Programa Corrente de Fé.




Como fazemos todos os dias,nos reunimos aqui por alguns minutos para orarmos e esquecer um pouco da correria do dia a dia juntamente com nossa devoção a Maria


 
                 

Ave-Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco
Bendita sois vóis entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus
Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós os pecadores
Agora e na hora de nossa morte. 
Amém


       

Que assim seja!!!






  • Vamos nos concentrar para tomar a água.













    • Do Fundo do Baú

      Imagens que passam em nosso Tumblr




      Momento Espírita

       Encontro de gerações

      Sabemos que é na família que está a base da construção do caráter e também a educação dos sentimentos da criança e do jovem.
      O lar é, por excelência, uma grande e abençoada escola, uma instituição humana educativa na qual aprendemos a amar pais, filhos e irmãos para, um dia, ampliarmos esse amor a toda a Humanidade.
      A família é oportunidade, concedida por Deus, de reajustes do passado e de consolidação do afeto.
      O processo de educação é relativo pois, ao mesmo tempo em que pais e mães estão educando seus filhos, estão também crescendo individualmente.
      A ingenuidade infantil facilita a tarefa de modelagem do caráter e o direcionamento adequado das más tendências.
      É então na adolescência que costumam surgir as grandes dificuldades. É nessa fase que o jovem está buscando construir a sua própria identidade, estabelecendo-se facilmente um conflito entre as gerações.
      As diferentes visões de mundo podem ser uma das causas desse conflito. Salutar entender que a diversidade de opiniões é necessária para o avanço e procurarmos não fazer dessas diferenças motivo de discórdia.
      Elas passam a se tornar motivo de choque quando as partes envolvidas, pais e jovens, sobretudo os mais velhos, tentam impor a sua visão de mundo.
      Para que não ocorra essa imposição, por nenhuma das partes, deve haver muito diálogo, nos relacionamentos, objetivando a construção de uma nova visão e o aprendizado de que o ponto de vista do outro deve ser respeitado.
      Outra questão que leva a essas divergências é a diferença de valores e interesses entre as gerações.
      É certo que há valores que são perenes e devem fazer parte da construção do caráter de pessoas de bem. Honestidade, respeito, aprendizado de uma ocupação útil, ética e esforço pessoal são aquisições inquestionáveis.
      Porém, se nos mantivermos cristalizados em nossas próprias experiências, tendemos a transferi-las para nossos filhos, não abrindo espaço para que eles desenvolvam seus próprios interesses.
      O tipo de educação recebida pelos pais pode colaborar nesse processoOpressão demais e processos de intolerância geralmente não causam resultados positivos. A flexibilidade é necessária em certos momentos.
      Deve-se cuidar também com a permissividade em excesso.
      Na busca de uma nova definição para si mesmo, o jovem passa a apresentar características que antes desconhecíamos, muitas das quais preferíamos que eles não as tivessem, mas temos que aprender a respeitá-las.
      É fundamental diferenciar o que é específico da personalidade do indivíduo, como os gostos e preferências, e o que precisa ser moldado e orientado.                  
      *  *  *
      Para que no lugar de um conflito entre as gerações, possamos estabelecer um encontro entre elas, é importante o cultivo de profundo respeito entre pais e filhos.
      É indispensável também que o diálogo esteja sempre presente e que as concessões ocorram quando necessário.
      Mas sobretudo, o que deve prevalecer é o amor, traduzido na expressão de cuidado e afeto.
      Pensemos nisso.

      Redação do Momento Espírita, com base no seminário Encontro
      de gerações, desenvolvido por Sandra Borba Pereira, em
      Curitiba, PR, em data de 18.09.2011.

      Em 07.04.2012.

      LIÇÃO DE VIDA

      Francisco era um rapaz pobre, que vendia mercadorias de porta em porta para pagar seus estudos. Quase perto da hora do almoço, ele descobriu que não tinha dinheiro suficiente para fazer uma refeição, só lhe restavam dez centavos no bolso. Mas, seu estômago já estava doendo, portanto, precisava comer alguma coisa. Então, decidiu que pediria comida na próxima casa que visitasse.
      Mas, quando uma linda jovem abriu a porta onde ele havia batido, o rapaz ficou sem saber o que dizer e, em vez de um prato de comida, pediu um copo de água.
      A moça, porém, percebeu que Francisco estava faminto e, em vez de água, lhe deu um grande copo de leite.
      Ele bebeu devagar e depois, com um certo medo, perguntou:
      - Quanto...quanto lhe devo?
      A moça sorriu e falou:
      - Não, você não me deve nada. Minha mãe me ensinou a nunca aceitar pagamento por fazer caridade.
      Francisco, muito agradecido, disse:
      - Pois... pois eu te agradeço de todo o meu coração.
      Quando Francisco saiu daquela casa, não só se sentiu mais forte fisicamente, como também teve sua fé em Deus e nos homens, renovada. Antes, estava decidido a abandonar todos os seus sonhos. Mas depois da atitude daquela moça, ele queria continuar sua luta por um futuro melhor.
      Anos depois, a jovem mulher que deu o copo de leite a Francisco, ficou muito doente. Os médicos daquela cidadezinha não conseguiam chegar à uma conclusão sobre o diagnóstico correto e, portanto, nem o tratamento. Foi então, que a transferiram para um hospital na cidade grande, onde encontrariam um especialista.
      E esse especialista era o doutor Francisco de Paula.
      Quando lhe apresentaram a ficha da paciente e ele soube do nome do povoado de onde ela veio, seus olhos brilharam. Rapidamente o médico foi ver a doente e a reconheceu. Imediatamente se determinou a fazer tudo o que estivesse a seu alcance para salvar aquela vida. Então, dedicou total atenção à paciente.
      Finalmente, depois de uma demorada luta pela vida da doente, doutor Francisco ganhou a batalha.
      Quando a paciente se preparava para receber alta, o doutor Francisco, pediu à administração do hospital, que lhe deixasse ver a fatura total dos gastos, para que pudesse aprová-la. Conferiu item por item, depois escreveu alguma coisa e mandou entregá-la no quarto da paciente.
      Àquela altura, a mulher estava com medo de abrir a fatura, pois sabia que levaria o resto da sua vida pagando a conta. Porém, quando decidiu saber o valor, algo lhe chamou a atenção. Em letras caprichadas e firmes, estava escrito: “Totalmente pago, faz muitos anos, com um copo de leite. Assinado, doutor Francisco de Paula”.
      A mulher começou a chorar de alegria e agradeceu:
      - Graças, meu Deus, porque teu amor se manifestou nas mãos e nos corações humanos!
      LIÇÃO DE VIDA:
      O amor ao próximo transforma a nossa vida. E, em alguns casos, pode até salvar a nossa vida!

      Tempo para hoje/2012-04-14

      Previsão do tempo

      Recomendamos

      Programa
      Entidade que promove
      Emissora/Canal
      Data/Horário
      O Espiritismo Explica
      saiba + sobre este programa
      14. União Regional Espírita
      Pato Branco
      TV Itapuã
      domingos às 11:30 horas
      Despertar de um mundo melhor
      Lar Fabiano de Cristo
      Porto Velho/RO
      TV Maira - Canal 25 UHF
      Domingo/15h
      Domingo/8h e Quarta/12h
      Espiritismo na TV
      Soc. Esp. Os Mensageiros da Paz-Curitiba
      Curitiba/PR
      Net - Curitiba - canal 5
      TVA - Curitiba - canal 72
      Sábado/11 às 12h
      Domingo (reprise)/ 17h30
      Quarta (reprise)/ 9h30
      Sexta (reprise)/ 16h30

      TVCEI - Sábado/18h | Domingo/0h, 6h e 12h
      Momento Espírita
      FEP/12ª União Regional Espírita - Guarapuava/PR
      Guarapuava/PR
      TV Cidade - canal 15
      Terça/21h às 22h - Reprise Sábado/19h45
      O Espiritismo responde
      FEP/7ª União Regional Espírita-Maringá/PR
      Maringá/PR
      RTV-Maringá-Net-canal 9
      canal aberto-10
      Sábado/8h
      Palestras em vídeo
      FEP/União Regional Espírita - Guarapuava/PR
      Guarapuava/PR
      TV Cidade - canal 15
      Domingo/13h30
      Presença Espírita
      2ª URE - Ponta Grossa
      Ponta Grossa/PR
      TVM - Canal 14
      Quinta/21h às 22h - Reprise Domingo/17h
      Reflexão Espírita
      TV ANTARES canal 36
      Sábado/17h30
      Terceira Revelação
      FEB
      RBI, CNT, Canal 21 e por antena parabólica.
      ver programação no site
      www.febnet.org.br/tv
      Federação Espírita do Paraná
      Guarapuava/PR
      TV Cidade - Canal 15
      Terça/21h
      Sábado/19h45
      Federação Espírita do Paraná
      São Paulo - SP
      TV Mundo Maior
      Terça - 04h
      Quarta - 18h30
      Sexta - 12h30
      Domingo - 11h30
      Federação Espírita do Paraná
      Sorriso - MT
      Band Sorriso Canal 12
      Domingo 7h45 
      Federação Espírita do Paraná
      Guarantã do Norte - MT
      TV Guarantã – Rede Record
      De segunda a sexta às18h e sábado às 10h
      Federação Espírita do Paraná
      Cascavel - Paraná
      CATVE - Canal 21
      Segunda a sábado às 13h45
      Domingo às 16h15

      Momento Espírita

      Fazendo as malas

      Quando uma longa viagem surge na vida de alguém, várias são as providências a tomar.
      O indivíduo começa um planejamento de longo prazo, com calma e tranquilidade, para tudo poder executar a tempo.
      Aos poucos vai se inteirando das informações do país em que irá morar.
      Busca conhecer seus aspectos culturais, o clima, a alimentação, os hábitos locais.
      E, antes de partir, aos poucos vai se desfazendo das coisas de menor importância, doando alguns pertences, passando a frente outros objetos, descartando as coisas inúteis que no tempo foi guardando.
      Pondera o que efetivamente lhe é de grande valia para poder carregar consigo. Repensa em como irá conduzir a vida, a partir de uma nova morada. E aquilata as novas experiências que lhe serão possibilitadas com a viagem.
      Como sabe que os anos no exílio lhe serão longos, despede-se dos amigos, não desesperadamente, mas com lágrimas de até breve.
      Dá à família as instruções necessárias para sua ausência, para que tudo corra de maneira adequada e para que sua falta não lhes seja um grande fardo.
      E assim se vai preparando, para que o dia da viagem não lhe chegue de forma súbita e inesperada, encontrando-o com a mala por fazer e com os preparativos ainda por se concluírem.
      *   *   *
      Assim se dá com nosso regresso ao mundo espiritual. É a viagem inevitável que todos faremos de retorno à nossa pátria, deixando a Terra que nos é escola bendita e redentora.
      Como a viagem está marcada para todos e apenas desconhecemos a data da partida, que possamos aos poucos avaliar como estamos, caso logo mais sejamos convidados a voltar para casa.
      Será que nos despediremos de nossos entes queridos com a tranquilidade de quem sabe que irá reencontrá-los um dia?
      Será que já nos desfizemos do peso desnecessário e improdutivo que carregamos em nosso coração? Afinal, ele será a única mala que carregaremos.
      Será que já nos desapegamos das coisas daqui, que hoje, por mais importantes que sejam, logo mais não terão serventia, quando partirmos?
      Não poucos a morte do corpo físico arrebata de maneira despreparada e surpreendente.
      Vivem como se a vida física fosse a de eternidade, sem refletir em momento algum sobre a fragilidade da existência humana, esquecendo-se que imortal é a alma, porém jamais o corpo.
      Dessa forma, útil será que todos possamos, vez ou outra, refletir sobre a vida e seus valores.
      Saber que ela vai muito além dos limites do corpo físico faz com que cada um de nós, aos poucos, vá arrumando as malas para a inexorável viagem de volta a casa.
      Redação do Momento Espírita.
      Em 13.04.2012.

      Labels

      Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

      Mapa

      Free Visitor Maps at VisitorMap.org