O que ja aconteceu no dia de hoje


NASCE DUQUE DE CAXIAS, TAMBÉM CHAMADO DE O PACIFICADOR OU O MARECHAL DE FERRO

25 de agosto de 1803
No dia 25 de agosto de 1803 nascia, em Porto de Estrela (RJ), Luís Alves de Lima e Silva, mais conhecido como Duque de Caxias, também chamado de O Pacificador ou O Marechal de Ferro. Ele foi um dos mais importantes militares e estadistas da história do Império do Brasil. Em 20 de outubro de 1832, após ser promovido a Tenente Coronel, assumiu o seu primeiro Comando Militar: o Corpo de Guardas Municipais Permanentes, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Em 1833, casou-se com Ana Luísa do Loreto Carneiro Vianna, na época com 16 anos, de origem aristocrática. Com ela três filhos: Luísa, Ana e Luís Alves.
Em 1839, foi para o Rio Grande do Sul, para lutar na Revolução Farroupilha. Em dezembro de 1839 deixou o comando dos Permanentes por ter sido nomeado presidente da Província do Maranhão. Lá, fez parte das ações militares da Balaiada, na Província do Maranhão, em 1839. Por seu desempenho no conflito, recebeu o título de Barão de Caxias, outorgado em 1841. O título foi uma referência à cidade maranhense de Caxias, palco de batalhas decisivas para a vitória das forças imperiais. Fora isso, ainda abafou movimentos de revoltosos dos liberais em Minas Gerais e São Paulo (1842). Em 1845, quando ocorria a Guerra dos Farrapos, recebeu o título de Marechal de Campo. Passou a ocupar o cargo de Presidente (governador) do Rio Grande do Sul. Por todo o seu trabalho, ganhou o título de Conde de Caxias.
Na vida política do Império, foi um dos líderes do Partido Conservador. Tornou-se senador vitalício a partir de 1845. Também foi Ministro da Guerra e presidente do Conselho por três vezes na segunda metade do século XIX (1855-1857, 1861-1862 e 1875-1878).
Na política externa, participou de todas as campanhas platinas do Brasil independente, como a campanha da Cisplatina (1825-1828), foi comandante-geral dos exércitos da Tríplice Aliança (1867), na Guerra do Paraguai (1864-1870). Após a ocupação da capital paraguaia, ele teve que deixar seu posto por motivos de saúde ainda antes do término do conflito. Ficou na fazenda de Santa Mônica, em Desengano (hoje Juparanã, RJ), em 1878, onde morreu dois anos depois, em 7 de maio de 1880.

DECLARADA INDEPENDÊNCIA DO URUGUAI

25 de agosto de 1825
No dia 25 de agosto de 1825, o Uruguai declarou a sua independência do Brasil e sua união às províncias unidas do Rio da Prata, durante o Congresso da Florida. A Banda Oriental aceitou se unir à revolução que teve origem em Buenos Aires, como resposta à invasão das tropas brasileiras, fato que resultou na sua anexação ao território do império de D. Pedro I.

MORRE O FILÓSOFO ALEMÃO FRIEDRICH NIETZSCHE

25 de agosto de 1900
No dia 25 de agosto de 1900 morria, em Weimar, Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo e poeta alemão, considerado um dos pensadores modernos mais influentes do século XIX. Nascido no dia 15 de outubro de 1844, em Rocken, na Alemanha, ao longo de sua carreira, ele realizou uma exaustiva crítica à cultura, religião e filosofia ocidental por meio da desconstrução dos conceitos e de análises das atitudes morais da vida. Sua obra exerceu grande influência nas futuras gerações de teólogos, filósofos, psicólogos, poetas, novelistas e dramaturgos. Entre os seus livros se destacam “Assim Falou Zaratustra, um Livro Para Todos e Para Ninguém”, “Além do Bem e do Mal, Prelúdio a uma Filosofia do Futuro”, “Genealogia da Moral e “O Anticristo – Praga contra o Cristianismo”.

NASCE O TEÓLOGO FREI BETTO, QUE DENUNCIOU OS ABUSOS DO REGIME MILITAR NO BRASIL

25 de agosto de 1944
No dia 25 de agosto de 1944 nascia, em Belo Horizonte, Carlos Alberto Libânio Christo, mais conhecido como Frei Betto, escritor e religioso dominicano. Adepto da Teologia da Libertação, é militante de movimentos pastorais e sociais e ocupou a função de assessor especial do presidente Lula entre 2003 e 2004. Também foi coordenador de Mobilização Social do programa Fome Zero.
 
Esteve preso por duas vezes sob a ditadura militar: em 1964, por 15 dias; e entre 1969-1973. Sua experiência na prisão resultou nos livros "Cartas da Prisão", "Dário de Fernando - nos cárceres da ditadura militar brasileira" e “Batismo de Sangue”. Este último foi premiado com o Jabuti de 1983 e traduzido na França e na Itália. O livro descreve os bastidores do regime militar, a participação dos frades dominicanos na resistência à ditadura, a morte de Carlos Marighella e as torturas sofridas por Frei Tito. Baseado no livro, o diretor mineiro Helvécio Ratton produziu o filme Batismo de Sangue, lançado em 2007. 
Morre Truman Capote

MORRE TRUMAN CAPOTE

25 de agosto de 1984
Truman Capote nasceu em 1924 e faleceu em 25 de agosto de 1984. Foi um escritor norte-americano, estudou na Trinity School e na St John's Academy de Nova Iorque. Publicou seu primeiro escrito em 1944, um conto intitulado "Miriam". Aos 23 anos, publicou seu primeiro romance, "Other Voices, other Rooms", (1948), na qual relata a procura de identidade de um jovem do sul. Cabe citar também A Árvore da Noite e Outros Contos (1949), A Harpa de Erva (1951) e Breakfast at Tiffany´s (1958). Seu romance mais famoso é A Sangue Frio (1966), um 'romance-documentário' que relata o assassinato, sem motivo aparente, de quatro membros de uma família de Garden City, Kansas, levada ao cinema em 1967 por Richard Brooks. Capote também é autor de uma coleção de ensaios intitulados Música para Camaleões (1980) e do roteiro para o musical Casa das Flores (1954). Sua obra foi aclamada pela crítica por seu virtuosismo técnico e a agudeza de suas observações.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org