Frase do Dia

"A atitude é oração. E, pela atitude, mostramos a qualidade dos nossos desejos." - Emmanuel

Corrente de Fé/2 EDIÇÃO



 
                 

Ave-Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco
Bendita sois vóis entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus
Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós os pecadores
Agora e na hora de nossa morte. 
Amém

Aurora Boreal: Pai Nosso

Aurora Boreal: Pai Nosso:

PAISAGISMO LEGAL: Irresistível assim

PAISAGISMO LEGAL: Irresistível assim: Fotografia : gentileza de Armindo Alves, Terra Viva "É durante o dia que ele aparece, no dia mais branco. Pássaro. Bate as asas, voa. Bate...

Noticias do Meio

O que é inferno?


A palavra inferno deriva do termo “infernum”, que em latim significa “profundezas”, fazendo referência ao “mundo inferior”, dentro da Terra.inferno01.jpg
Inferno é uma idéia religiosa que consiste em um lugar aonde pessoas depois de mortas vão parsofrer as consequências de seus erros durante a vida.  
Ideia que foi construída através dos anos, a partir do 2º século D.C. (após o Apocalipse de Pedro) e que foi trabalhada não somente pela igreja mas também por muitos artistas, como por exemplo Dante Alighieri com sua obra “A Divina Comédia”.  

inferno02.jpgCom o advento da doutrina espírita, Allan Kardec – através das comunicações mediúnicas – codifica a doutrina espírita em 5 Obras, e dentre elas “O céu e o Inferno”, que tem o objetivo de elucidar o que é inferno, purgatório e céu no mundo dos espíritos. 
Segundo José Herculano Pires, escritor espírita brasileiro, “Allan Kardec apresenta a verdadeira face do desejado Céu, do temido Inferno, como também do chamado Purgatório. Põe fim às penas eternas, demonstrando que tudo no universo evolui.”
O que antes era Inferno passa a ser chamado de Umbral, um estado de consciência em que o espírito, a partir de atitudes contrarias leis morais ou divinas (3ª parte do Livro dos Espíritos), sofre com os males de atitudes provocadas por ele mesmo. Em “Nosso Lar”, psicografado por Chico Xavier e atribuída ao espírito de André Luiz, Umbral é definido como “estado ou lugar transitório por onde passam as pessoas que não souberam aproveitar a vida na Terra”.   

E, diferentemente do Inferno, que traz a idéia de sofrimento eterno, esta dimensão ou estado chamado umbral é passageiro, podendo ser um tempo curto ou longo – período condicionado apenas ao espírito em questão.   
Como exemplo, a segunda parte do “Céu e o Inferno” constam diálogos entre Kardec e os espíritos e estes narram as suas impressões após o desencarne. Além de elucidar a questão de “Inferno”, mostra também os mecanismos da lei de ação e reação e o processo da justiça divina. 
Para se aprofundar no assunto, leia:  
  • ·         O Livro dos Espíritos – Allan Kardec
  • ·         O Céu e o Inferno – Allan Kardec
  • ·         Nosso Lar  - Francisco Cândido Xavier

Frase do Dia

"A atitude é oração. E, pela atitude, mostramos a qualidade dos nossos desejos." - Emmanuel

Saiba Mais

Barão Carl du Prel

Foto de Barão Carl du Prel

Nasceu em Landshut, Baviera (Alemanha), em 3 de abril de 1839. O Barão Carl Du Prel foi destacado filósofo e um dos maiores pensadores modernos e também um dos mais sutis pesquisadores das coisas do Espírito.
Oficial do Exército e doutor em filosofia pela Universidade de Tubingen, participou, juntamente com Lombroso, Schiaparelli, Chiaia, Brofferio, Ermacora, Richet e Aksakof, das famosas experimentações mediúnicas, realizadas em Milão, no ano de 1892.
Ingressou no Exército, a fim de satisfazer as aspirações de seu pai. Promovido a tenente, tomou parte em várias batalhas na Baviera.
Comandou o campo de concentração em Nemburg. Posteriormente abandonou a carreira militar, no posto de capitão, em 1872. Passou o resto de sua vida em Munich, dedicando-se, primeiramente, aos estudos de filosofia e estética, interessando-se sobremaneira pelo estudo dos fenômenos espíritas.
Influenciado pela filosofia de Kant, inclinou-se, sob a orientação de Hartmann a uma aproximação entre Schopenhauer e o Darwinismo.
A primeira edição alemã da obra de Alexandre Aksakof "Animismo e Espiritismo", refutando a obra do Dr. Hartmann, foi publicada sob o título "A Hipótese dos Espíritos e seus Fantasmas".
Aparentemente essa polêmica originou a conversão de Du Prel ao Espiritismo, pois tão logo Aksakof, por motivo de saúde, obrigou-se a cessar a controvérsia, Du Prel encarregou-se de sustentá-la, contra seu antigo mestre.
A produção bibliográfica de Carl Du Prel foi considerável (ultrapassa a duas dezenas). Entre elas destacamos "O Espiritismo", "Lucidez e Ação à Distância", "A Descoberta da Alma por Meio das Ciências Ocultas", etc.
Numa de suas obras escreveu: "Enquanto o homem permanecer na dúvida se é uma criatura física e mortal ou um ser metafísico imortal, não terá o direito de gabar-se da sua consciência pessoal, nem de limitar-se a ter a morte como um salto nas trevas.
Isso não convém, sobretudo, a um filósofo, cujo primeiro dever, segundo Sócrates, é de conhecer-se a si mesmo." Carl Du Prel desencarnou em Heiligkreuz (Tirol), no ano de 1899.

kardeciano: Saindo do cárcere

kardeciano: Saindo do cárcere: Muito comum em nosso dia a dia, sentirmos antipatia gratuita e simpatia da mesma forma. Conforme os Imortais á Allan Kardec precis...

LIÇÃO DE VIDA

Havia uma fazenda, onde os empregados viviam tristes e isolados. Todos trabalhavam pesado na roça do Seu Juliano Arruda, um homem rico, poderoso, que exigia bastante dedicação dos funcionários, que por sua vez, achavam merecer salários melhores.
Um dia chegou na fazenda um novo empregado chamado Antônio. Era um jovem agricultor em busca de trabalho. Como todos os outros empregados, recebeu uma velha casa onde iria morar enquanto trabalhasse ali.
Antônio, ao ver aquela casa suja e largada, resolveu dar-lhe vida nova. Pegou uma parte de suas economias, foi até a cidade e comprou algumas latas de tinta.
Chegando em casa, cuidou da limpeza, lixou as paredes e as pintou com cores alegres, brilhante, e por fim, colocou flores nos vasos. Aquela casa limpa e arrumada começou a chamar a atenção de todos que passavam.
Antônio estava feliz por trabalhar na fazenda. Os outros trabalhadores, curiosos com as atitudes do agricultor, lhe perguntavam:
- Como você consegue trabalhar feliz e sempre cantando com o pouco dinheiro que a gente ganha?
Antônio olhou para os amigos e disse:
- Bem, este trabalho, hoje, é tudo o que eu tenho. Ao invés de reclamar, prefiro agradecer por ele. Quando aceitei este serviço sabia de suas limitações. Não é justo que agora que estou aqui, fique reclamando. Eu o aceitei e vou trabalhar com capricho e amor.
Os outros empregados olharam admirados, se perguntando, como Antônio podia pensar assim? Afinal, acreditavam ser vítimas das circunstâncias, abandonados pelo destino.
O entusiasmo do rapaz em pouco tempo chamou a atenção do patrão, Seu Juliano, que passou a observar e acompanhar, de longe, os passos de Antônio.
Um dia Seu Juliano pensou:
- “Alguém que cuida com tanto cuidado e carinho da casa que emprestei, cuidará também com o mesmo capricho da minha fazenda. Esse rapaz é o único aqui que pensa como eu. Estou velho e preciso de alguém que me ajude na administração da fazenda”.
Seu Juliano, então, resolveu, ir até a casa de Antônio. Após tomar um café fresco, ofereceu ao jovem um emprego de administrador da fazenda.
Antônio nem pensou, aceitou na hora.
Seus amigos agricultores, admirados com o que aconteceu, novamente foram lhe perguntar:
- O que faz com que algumas pessoas sejam bem sucedidas e outras não?
E ouviram com atenção a resposta de Antônio:
- Não existe realidade, existe no homem, a capacidade de realizar!
LIÇÃO DE VIDA:
Trabalhe sempre com alegria, jamais reclame!
Todo trabalho é digno, é necessário, e faz bem;
Coloque amor, se dedique em tudo o que você faz nessa vida, pois só consegue realizar algo, quem age dessa maneira... ACREDITE!

Voz do Brasil

26/01/12 Voz do Brasil

A taxa de desemprego, de 4,7%, em dezembro de 2011 foi a menor de toda a série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego, que começou a ser feita pelo IBGE em março de 2002. O Ministério da Saúde registrou queda na incidência da hanseníase no país. Entre 2010 e 2011, o coeficiente de detecção de casos novos caiu 15%. Segundo o secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Jarbas Vasconcelos, a meta do ministério é reforçar o atendimento e a detecção da doença nos 252 municípios que registraram mais da metade dos casos. O Ministério da Educação divulgou hoje a relação de estudantes convocados para a 2ª chamada do Sisu. Foram convocados 72.285 candidatos, que têm os dias 30 e 31, para fazer a matrícula na instituição de ensino onde foram aprovados. Tudo isso você ouviu hoje na Voz do Brasil. 
ouvir -

Momento Espírita

Momento Espírita
A questao do tempo
O vestibulando chega correndo ao local da prova, mas o portão se fecha à sua frente. Ele senta e desaba.
Tanto esforço. Tanta preparação. Tanto estudo. Tudo perdido por um atraso mínimo de segundos.
O pedestre observa o sinal vermelho, mas decide atravessar correndo porque está atrasado para um compromisso.
Freada brusca. Susto. Talvez ferimentos graves. Tudo por questão de um segundo de precipitação.
O funcionário chega correndo, esbaforido, bate o cartão e vai para seu local de trabalho.
Ali, precisa de alguns minutos para se recompor. Subiu as escadas correndo porque os elevadores estavam lotados e ele não desejava se atrasar, a fim de não ter descontados valores, ao final do mês, em seu salário.
Desculpas se sucedem a desculpas. Não deu tempo. Não foi possível chegar. Perdi o ônibus. O trânsito estava terrível na hora em que saí.
Tempo é nossa oportunidade de realização, que devemos aproveitar com empenho.
A nossa incapacidade de planejar o uso do tempo provoca a desarmonia e toda a série de contratempos.
O tempo pode ser comparado a uma moeda. Se tomarmos de uma porção de ouro e cunharmos uma moeda, poderemos lhe dar o valor de um real.
Este será o valor inscrito. Mas o valor verdadeiro será muito maior, representado pela quantidade do precioso metal que utilizamos.
As moedas do tempo têm uma cunhagem geral, que é igual para todos: um segundo, um mês, um ano, um século.
No entanto, o valor real dependerá do material com que cunhamos o nosso tempo, isto é, o que fazemos dele.
Para um correto aproveitamento desse tesouro, que é o tempo, é preciso disciplina.
Para evitar correria, levantemos um pouco mais cedo. Preparemo-nos de forma rápida, sem tanta enrolação.
Deixemos, desde a véspera, o que necessitaremos para sair, mais ou menos à mão, evitando desperdícios de minutos à procura disto ou daquilo.
Se sabemos que o trânsito, em determinados horários, está mais congestionado, disciplinemo-nos e nos programemos para sair um pouco antes, com folga.
Esses pequenos cuidados impedirão que percamos compromissos importantes, que tenhamos de ficar sempre criando desculpas para justificar os nossos atrasos, que tenhamos taquicardia por ansiedade ao ver o relógio dos segundos correr célere, demarcando os minutos e as horas.
*   *   *
Na órbita das nossas vidas, não joguemos fora os tempinhos tantas vezes desprezados.
Aproveitemos para escrever um ligeiro bilhete de carinho a alguém que esteja enfrentando momentos graves.
Telefonemos a um familiar ou amigo que não vejamos há muito tempo.
Cuidemos de um vaso de planta. Desenvolvamos ideias felizes para fazer o bem a alguma pessoa que saibamos necessitada.
Valorizemos os minutos para descobrir motivos gloriosos de viver, para aprender a amar a vida e iluminar o nosso caminho.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 3, do livro Vereda familiar, pelo Espírito Thereza de Brito, psicografia de Raul Teixeira, ed. Fráter e no cap. O grande tesouro, do livro Uma razão para viver, de Richard Simonetti, ed. Gráfica São João.
Disponível no livro Momento Espírita v.2, ed. Fep.
Em 27.01.2012.

Corrente de Fé/2 EDIÇÃO



 
                 

Ave-Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco
Bendita sois vóis entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus
Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós os pecadores
Agora e na hora de nossa morte. 
Amém

Conversa Amiga

OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Olá a todos, venho agradecer pelas visitas.
E também tenho que destacar a visita de um amigo que nos segue desde 1998,no mapa ele aparece como um lugar desconhecido,como em uma ilha ou em uma embarcação.
Bom esse nosso querido amigo(a) já nos segue a muito tempo mesmo,não querendo diminui ninguém,mais esse amigo é curioso,nem os sistemas reconhece ele como mostra a figura.
Bom obrigado mesmo aos demais amigos,E.U.A,Chile,Rússia,Itália,Portugal,Espanha,Chile e entre outros que percebemos que são antigos com agente.
Bom o que tenho a dizer também é que nós faremos o Maximo para recuperar nossos arquivos,músicas e textos.
Também colocaremos em paginas separadas todos os estudos,como por exemplo “O que é o Espiritismo” e assim a diante.
Podem ficar a vontade também para enviar seus textos e comentários para assim guardarmos tudo e ir recriando assim nossos arquivos e nossa sociedade.
auroraborealce@gmail.com
O intuito do Aurora é se tornar um acervo de arquivos ,programas ,textos e comentários de quem realmente entende da coisa,nos acompanha e etc....
Obrigado a todos e que a paz de Jesus estejam com vocês e muito obrigado mesmo.
Até a próxima.


Grupo C.E

Voz do Brasil

Voz do Brasil

A taxa de desemprego, de 4,7%, em dezembro de 2011 foi a menor de toda a série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego, que começou a ser feita pelo IBGE em março de 2002. O Ministério da Saúde registrou queda na incidência da hanseníase no país. Entre 2010 e 2011, o coeficiente de detecção de casos novos caiu 15%. Segundo o secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Jarbas Vasconcelos, a meta do ministério é reforçar o atendimento e a detecção da doença nos 252 municípios que registraram mais da metade dos casos. O Ministério da Educação divulgou hoje a relação de estudantes convocados para a 2ª chamada do Sisu. Foram convocados 72.285 candidatos, que têm os dias 30 e 31, para fazer a matrícula na instituição de ensino onde foram aprovados. Tudo isso você ouviu hoje na Voz do Brasil. 
ouvir - download 

Mensagens

Quem Ama 

Quem ama nada exige.
Perdoa sem traçar condições.
Sabe sacrificar-se pela felicidade alheia.
Renuncia com alegria ao que mais deseja.
Não espera reconhecimento.
Serve sem cansaço.
Apaga-se para que outros brilhem.
Silencia as aflições, ocultando as próprias lágrimas.
Retribui o mal com o bem.
É sempre o mesmo em qualquer situação.
Vive para ser útil aos semelhantes.
Agradece a cruz que leva sobre os ombros.
Fala esclarecendo e ouve compreendendo.
Crê na Verdade e procura ser justo.
Quem ama, qual o samaritano anônimo da parábola do Mestre, levanta os caídos da estrada, balsamiza-lhes as chagas, abraça-os fraternalmente e segue adiante...
Carlos Baccelli / Francisco Cândido Xavier

Aurora Carnaval Legal


  • NÃO OUVI NENHUMA MANIFESTAÇÃO DOS DONOS DO SUB SOLO DE NOSSA CIDADE: LIGHT, CEG, TELEFÔNICAS, METRO ... SERÁ UM EXAGERO MEU?
  • Faltam 22 dias para o Carnaval!

Musica


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

Novos Amigos

LIÇÃO DE VIDA

Jair andava pelas ruas da cidade, sempre com o seu fiel cão, um vira-lata, chamado “Malhado”. Apesar de ser um mendigo, ele não pedia dinheiro e aceitava sempre um pão, uma fruta, um pedaço de bolo ou um almoço com sobras de comida.
Jair era conhecido como um homem bom, que perdeu a razão, os amigos e nem sabia mais quem era. Não tinha nenhum vício, estava sempre tranqüilo, mesmo quando não ganhava nenhuma comida, pois acreditava que Deus lhe daria um pouco na hora certa. E, realmente, sempre alguém lhe dava o que comer. Ele agradecia com muita humildade e pedia a Deus para abençoar aquela pessoa.
Jair e Malhado se conheceram na rua. Ele dividiu seu almoço com o cão, e, assim, ficaram amigos. Desde então, toda comida que o mendigo conseguia, dava primeiro ao cachorro, que, por sua vez, protegia seu dono.
Como viviam na rua, não tinham lugar certo para dormir, onde anoiteciam, ali dormiam. Quando chovia, procuravam abrigo embaixo de algum viaduto.
Uma vez, seu Josué, um pipoqueiro, de uma praça onde o mendigo costumava passar, começou a conversar com Jair e perguntou:
- Você vive vagando pelas ruas com seu cão... Você
não tem nenhum desejo na vida?
E, Jair respondeu:
- Tenho sim. Eu tenho muita vontade de comer um cachorro quente, daqueles que o seu Zezé vende ali na esquina.
O pipoqueiro, surpreso perguntou:
- Só isso? Só um simples cachorro quente?
E Jair confirmou:
- É, sim, este é o meu desejo do momento.
Seu Josué, então, saiu para comprar o sanduíche na carrocinha do amigo Zezé. Voltou e entregou o delicioso cachorro quente para o mendigo, que emocionado, não conseguia falar nada, somente sorria. Assim que pegou o sanduíche das mãos do pipoqueiro, Jair tirou a salsicha, deu para “Malhado” e comeu o pão com os temperos.
Seu Josué, não entendeu a atitude de Jair, pois a salsicha era o melhor pedaço do cachorro- quente, e perguntou:
- Por que você deu para o cão, a salsicha, o melhor pedaço?
E Jair, saboreando o que restou do sanduíche, respondeu:
- Para o melhor amigo, o melhor pedaço!
Disse isso, e continuou comendo alegre e satisfeito.
Seu Josué não tinha mais o que falar. Se despediu de Jair, passou a mão na cabeça de “Malhado” e saiu pensando no que havia acontecido ali naquela praça.
Jair, um simples mendigo, havia lhe mostrado o verdadeiro sentido de uma amizade. 
LIÇÃO DE VIDA:

Como é bom ter amigos. Pessoas em quem podemos confiar... desabafar ...
Amigo é aquele que está do nosso lado sem nada pedir ou exigir, em qualquer momento da nossa vida

Matérias sobre Colônias Espirituais sobre o Brasil

COLÔNIAS ESPIRITUAIS

Colônias Espirituais sobre o Brasil


Existem inúmeras colônias espirituais espalhadas sobre nosso País, em vários estados como : Minas Gerais - Goiás - Mato Grosso e parte de São Paulo, algumas são muito antigas e trazem na sua superfície o registro de milhões de anos atrás. Essas colônias ficam localizadas em sua grande maioria, dentro da Atmosfera terrestre e em muitas delas os habitantes ainda estão presos ao carma planetário. Necessitando pois, das nossas melhores vibrações para que o trabalho dentre delas, possa transcorrer de forma harmoniosa e eficiente. O conhecimento da existência de cidades espirituais somente foi aceito, entendido amplamente - na nossa era e na sociedade ocidental - a partir dos gregos com a existência do Olimpo - a Morada dos Deuses - local onde seres espirituais viviam, moravam, trabalhavam, sonhavam, conspiravam. Quem ainda não ouviu falar sobre a Colônia Nosso Lar? Com certeza o livro mais lido do espirito André Luiz. Nosso Lar, Cidade espiritual na Esfera Superior, consagrada à educação e ao reajustamento da alma. (...) Antiga fundação de portugueses distintos, desencarnados no Brasil, no século XVI.A colônia, que é essencialmente de trabalho e realização, divide-se em seis Ministérios, orientados, cada qual, por doze Ministros. Há os Ministérios da Regeneração, do Auxílio, da Comunicação, do Esclarecimento, da Elevação e da Divina. Os quatro primeiros estão próximos das esferas terrestres, os dois últimos próximos ao plano superior, visto que a cidade espiritual é zona de transição Os serviços mais grosseiros localizam-se no Ministério da Regeneração, os sublimes no da União Divina. As tarefas de Auxílio são laboriosas e complicadas, os deveres no Ministério da Regeneração constituem testemunhos pesadíssimos, os trabalhos na Comunicação exigem alta noção da responsabilidade individual, os campos do Esclarecimento requisitam grande capacidade de trabalho e valores intelectuais profundos, o Ministério da Elevação pede renúncia e iluminação, as atividades da União Divina requerem conhecimento justo e sincera aplicação do amor universal. A Governadoria, por sua vez, é sede movimentada de todos os assuntos administrativos, numerosos serviços de controle direto, como por exemplo, o de alimentação, distribuição de energias elétricas, trânsito, transporte e outros. Nela, em verdade, a lei do descanso é rigorosamente observada, para que determinados servidores não fiquem mais sobrecarregados que outros; mas a lei trabalho é também rigorosamente cumprida. No que concerne ao repouso, a única exceção é o próprio Governador, que nunca aproveita o que lhe toca nesse terreno. A verdade é que existem milhares de colônias em torno da Terra em determinada faixa de vibração e em torno de todo o planeta. Cada uma numa faixa vibratória, tanto que nem todas as colônias podem servir de hospitais, ou escolas de ensino, algumas há, que foram construídas por espíritos inferiores, lembrando sempre que o espirito pode ter inclinação má e nem por isso deixar de ser inteligente e que tudo é feito com a permissão de Deus, que construíram verdadeiros monumentos em torno de suas inclinações ao mal, como é o Caso da conhecida cidade de A Cruzada, relatada no livro Francisco de Assis, Miramez (João Nunes Maia). A Cruzada, é uma cidade espiritual diferente. Para que o Cristo descesse à Terra, era necessário que engenheiros siderais limpassem a atmosfera do planeta, para que os atentados contra a Boa Nova do Reino de Deus não viessem a gerar alterações. Uma falange de Anjos assomou à Terra, tirando dela dois bilhões de Espíritos inferiores, cuja animalização atingia até as raias do impossível. As Cruzadas e depois a Inquisição, foram instituídas no planeta por esses Espíritos. A Cidade era assim chamada porque sua planta era em forma de cruz, que se quebrava nas suas quatro hastes, sendo que, em cada uma delas foi criado um reino, cada qual comandado por um príncipe e um imediato. Eles mesmos se organizaram, por haver no meio daquela multidão seres de alta envergadura intelectual, grandes magos, desenhistas habilidosos, artistas consagrados, muitos deles dados à lavoura, à pecuária e a outras atividades. Foi edificada na linha do Equador, para que o Sol cooperasse com eles. Hitler, foi talvez um dos últimos príncipes que ajudaram a governar a grande cidade das almas nos céus do Equador, foi uma das feras enjauladas por mil anos que, ao assumir o controle do Estado Germânico, tinha uma tarefa odienta com a sua consciência e os seus comandados preguiçosos, reencarnados como judeus, objetivando eliminar toda a raça. E ele, como símbolo, traz a grande cruz aberta nas hastes, planta da cidade das sombras, chamada A Cruzada, cuja quarta parte comandara com rigidez e orgulho.


Para saber mais leia : Nosso Lar- Chico Xavier, pelo espirito André Luiz. Cidade no Além- André Luiz Libertação- André Luiz Assine : Grupo de discussão Espírita Clara Luz clara_luz-subscribe@yahoogrupos.com.br Conheça:www.conscienciahumana.weblogger.com.br

Nosso Lar tem a forma de uma estrelade seis pontas, localizando-se a Governadoria no centro do círculo em que está inscrita a estrela.
NOSSO LAR(PLANO PILOTO)

Mencione-se, desde logo, que existem dois desenhos, o primeiro que abrange apenas a estrela, onde se localiza a Governadoria e os conjuntos habitacionais, inscritos dentro dela, destinados aos trabalhadores de cada Ministério; o segundo já engloba mais além, os conjuntos residenciais que, conquanto ainda afetos aos trabalhadores do Ministério, podem ser adquiridos por estes, através de "bonus-horas" e são suscetíveis de transmissão hereditária. Também nele se vê a grande muralha protetora da cidade
A cidade tem a forma de uma estrela de seis pontas, localizando-se a Governadoria no centro do círculo em que está inscrita a estrela.Da Governadoria partem as coordenadas que dividem a cidade em seis partes distintas, afetas, cada uma, ao mesmo número de organizações especializadas, em que desdobra a administração pública, representadas, como já se disse, pelos Ministérios da Regeneração, do Auxílio, da Comunicação, do Esclarecimento, da Elevação e da União Divina.Assim, a cidade está dividida em seis módulos, cada um deles partindo da Governadoria, junto à qual se eleva a torre de cada ministério, configurando-se como um centro administrativo.À frente deles está a grande praça que os circunda e que, para que se avalie o seu tamanho, está apta para receber, comodamente, um milhão de pessoas. A médium (Heigorina Cunha) descreve-a como belíssima, como piso semelhante ao alabastro, com muitos bancos ao seu redor, sendo que, nos espaços em que se vê o encontro dos vários vértices das bases dos triângulos, por detrás dos bancos, existem fontes luminosas multicoloridas, e em torno delas, flores graciosas e delicadas.Além da praça temos os núcleos residenciais em forma de triângulo e que, como já se disse, se destinam aos trabalhadores de cada Ministério, sendo que os mais graduados residem mais próximos às praças e, portanto, ao centro administrativo. Essas casas pertencem à comunidade e se um trabalhador se transfere para outro Ministério, deve mudar-se também para residir junto ao seu local de trabalho. Os quadros que se vêem desenhados dentro do triângulo, e junto à muralha, são quadras onde se erguem as residências.Nos espaços que medeiam entre um núcleo habitacional e outro, seja e, direção à muralha, seja em direção ao núcleo correspondente ao Ministério vizinho, existem grandes parques arborizados onde se erguem outras construções que foram detalhadas na planta, destinados ao lazer ou serviços aos habitantes. Vê-se, por exemplo, no parque do Ministério da Regeneração, a locação do seu Parque Hospitalar; no Ministério da União Divina. o Bosque das Águas e, no Ministério da Elevação, o Campo da Música, todos referidos no livro Nosso Lar.Cada núcleo residencial é cortado, no centro, por ampla avenida arborizada que o liga à praça principal e à Governadoria, e que se inicia junto à muralha.Entre os núcleos em forma de triângulo e a muralha, estão os núcleos residenciais destinados aos Espíritos que, por seus méritos, podem adquirir suas casa mediante pagamento em bonus-hora, que é a unidade monetária padrão, correspondente a uma hora de trabalho prestado à comunidade. Estas casas, pertencendo aos que as adquiriram podem ser objeto de herança. Na planta aparecem umas poucas quadras, mas na verdade são muitas quadras, a perderem-se de vista e que se alongam até a muralha.Circundando toda a cidade, está a grande muralha protetora, onde se acham assestadas as baterias de proteção magnética, para defesa contra as arremetidas dos Espíritos inferiores, o que não deve estranhar porque, como sabemos, a cidade está situada numa esfera espiritual de transição, abrigando espíritos que ainda devem reencarnar.Por fora da muralha estão os campos de cultivo de vegetais destinados à alimentação pública.

A planta da cidade, no entanto, carece de medidas que nos propiciem uma exata compreensão de seu tamanho.Mas podemos imaginar sua magnitude pelas referências que André Luiz nos faz.É uma cidade amplamente disposta, para um milhão de habitantes.O "aeróbus", correndo numa velocidade que não permite fixar os detalhes da paisagem e com paradas de três em três quilômetros, demora quarenta minutos para ir da Praça da Governadoria até o Bosque das Águas, que está localizado na planta


Em síntese, é o que nos mostra o plano piloto da cidade, configurado na planta que nos veio ao conhecimento por intermediação de nossa irmã Heigorina Cunha.
Do livro "CIDADE NO ALÉM"Pelos Espíritos Lúcius e André Luiz,Médiuns: HEIGORINA CUNHA (desenhos da cidade via desdobramento) e FRANCISCO CÂNDIDO XAVIEREditora
: IDE


Observações de André Luiz sobre "NOSSO LAR"
1 - O irmão Lucius fez quanto pôde, a fim de trazer, aos amigos domiciliados no Plano Físico, alguns aspectos de Nosso Lar, a colônia de trabalho e reeducação a que nos vinculamos na Espiritualidade, especialmente o plano piloto que lhe diz respeito.Para isso, encontrou a dedicação da médium Heigorina Cunha, na cidade de Sacramento, em Minas Gerais, no Brasil.
2 - Terá conseguido transmitir, minuciosamente, toda a imagem do vasto contexto residencial a que nos referimos?Decerto que não, mas estamos à frente de uma realização válida pelas formas e idéias básicas que o mencionado amigo alinhou, cuidadosamente, através do intercâmbio espiritual.
3 - Justo lembrar aqui os mapas que Cristóvão Colombo desenhou, por influência de Mentores e Amigos Espirituais, antes de desvelar a figura da América.Semelhantes esboços não continham a realidade total, no entanto, demonstram, até hoje, que o valoroso navegador apresentava a configuração do Novo Continente, em linhas essenciais.


4 - Convém esclarecer que Nosso Lar é uma colônia-cidade, habitada por homens e mulheres, jovens e adultos, que já se desvencilharam do corpo físico.Outras colônias-cidades espirituais, porém, existem, às centenas, em torno da Terra, obedecendo às leis que lhe regem os movimentos de rotação e translação.
5 - Nas colônias-cidades ou colônias-parques que gravitam em torno do Plano Físico, para domicílio transitório das inteligências desencarnadas, é natural que a luta do bem para extinguir o mal ou o desequilíbrio da mente, continue com as características que lhe conhecemos na Crosta da Terra.

ANDRÉ LUIZUberaba, 17 de junho de 1983.( Anotações recebidas pelo médium Francisco Cândido Xavier, em Uberaba, Minas Gerais)

Momento Espírita

Momento Espírita
Deixai secar primeiro
Contam que Carlyle, o célebre historiador escocês, quando ainda era muito moço, teve uma questão bastante grave com um dos seus companheiros. Um dia, sentindo-se insultado, declarou que ia imediatamente exigir satisfações daquele que o havia ofendido.
Um velho professor, informado do caso, aproximou-se de Carlyle e disse-lhe:
Meu caro amigo. Tenho longa experiência de vida e conheço as consequências tristes dos atos impetuosos.
Um insulto é como a lama que cai em nossa blusa. A lama pode ser retirada facilmente, com uma simples escova, quando já está seca.
Deixe secar primeiro. Não seja apressado. Espere até que se acalme, e verá como tudo será facilmente resolvido.
Carlyle aceitou o conselho do professor, e o resultado foi tão feliz que, no dia seguinte, o colega que o insultara veio lhe pedir desculpas.
Malba Tahan, nesta rica passagem, vem nos dizer que, dada a grande diversidade de temperamentos e caracteres humanos, não nos é possível viver em paz com o próximo, sem refrearmos a ira, e insistirmos na prática da mansidão.
Nenhuma resolução sadia pode ser tomada com ímpeto.
Às vezes, numa ação impensada, numa reação violenta, podemos comprometer séculos e séculos de nossas existências.
Alguns segundos de invigilância, permitindo que um pequeno ato de vingança se externe, pode gerar um compromisso imenso para o futuro, através da Lei de causa e efeito, que prevê a colheita obrigatória de tudo aquilo que livremente plantamos.
Vale a pena esperar. Vale a pena o esforço de conter um impulso naquele momento em que o nervosismo procura reinar.
Contar até dez. Tomar um banho frio. Fazer uma oração, pedindo auxílio a Deus. Parar tudo que estamos fazendo e refletir para não reagir sem pensar.
Vale a pena o esforço. Vale a pena ter calma.
Se algum dia você for vítima de uma violência, não revide.
Quando receber injúrias, não procure se defender atacando.
Se for caluniado, não acumule ódio e ressentimento em sua alma.
Sabemos que é difícil compreender, perdoar, ainda, mas precisamos começar, precisamos desenvolver esta virtude em nossos corações.
Os maiores beneficiados com isso seremos nós mesmos, pois deixaremos de ser depósitos de sentimentos impuros, desequilibrados, que insistem em nos fazer infelizes.
Deixe secar primeiro.
*   *   *
A Terra recebeu, na figura de um homem muito simples, um grande defensor da não-violência.
Mahatma Gandhi, o líder religioso indiano que comandou centenas de hindus, foi a lição viva da desnecessidade da violência para resolver problemas.
Eis aqui um sábio pensamento seu:
Não-violência e covardia são termos contraditórios. A não-violência é a maior das virtudes, enquanto a covardia é o maior dos vícios.
A não-violência provém do amor, a covardia do ódio.
A não-violência sempre sofre, enquanto a covardia sempre gera o sofrimento.
A perfeita não-violência é a maior das bravuras.
Sua conduta não é jamais desmoralizante, enquanto a forma da covardia se conduzir sempre o é.

Redação do Momento Espírita com base no cap. Deixai secar primeiro, do livro Lendas do Céu e da Terra, de Malba Tahan, ed. Record.
Em 26.01.2012.

Corrente de Fé/2 EDIÇÃO



 
                 

Ave-Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco
Bendita sois vóis entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus
Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós os pecadores
Agora e na hora de nossa morte. 
Amém

Programa que Amamos

Banner da página de programas
O recolhimento e o silêncio...Ouça

Aurora Boreal: Fim do Dia

Aurora Boreal: Fim do Dia: O sol potente que nos ilumina,é gigante em perpetuo a disciplina varando lutas que desconhecemos. Por mais que lhe arremessamos lixo a fase,...

Aurora Carnaval Legal

  • Império Serrano - Uma Escola de Samba
  • Átila Gomes visita fututo Parque de Madureirahttp://t.co/VsKCfge9
  • Ensaio técnico agora, na quadra!!
  • Vote na 'passista iG 2012' do carnaval cariocahttp://t.co/gBryLoA7
  • Alas ensaiadas dia hora e local dos ensaios !!!http://t.co/PwDuVI5M
  • Na semana do Carnaval o @circo_voador está com uma programação especial para os foliões #RioCarnaval2012

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org