Noticias do Meio


Os avanços da Ciência da Alma


Uma pesquisa inédita usa equipamentos de última geração para investigar o cérebro dos médiuns durante o transe. As conclusões surpreendem: ele funciona de modo diferente.
Durante dez dias, dez médiuns brasileiros se colocaram à disposição de uma equipe de cientistas do Brasil e dos EUA. A equipe utilizou as mais modernas técnicas cientificas para investigar a controversa experiência de comunicação com os mortos.
Havia médiuns psicógrafos, pessoas que se diziam que eram capazes de receber mensagens escritas ditadas por espíritos, seres situados além da palpável matéria que a ciência tão bem reconhece.
O cérebro dos médiuns foi analisado através de equipamentos de alta tecnologia durante o transe mediúnico e fora dele. A produção de exames de neuroimagem (tomografia por emissão de pósitrons) com médiuns psicógrafos em transe é uma experiência pioneira no mundo.
Os cientistas Julio Peres, Alexander Moreira-Almeida, Leonardo Caixeta, Frederico Leão e Andrew Newberg, responsáveis pela pesquisa, garantiam o uso de critérios rigorosamente científicos.
Resultado, a área frontal do cérebro, relacionada ao planejamento a criatividade e a racionalização, utilizada para a atividade escrita, surpreendentemente foi a menos utilizada pelos médiuns durante a psicografia.
A matéria foi destaque da revista Época

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org