Noticias do Meio


FIM DO MUNDO AINDA ESTÁ LONGE, DIZ CIENTISTA DA NASA
Fim do mundo ainda está longe, diz cientista da Nasa

Ainda não será desta vez que o mundo acabará, de acordo com o cientista da Nasa, David Morrison, especialista em vida no espaço. De acordo com ele, o “apocalipse” da Terra será bem mais lento do que se imagina. De acordo com o pesquisador, "a ideia de que o mundo acabará subitamente, por uma causa qualquer, é absurda".

Ele diz que será necessário esperar muito tempo até que o Sol, por exemplo, torne a Terra inabitável. Isso deverá acontecer dentro de cinco bilhões de anos, quando o Astro se transformará em um "gigante vermelho". Até lá, contudo, Morrison não acredita que algum asteroide ou uma tragédia geológica conhecida pudesse destruir a Terra completamente.

Ele acrescenta que mesmo que caísse na Terra um asteroide similar ao que causou a extinção dos dinossauros, há 65 milhões de anos – um objeto de 10 a 15 quilômetros de diâmetro – isso não seria suficiente para acabar de vez com a vida no planeta.

Contudo, o cientista lembra que a maior inquietação é com a mudança climática. Catástrofes naturais, secas, tempestades, chuvas torrenciais se tornariam mais frequentes e intensas com o aumento das temperaturas mundiais.

Artigo relacionado

Nasa

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org