Noticias do Meio

Telescópio espacial Kepler descobre dois planetas orbitando em dois sóis

TELESCÓPIO ESPACIAL KEPLER DESCOBRE DOIS PLANETAS ORBITANDO EM DOIS SÓIS



O telescópio espacial Kepler, da NASA, detectou o primeiro sistema de trânsito circumbinário – com múltiplos planetas orbitando dois sóis – a 4.900 anos-luz da Terra, na constelação de Cygnus ou Cisne, em uma descoberta que revela a diversidade de sistemas planetários em nossa galáxia. Até agora haviam sido encontrados quatro sistemas de planetas girando ao redor de duas estrelas (os Kepler-16, 34, 35 e 38), mas este é o primeiro com mais de um planeta.

De uma perspectiva da Terra, as duas estrelas orbitantes eclipsam uma à outra a cada 7,5 dias. Uma delas tem um tamanho parecido com o do Sol, mas possui 84% do seu brilho. A segunda estrela é bem menor, com apenas um terço do tamanho do Sol e menos de 1% do seu brilho.

Dois planetas também eclipsam, ou transitam, essas estrelas. O planeta na região mais interna, Kepler-47b, orbita o par de estrelas em menos de 50 dias. Com um raio três vezes maior que o da Terra, ele é o menor planeta circumbinário de trânsito conhecido até hoje.

Já o planeta mais externo, Kepler-47c, orbita o par de sóis uma vez a cada 303 dias e está na chamada "zona habitável," a região de um sistema planetário onde é possível que haja água em estado líquido na sua superfície. Embora não seja um mundo adequado à vida, Kepler-47c deve ser um gigante gasoso, pouco maior que Netuno, onde pode haver uma espessa atmosfera com nuvens de vapor d'água.

A descoberta do Kepler aconteceu pela medição de variações no brilho de mais de 150 mil estrelas. O estudo foi publicado na revista Science.

Artigos relacionados

Nasa

Revista Science

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org