Estudos (Sábado)



O VERBO NA CRIAÇÃO TERRESTRE
A ciência do mundo não lhe viu as mãos augustas e sábias na intimidade das 
energias que vitalizam o organismo do Globo. Substituíram-lhe a providência com a palavra 
“natureza”, em todos os seus estudos e análises da existência, mas o seu amor foi o Verbo da 
criação do princípio, como é e será a coroa gloriosa dos seres terrestres na imortalidade sem 
fim. E quando serenaram os elementos do mundo nascente, quando a luz do Sol beijava, em 
silêncio, a beleza melancólica dos continentes e dos mares primitivos, Jesus reuniu nas 
Alturas os intérpretes divinos do seu pensamento. Viu-se, então, descer sobre a Terra, das 
amplidões dos espaços ilimitados, uma nuvem de forças cósmicas, que envolveu o imenso 
laboratório planetário em repouso.
Daí a algum tempo, na crosta solidificada do planeta, como no fundo dos oceanos, 
podia-se observar a existência de um elemento viscoso que cobria toda a Terra.
Estavam dados os primeiros passos no caminho da vida organizada. Com essa massa 
gelatinosa, nascia no orbe o protoplasma e, com ele, lançara Jesus à superfície do mundo o 
germe sagrado dos primeiros homens.
                                                          
4
Escopro: ferramenta metálica para lavrar pedras, madeiras etc. – N. D.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org