Noticias do Meio



 


AVENTUREIRO AUSTRÍACO QUEBRA A BARREIRA DO SOM AO PULAR DE BALÃO DA ESTRATOSFERA
Aventureiro austríaco quebra a barreira do som ao pular de balão da estratosfera

Depois de uma série de cancelamentos, o paraquedista Felix Baumgartner realizou com sucesso um salto de um balão da estratosfera da Terra - a 38,6 quilômetros de altura – e, de acordo com os cálculos do centro de controle da missão, ele quebrou a barreira do som nos primeiros 40 segundos de queda, quando atingiu 1.173 km/h. Em condições normais, na atmosfera terrestre, a velocidade do som é de 1.234 km/h, já na estratosfera pode alcançar 1.110 km/h, por conta da menor resistência do ar, de acordo com os organizadores do salto.

A queda livre aconteceu na tarde deste domingo e durou quatro minutos e 20 segundos. Depois disso, o austríaco Baumgartner pousou em segurança no Centro Aéreo de Roswell, nos Estados Unidos. Foi o primeiro saldo em queda livre supersônica e sem veículo motorizado da história. Os recordes ainda precisam ser aprovados pela Federation Aeronautique Internationale (FAI).

A missão envolveu sérios riscos para a saúde do paraquedista por causa do escasso oxigênio na estratosfera, temperaturas extremas (em torno de – 57°C) e a pressão atmosférica de apenas1%. Entre os potenciais perigos estavam hemorragia cerebral e perda de consciência. Fora os recordes quebrados, Baumgartner e a sua equipe também realizaram testes com roupas espaciais e fizeram a análise de como é o funcionamento do corpo humano na estratosfera. O austríaco já estava se preparando para este salto há cinco anos.





Artigos relacionados

RedBull Stratos

Felix Baumgartner



DESCOBERTA TUMBA DE RAINHA GUERREIRA MAIA NA GUATEMALA
Descoberta tumba de rainha guerreira maia na Guatemala

Pesquisadores da Guatemala e dos Estados Unidos descobriram uma nova tumba no principal templo sagrado do sítio arqueólogico de "Peru-Waka", antiga cidade maia em Petén, no norte da Guatemala.

Após análise do DNA realizada em um laboratório da Cidade da Guatemala, a capital do país, foi constatado pelas arqueólogas Olivia Navarro e Griselda Perez que a tumba é da rainha "Kalomt'e K'abel". Ela viveu entre 600 e 700 D.C. e era esposa do rei de Wak, identificado como "K'inich Bahlam II". No seu túmulo foram encontrados jóias e uma série de vasos de cerâmica que estavam enterrados como oferendas.

Artigo relacionado

Daily Mail

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org