Noticias do Meio


EUA contam prejuízos após forte tempestade de neve

Ao menos oito pessoas morreram, sendo três no Canadá, e mais de 700 mil residências chegaram a ficar sem energia


As autoridades americanas começam a contar os prejuízos causados pela forte tempestade de neve que atingiu neste fim de semana a costa nordeste dos Estados Unidos. Ao menos oito pessoas morreram, sendo três no Canadá, e mais de 700 mil residências ficaram sem energia elétrica .
Com ventos de mais de 100 km/h em alguns locais, a tempestade cobriu algumas cidades com mais de um metro de neve e obrigou o cancelamento de milhares de voos, além de suspender parte do transporte de trens e nas estradas.
AP
A Estátua da Liberdade é vista através da névoa em Nova York, EUA (9/2)

Os Estados de Massachusetts, Rhode Island, Nova York, Connecticut e Maine foram os mais afetados.
As autoridades de Massachusetts e Connecticut reabriram na noite de sábado as estradas dos Estados, que haviam sido fechadas por precaução. No condado de Suffolk, no Estado de Nova York, a polícia diz ter resgatado centenas de motoristas presos durante a noite em uma das principais estradas da região, a Long Island Expressway.
Segundo os meteorologistas, a forte tempestade deste fim de semana é o resultado de condições "excepcionais", com a colisão de duas frentes frias sobre a região.
Emergência
Enquanto a tempestade de neve se movia gradualmente para a direção do Oceano Atlântico, as medidas de emergência adotadas pelas autoridades locais foram mantidas.
O prefeito da cidade de Stratford, em Connecticut, John Harkins, afirmou que a nevasca foi a mais forte que ele já viu na vida. "Até os veículos limpa-neve estão ficando presos na neve", disse ele à TV local WITH.
Mais de 5 mil voos foram cancelados no sábado, mas à noite parte das decolagens e aterrissagens no aeroporto internacional de Boston e nos três principais aeroportos de Nova York começaram a ser autorizadas.
Ao menos cinco mortes nos EUA foram registrada na madrugada da tempestade, incluindo um garoto de 11 anos de Boston, que foi asfixiado por monóxido de carbono, exalado de um carro ligado, usado para o jovem para se aquecer. 
Nas ruas de Manhattan, em Nova York, as ruas normalmente movimentadas viveram uma calma incomum, quebrada somente por alguns grupos de pessoas que aproveitavam para brincar na neve.
O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse que a cidade "escapou do pior", com apenas 30 centímetros de neve acumulada. A tempestade também provocou prejuízo no Canadá, que registrou três mortes. As regiões canadenses de New Brunswick, Nova Scotia e Newfoundland decretaram estado de alerta por conta da tempestade.
Com BBC e AP

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org