Noticias do meio


Desemprego na Espanha atinge novo recorde, com taxa de 24,63%


De acordo com o Instituto Nacional e Estatísticas (INE), a taxa de desemprego na Espanha atingiu um novo recorde no segundo semestre de 2012.
O recorde anterior havia sido registrado nos três primeiros meses de 1994. No entanto, a pesquisa mostrou sinais de que a taxa de desemprego na Espanha pode estar perto de começar a diminuir.
As vagas perdidas no segundo trimestre somaram 15,9 mil, em comparação com as 870 mil eliminadas nos três trimestres anteriores, e o número de estrangeiros desempregados caiu 59,7 mil em comparação com o primeiro trimestre.Essa leve melhora pode estar ligada ao aumento sazonal da atividade dos setores de serviços e construção, que são os mais relacionados ao turismo, atualmente a principal fonte de postos de trabalho e fluxos positivos de caixa na Espanha. Cerca de 42,8 mil empregos foram criados no setor de serviços e 6,2 mil na construção durante o segundo trimestre. Por outro lado, foram perdidos 44,0 mil empregos no setor agrícola e 21,0 mil na indústria.
A Espanha está sofrendo os efeitos do estouro da bolha imobiliária que durou uma década. Nos dez anos até a crise financeira de 2008, o país recebeu 5 milhões de imigrantes, geralmente trabalhadores sem qualificação de países sul-americanos pobres que encontraram emprego no setor de construção e em serviços relacionados. Depois de cinco anos do estouro da bolha, a taxa de desemprego entre os estrangeiros está em 35,8%, 13 pontos porcentuais acima da taxa para cidadãos espanhóis.
Fonte – Jornal O Estado de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org