Noticias do meio

Cientistas cogitam clonagem de mamute a partir de células encontradas na Sibéria

CIENTISTAS COGITAM CLONAGEM DE MAMUTE A PARTIR DE CÉLULAS ENCONTRADAS NA SIBÉRIA




Após a descoberta de pedaço de tecido de mamute no leste da Sibéria, alguns cientistas da Rússia e Coreia do Sul anunciaram a possibilidade de uma possível clonagem deste animal extinto há 4 mil anos. O material, que pode conter células vivas, estava enterrado no permafrost, o solo permanentemente congelado.

A existência destas células ainda precisa se confirmada pelo laboratório sul-coreano envolvido na pesquisa, mas suspeita-se que o número seja insuficiente para a realização do experimento, que vem sendo criticado e recebido com ceticismo por outros cientistas que realizam pesquisas na mesma área.

Diante disso, a equipe envolvida neste trabalho se esforça por obter credibilidade, já que há dúvidas sobre a possibilidade de que algo possa permanecer vivo durante milênios no permafrost. Estima-se que o mamute foi extinto há menos de 4 mil anos. Elevação da temperatura, mudanças na vegetação e os seres humanos teriam contribuído para o desaparecimento definitivo do animal.

Artigo relacionado

iG

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org