Noticias do meio

Após quase 500 anos, vaso sanitário poderá passar por inovação

APÓS QUASE 500 ANOS, VASO SANITÁRIO PODERÁ PASSAR POR INOVAÇÃO


O vaso sanitário, um dos objetos mais corriqueiros do cotidiano das sociedades modernas, poderá passar por transformações por conta de um desafio lançado recentemente pela Fundação Bill e Melinda Gates. Eles ofereceram um prêmio milionário a quem desenvolvesse um produto inovador.

Criado em 1597 pelo poeta britânico John Harington, a primeira versão deste dispositivo é muito parecida com a que é usada atualmente. Ainda hoje, os camponeses ingleses e escoceses chamam o vaso sanitário de "John". Esta invenção, chamada na época de Ajax, e instalada no palácio da rainha Elizabeth I, foi aperfeiçoada e modificada ao longo dos séculos, até ser usada de forma corriqueira durante a década de 1890 na Europa.

Contudo, após a iniciativa da Fundação Bill e Melinda Gates novas opções poderão ficar à disposição e, quem sabe, uma nova mudança no chamado “lavabo” está a caminho. Entre as ideias apresentadas estão um vaso sanitário que utiliza os resíduos para gerar eletricidade através de energia micro-ondas, outro que utiliza urina para a descarga, e ainda um que transforma os dejetos em carvão. Tudo feito para torná-lo mais sustentável, reduzir o consumo de energia e inclusive aproveitar para gerar energia nova. Além do valor da inovação, a Fundação de Bill Gates está interessada em resolver o problema de milhões de pessoas que ainda não têm acesso a um serviço sanitário em alguns países do mundo.

Artigo relacionado

El Universal

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org