Noticias do Meio


China inicia escolha de nova liderança


O chinês Xi Jinping de 59 anos, nunca disputou uma eleição e pouco se sabe sobre suas opiniões acerca da economia mundial ou do aquecimento global.
Para muitos chineses, é mais fácil reconhecê-lo como marido de uma popular cantora folk, apesar disso Xi Jinping está prestes a se tornar o homem mais poderoso da China, como líder do dominante Partido Comunista em um congresso que só ocorre uma vez a cada década e que tem início nesta quinta-feira.
As transferências de poder no país, ainda feitas sob extremo sigilo, têm provocado tensão e incertezas. Mas, agora, com a China ocupando o posto de segunda maior economia do mundo e de uma superpotência em ascensão, as visões do novo líder realmente importam.
Os atuais líderes chineses, sob o comando do presidente Hu Jintao, estão no poder desde 2002 e são considerados como a "quarta geração" a governar o país desde que o Partido Comunista tomou o poder, em 1949.
Xi Jinping, pertence ao comitê, daria início à quinta geração e gradualmente assumiria os poderes e títulos hoje conferidos a Hu.
Fonte: BBC BRASIL

Desemprego: realidade mundial


 Iniciado por diversas causas, entre elas a evolução tecnológica e o despreparo profissional, o desemprego também tem em sua origem o egoísmo.
Causando uma irreparável consequência para a harmonia social, é um grande desafio conciliar emprego e renda, em inúmeros países.
Todo homem possui o direito ao trabalho, até mesmo os deficientes físicos e visuais devem ter a oportunidade de colocar em prática suas habilidades em alguma atividade.
O desemprego gera uma enorme insatisfação, sentimento de derrota e perda de autoestima.
A solução deste flagelo mundial encontra-se na solidariedade entre a humanidade com a diminuição da ganância, criando condições de qualificação aos profissionais e a estes resta entender que o fundamental é renunciar ao materialismo e se apoiar cada vez mais na sua evolução moral.

Brasileiros honestos pagam 17% a mais na energia, para sustentar os gatos na rede elétrica


O roubo de energia elétrica sai caro para os brasileiros que são honestos e pagam suas contas em dia.
Pelos cálculos das empresas distribuidoras de eletricidade, só na cidade do Rio de Janeiro os gatos na rede roubam o equivalente a toda a produção da usina nuclear de Angra Um.
A maior dificuldade é fazer a fiscalização nas favelas instaladas nos morros cariocas, onde os traficantes impedem a chegada dos técnicos. Mas até um clube e dois hotéis de Copacabana foram pegos roubando energia.
O presidente da Associação das distribuidoras, Nelson Fonseca Leite, informa que nos próximos meses a conta vai ficar ainda maior para os honestos, que agem dentro da lei. As usinas movidas a óleo vão ser ligadas por causa da falta de chuvas e o custo dessa energia é maior.
Só que os ladrões de eletricidade continuam a gastar tudo o que podem, pois esse aumento fica fora do bolso deles. Muitos se dão mal com essa atividade criminosa.
No espaço de dez anos, 444 pessoas morreram eletrocutadas ou em quedas, quando faziam gatos na rede elétrica.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org