Noticias do Meio



“COLAPSO MAIA” PODE TER OCORRIDO DOIS SÉCULOS MAIS TARDE DO QUE SE PENSAVA

“Colapso maia” pode ter ocorrido dois séculos mais tarde do que se pensava
Um mural de argamassa colorido, com referências a uma das mais importantes dinastias maias, está entre as várias descobertas realizadas recentemente na cidade de Dzibanché, na península de Yucatán, no México. Os achados, anunciados pelo Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), revelam que o chamado “Colapso Maia” aconteceu pelo menos dois séculos mais tarde do que se imaginava. Com isso, o sítio arqueológico de Dzibanché teria sido habitado até o século XIII e não até o XI, quando a área teria sido completamente abandonada pela população da região conhecida como “Terras Baixas”.

Dzibanché está ao sul do distrito mexicano de Quintana Roo, em uma área de 40 quilômetros dentro da selva. Ela é formada por quatro conjuntos arquitetônicos: Grupo Principal de Dzibanché, Tutil, Complexo Central e Acrópoles de Kinichná. O local viveu o seu ápice no período Clássico (250-1000 d.C.), quando reinou a dinastia Kaan, uma das mais antigas e importantes de toda a era maia.

A arqueóloga Sandra Balanzario, responsável pelo projeto de pesquisa em Dzibanché, disse que as informações obtidas por meio desta investigação indicam que a cidade foi habitada até o período Pós-clássico Tardio (1200-1550 d.C.), “o que é relevante porque nossas investigações anteriores apontavam que a ocupação só havia ocorrido até o período Clássico Terminal (800-1000 d.C.)”, disse a pesquisadora.

"A nossa surpresa aconteceu em um dos conjuntos, onde, em vez de moradias, foram encontrados quatro palácios destinados à administração da cidade, o equivalente ao Departamento do Tesouro. 70% do espaços conservam fragmentos de murais coloridos de argamassa, com pintura e grafite, alguns com desenhos da família Kaan”, descreveu Balanzario.

Entre os vários achados destacam-se um recipiente do Clássico Tardio, que deve ter sido usado em um ritual na época pré-hispânica e que foi depositado como oferenda; uma peça decorada com iconografia de um dos irmãos de Testigo Cielo, um dos mais importantes governantes da dinastia Kaan; e ossos de quatro pessoas que, provavelmente, foram sacrificadas em rituais.

Artigo relacionado

Instituto Nacional de Antropologia e História



ROBÔ OPPORTUNITY FLAGRA ENORME TEMPESTADE DE POEIRA EM MARTE
Robô Opportunity flagra enorme tempestade de poeira em Marte

O robô Opportunity, da Nasa, flagrou uma enorme tempestade de areia na superfície de Marte, evento que chegou a causar  mudanças atmosféricas no planeta. Esta é a segunda ocasião, desde 1970, que a Nasa estuda o fenômeno da órbita e também de uma estação meteorológica na superfície marciana. Outras grandes tempestades já foram registradas no planeta em 2001 e 2007.

As primeiras evidências de que uma tempestade estava por vir aconteceram no dia 16 de novembro, quando a sonda Mars Reconnaissance detectou um aquecimento da atmosfera a aproximadamente 25 quilômetros acima da tormenta. Desde então, a temperatura da atmosfera da região aumentou em 25 graus Celsius. O fenômeno se deve à poeira, que se eleva acima da superfície e absorve a luz do sol nas alturas, segundo a Nasa.

Caso a tempestade continue crescendo, o Opportunity poderá ser afetado, pois sua energia é proveniente do Sol. No momento, o robô está a mais de 1.300 quilômetros da tempestade. Já o  outro veículo da Nasa em Marte, o Curiosity, usa um gerador nuclear.

A estação meteorológica do Curiosity identificou mudanças atmosféricas relacionadas à tormenta. Os sensores observaram uma queda na pressão e uma discreta elevação nas temperaturas noturnas mais baixas.

Artigo relacionado

Nasa



IMAGENS DE LUAS DE SATURNO LEMBRAM PAC-MAN DO ATARI
Imagens de luas de Saturno lembram Pac-Man do Atari

Dados térmicos de duas luas de Saturno – Mimas e Tétis – lembram o clássico Pac-Man, videogame do Atari nos anos 1980. As imagens foram obtidas pelas sonda Cassini, da Nasa, por raios infravermelhos. A imagem de Mimas é de fevereiro de 2010, enquanto a de Tétis é de setembro do ano passado.

As áreas em roxo representam as partes mais frias das luas, enquanto que as brancas são as mais quentes. Ambos os satélites possuem temperatura extremamente baixas: em Tétis elas variam de -203°C a -183°C e, em Mimas, a temperatura vai de -208°C até -178°C.

De acordo com os cientistas, este formato de “Pac-Man” foi criado por conta da presença de  elétrons de alta energia em regiões de baixa latitude do lado das luas voltado para a órbita de Saturno. A missão Cassini-Huygens é um projeto entre a Nasa, Agência Espacial Europeia (ESA) e Agência Espacial Italiana (ASI).

Artigo relacionado

Revista Icarus

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org