Noticias do Meio


Instruções sobre a sobrevivência – Pesquisas do Dr. Hernani Andrade


O Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas (IBPP) e o Instituto Pernambucano de Pesquias Psicobiofísicas (IPPP) realizam, dia 18 de novembro, o evento Instruções sobre a sobrevivência – Pesquisas do Dr. Hernani Guimarães Andrade, em Recife, capital pernambucana.

Com o objetivo de apresentar e debater a contribuição científica estudada pelo Dr. Hernani Guimarães Andrade, importante pesquisador espírita, o evento contará com a participação dos expositores Carlos Eduardo Noronha Luz, David Lucas Desidério, Alcione Rebelo Novelino e Ney Prieto Peres.

O encontro será realizado na Academia Pernambucana de Letras (Av. Rui Barbosa, 1596 – Graças). Mais informações sobre a programação e inscrições através do e-mail parapsicologia@parapsicologia.org.br



Pessoa física versus corrupção pública


Iniciativas populares espalhadas pelo País lutam para fiscalizar governos municipais, denunciar prefeitos corruptos e aproximar o debate concentrado em Brasília da população que mais necessita de ações contra os escândalos políticos.

Muitas vezes o combate à corrupção não aparece apenas nas salas dos órgãos de controle oficial, como o Ministério Público, a Controladoria-Geral da União, o Tribunal de Contas ou a Polícia Federal. Aliás, é bem longe dessas salas, em cidades pequeans que muitos não sabem nem apontar no mapa, que pessoas comuns, munidas de um engajamento pouco comum, estão mudando a maneira de lidar com a corrupção aproximando, assim, o debate concentrado em Brasília da população que mais necessita de ações contra os escândalos políticos.

São exemplos como o do mineiro Fábio Oliva e da sua Associação de Amigos de Januária (Asajan), que desde 2004 já derrubou quatro prefeitos da cidade do norte de Minas Gerais,  ao todo sete pessoas já ocuparam a cadeira da administração municipal nesse período. Ou do "caminhante" Arimatéia Dantas, um advogado que comanda uma marcha contra a corrupção pelo sertão do Piauí.

A falta de combustível em uma ambulância no percurso entre Januária e Montes Claros deu menos tempo de vida ao pai de Fábio Oliva e desencadeou um processo de mudança. Um AVC e um hospital sem médicos, enfermeiros ou mesmo medicação levaram o patriarca da família Oliva a ter de ser transportado para outro centro de saúde.

Sem profissionais capacitados, ele foi acompanhado por um faxineiro da unidade de saúde. E sem combustível, o motorista da ambulância teve de parar na estrada e ser obrigado a recorrer à família do paciente, que abasteceu o veículo, mas não conseguiu salvar o pai a tempo.

No início, a população januarense, intimidada ou simplesmente, desarticulada, apoiou o projeto de forma apenas tímida. Mas com o resultado, a investigação levou à descoberta de empresas de fachada e culminou na prisão, em 2006, do ex-prefeito Josefino Lopes Viana (PP), que havia sido cassado em 2004, fez dos cidadãos januarenses, legítimos defensores da ética e dos bons costumes. A iniciativa também rendeu melhorias significativas para a vida da população. Calçadas pela metade foram concluídas, bem como ruas que deveriam ser asfaltadas e estavam com obras estagnadas. Escolas precárias ganharam novos equipamentos.



0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org