Noticias do Meio

Análise de águas residuais pode ajudar a traçar caminho das drogas nas cidades

ANÁLISE DE ÁGUAS RESIDUAIS PODE AJUDAR A TRAÇAR CAMINHO DAS DROGAS NAS CIDADES



Um grupo de cientistas de diferentes universidades europeias desenvolveu um novo método para medir o consumo de drogas em áreas urbanas distintas e em épocas determinadas. A investigação parte da análise de substâncias químicas contidas nas águas residuais de cada região. Através das amostras fornecidas por estações de tratamento de águas residuais, foram observados os biomarcadores urinários de cocaína, anfetamina, maconha, metanfetamina e ecstasy, de onde foi possível fazer análises sobre o nível de consumo de cada droga em cidades diferentes.

Entre os resultados da primeira pesquisa de águas residuais, destaca-se a presença de duas cidades espanholas (Valência e Barcelona) entre os maiores consumidores de cocaína, droga que tem um baixo nível de consumo nos países nórdicos, e a notável supremacia da Holanda e da Bélgica no consumo de ecstasy e maconha.

Segundo o artigo, publicado pela revista “Science of the Toral Environment”, este tipo de estudo pode ser considerado mais confiável do que os anteriores, já que os outros tiveram por base entrevistas e, por se tratar de um tema tão delicado, não pode ser considerado totalmente confiável. Por outro lado, este método permite obter registros de áreas reduzidas e de intervalos de tempo menores, de modo que a precisão é maior.

Os cientistas destacam que este tipo de estudo, pela análise águas das residuais, pode ajudar na investigação dos caminhos sociais da dependência de drogas ilícitas, para, então, implementar políticas de prevenção adequada a cada época e lugar.

0 comentários:

Postar um comentário

Labels

Aurora Boreal/Grupo C.E. Tecnologia do Blogger.

Mapa

Free Visitor Maps at VisitorMap.org