Confira o vídeo do médium Divaldo Pereira Franco falando sobre o assunto: http://www.youtube.com/watch?v=74PfbxWYu8w
Quando todos entenderem a vida como ela realmente é, um mecanismo de aprendizagem passageiro pela matéria, certamente abominarão o aborto e entenderão que mesmo nos casos de violência, a mãe está sendo chamada para uma sublime missão que é a de oferecer ao espírito uma nova reencarnação.
Conheça sobre os casos de abortamento de anencéfalo:http://radioboanova.com.br/radiorevistaandreluiz/tag/aborto/

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org