Lição de Vida


A dedicada enfermeira, sobrecarregada com tantos doentes, viu quando um jovem entrou no quarto onde estava um paciente idoso. Rapidamente foi até o quarto do idoso e lhe falou em voz alta:
- Seu filho está aqui!
Com muita dificuldade, o idoso abriu os olhos, mas rapidamente os fechou de novo.
O jovem, então, pegou a mão do idoso, se sentou ao lado da cama dele, e começou a falar bem baixinho, palavras de conforto. Ficou assim a noite toda.
Logo que o dia amanheceu, o jovem viu que o paciente havia falecido. Em instantes, a equipe de funcionários do hospital começou a desligar as máquinas que estavam no corpo do paciente.
A enfermeira, num gesto solidário, se aproximou do jovem e começou a lhe dar condolências:
- Meus pêsames!
O jovem porém, perguntou:
- Quem era esse homem?
Surpresa, a enfermeira disse:
- Mas, mas ... eu achei ... achei que ele era seu pai!
E o jovem, falou:
- Não. Não era meu pai. Para falar a verdade eu nunca vi esse senhor antes em minha vida.
E a enfermeira quis saber:
- Então, por que você não falou nada quando eu disse a ele que você tinha vindo visitá-lo?
E o jovem, explicou:
- Eu percebi que ele precisava do filho, e o filho não estava aqui. Mas como ele não tinha condições de reconhecer que eu não era seu filho, vi que precisava de mim e fiquei aqui para lhe dar conforto.
LIÇÃO DE VIDA:

Fomos feitos para viajar de mãos dadas através da jornada da vida.
Por isso, procure ser a companhia de alguém que precisa de você.
Neste exato momento existe alguém pronto para segurar a sua mão. E existe alguém esperando que você segure a dele!!!

Madre Teresa de Calcutá costumava dizer que ninguém tem que morrer sozinho. Do mesmo modo, ninguém deve rir ou chorar sozinho!!

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org