Noticias do Meio



Reduz a desigualdade entre homens e mulheres no Brasil


De acordo com um relatório do Fórum Econômico Mundial a desigualdade entre homens e mulheres diminuiu no Brasil.
De 2011 para 2012, o país subiu 20 posições no ranking feito pela entidade. Foi do lugar de número 82 para o lugar de número 62, entre 135 nações.
Segundo o Fórum Econômico Mundial, o salto brasileiro ocorreu por causa da melhora no acesso da população feminina à educação primária e do aumento da proporção de mulheres na política, em especial em cargos em ministérios. A presença de Dilma Rousseff na presidência da República também favoreceu a classificação do Brasil.
O país mais igual do mundo quando o assunto é gênero continua sendo a Islândia. Depois vêm Finlândia, Noruega e Suécia.
Já o país onde há mais diferença na qualidade de vida entre os sexos é o Iêmen, seguido do Paquistão.
O ranking considera a situação de homens e mulheres em quatro áreas: saúde, educação, política e economia.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org